Study your flashcards anywhere!

Download the official Cram app for free >

  • Shuffle
    Toggle On
    Toggle Off
  • Alphabetize
    Toggle On
    Toggle Off
  • Front First
    Toggle On
    Toggle Off
  • Both Sides
    Toggle On
    Toggle Off
  • Read
    Toggle On
    Toggle Off
Reading...
Front

How to study your flashcards.

Right/Left arrow keys: Navigate between flashcards.right arrow keyleft arrow key

Up/Down arrow keys: Flip the card between the front and back.down keyup key

H key: Show hint (3rd side).h key

A key: Read text to speech.a key

image

Play button

image

Play button

image

Progress

1/85

Click to flip

85 Cards in this Set

  • Front
  • Back
Não se utiliza o vocativo Excelentíssimo Senhor para todas as autoriadades do primeiro escalão
VERDADEIRO
A concisão, sinônimo de prolixidade, é uma qualidade de qualquer texto técnico e uma característica do texto oficial, que exige do redator essencialmente conhecimento do assunto que escreve, uma vez que raramente há tempo disponível para revisar o texto.
FALSO

Concisão e prolixidade são antônimos.
Nos documentos oficiais, os valores monetários podem ser escritos por extenso, seguidos dos algarismos entre parênteses.
FALSO

É o contrário.
A Ata é um documento narrativo, na qual não é permitido nenhum tipo de rasura ou correção.
FALSO

Correções são permitidas.
O tratamento "Digníssimo" foi abolido da redação oficial pela Instrução Normativa nº 04/92.
VERDADEIRO
O domínio da redação de expedientes oficiais é aperfeiçoado em decorrência da experiência profissional; muitas vezes a prática constante faz que o assunto se torne de conhecimento generalizado.
FALSO

A partir do primeiro dia de trabalho o servidor deverá saber editar seus atos oficiais, primando sempre pelos princípio da redação oficial.
O pronome de tratamento "Vossa Excelência" é empregado no Poder Judiciário para ministro de tribunal superior, membros do júri em tribunais populares, auditores e juízes.
FALSO

Membros do júri e auditores que não sejam militares, não.
São princípios básicos da Redação Oficial: impessoalidade, clareza, concisão, uniformidade, formalidade e uso de linguagem técnico-científica.
FALSO

Não só a linguagem técnico-científica, mas a da norma culta, que a contém.
O requerimento é uma forma escrita oficial de comunicação pessoal de um subordinado para seu superior.
VERDADEIRO
Sobre o princípio da impessoalidade, pode-se afirmar que "Doutor" é uma forma de tratamento adequada para qualquer autoridade.
FALSO

Chama-se "Doutor" somente quem possui tal graduação.
No ofício, o local e a data são colocados por extenso, com alinhamento à esquerda do texto.
FALSO

Alinhamento à direita
Um Relatório compõe-se de título, apresentação ou abertura, texto, considerações finais ou conclusões.
VERDADEIRO
Quando se referir diretamente a uma autoridade, deve-se usar "Sua Excelência", e quando se referir da autoridade deve-se usar "Vossa Excelência".
FALSO

É o contrário
O Atestado é um documento emitido por uma pessoa em favor de outra, resguardando-se o caráter de permanência e veracidade dos fatos nele contidos.
FALSO

O caráter é de transitoriedade, e não permanência.
O pronome "Vossa Excelência" deve ser dado a todo servidor que ocupar cargo de direção.
FALSO
O Memorando serve ao desenrolar do serviço externo das seções e caracteriza-se como instrumento de comunicação entre servidores, unidades ou setores de uma instituição.
VERDADEIRO
Em um Ofício-Circular tem-se a presença de um signatário e de vários destinatários. Desta forma, conclui-se que em cada documento deverá constar um destinatário diferente, bem como, cada um receberá um numeração própria.
FALSO

O documento é um só, com somente um número, e vários destinatários escritos nele.
O Requerimento é o ato verval ou escrito afirmativo da existência ou não de um direito ou de um fato.
FALSO

O requerimento é, obrigatoriamente, escrito.
Fazem parte do Relatório: título, assunto, vocativo, texto, fecho, local e data e assinatura.
VERDADEIRO
O fecho e comunicação "Atenciosamente" é empregado para autoridades de mesma hierarquia ou de hierarquia inferior a do remetente.
VERDADEIRO
Fazem parte do Relatório: título, assunto, vocativo, texto, fecho e data e assinatura.
FALSO

Falta: local
Fazem parte do Relatório: título, assunto, texto, fecho, local e data e assinatura.
FALSO

Falta: vocativo
Fazem parte do Relatório: título, assunto, vocativo, texto, fecho, local e assinatura.
FALSO

Falta: data
Fazem parte do Relatório: título, vocativo, texto, fecho, local e data e assinatura.
FALSO

Falta: assunto
Fazem parte do Relatório: título, vocativo, texto, local e data e assinatura.
FALSO

Falta: assunto e fecho
Em uma frase, pode-se dizer que Redação Oficial é a maneira pela qual o poder público redige atos normativos.
VERDADEIRO
A impessoalidade é marca registrada da Redação Oficial
VERDADEIRO
O uso do padrão culto da linguagem implica emprego de linguagem complexa, com riqueza sintática e uso de figuras de linguagem.
FALSO

Não deve ser utilizado nada disso.
O relatório é um documento eminentemente prático, para tanto precisa ser preciso e objetivo, apresentar desenvolvimento lógico, exposição de fatos, argumentação, descrição, conclusão e eventuais sugestões.
VERDADEIRO
O Memorando é uma modalidade de comunicação entre unidades administrativas de órgãos diferentes. Trata-se, portanto, de uma forma de comunicação eminentemente externa.
FALSO

Fala-se do Ofício
O pronome de tratamento para o Procurador-Geral da República é "Vossa Excelência"
VERDADEIRO
O vocativo a ser empregado em comunicações oficiais dirigidas aos Chefes de Poder é "Excelentíssimo Senhor", seguido do cargo respectivo.
VERDADEIRO
A Ata pode ser dividida em parágrafos, desde que estes estejam devidamente especificados ou numerados, excetuando-se o fecho.
FALSO

Não se divide Ata em parágrafos
Em se tratando de Requerimento, permite-se a seguinte abreviação do fecho:
N. Termos
P. Deferimento
VERDADEIRO
Se algum engano foi percebido ao final da Ata, deve-se escrever: "Em tempo, onde se lê..., leia-se...", excetuando-se, assim, a devida correção.
VERDADEIRO
Sendo a Circular meio de correspondência pelo qual alguém se dirige, ao mesmo tempo, a várias pessoas, pode-se dizer que se trata de um documento multidirecional.
VERDADEIRO
Além da assinatura do signatário, deve figurar no texto oficial a assinatura de quem foi incumbido de redigir o texto, para que assim evite ferir o princípio da impessoalidade.
FALSO

Tal atitude fere o princípio da impessoalidade.
As únicas formas de cortesia utilizadas no fecho de uma correspondência oficial dirigida a uma autoridade são "Respeitosamente" ou "Atenciosamente"
FALSO

Em requerimentos, utiliza-se "Nestes Termos, Pede deferimento"
Quando a correspondência é dirigida a uma arcebispo, cardeal ou a alta autoridade eclesiástica, acrescenta-se a expressão "Reverendíssima" à expressão "Excelência".
FALSO

Não se utiliza "Excelência" para Cardeal.
O título "doutor" é pessoal e não pode referir-se a um cargo ou função, a não ser ao cargo de juiz.
FALSO

"Doutor" é só quem possui doutorado.
Com base no princípio administrativo da publicidade, cada órgão pode editar seu proprio Manual de Redação Oficial, primando sempre pela pluralidade da adminsitração pública.
FALSO

Prima-se pela uniformidade da Adminsitração Pública.
Pela notoriedade do cargo de juiz de direito, seu vocativo correspondente será: "Excelentíssimo Senhor Juiz".
FALSO

Basta "Senhor Juiz" como vocativo.
Dispensa-se o nome do signatário quando o mesmo for o Presidente da República.
VERDADEIRO

Basta o cargo
Com a finalidade de padronização, a redação de comunicações oficiais foram incorporados procedimentos rotineiros ao longo do tempo, como as formas de tratamento e de cortesia e a estrutura dos expedientes.
VERDADEIRO
Os expediente oficiais cuja finalidade precípua é informar com clareza e objetividade, empregando a linguagem adequada, têm caráter normativo, estabelecem regras para a conduta dos cidadãos ou regulam o funcionamento dos órgãos públicos.
VERDADEIRO
FALSO

A data deve figurar à direita, uma linha abaixo.
O nome, o número do documento e a data foram indicados corretamente.
VERDADEIRO
O pronome adequado à situação é, na verdade, Vossa Senhoria.
VERDADEIRO
O fecho não é adequado para a situação.
FALSO

Os parágrafos deverão ser numerados, excetuando-se o fecho.
Por se tratar de um texto de curta extensão, os parágrados não necessitam de numeração.
VERDADEIRO
O destinatário apresenta dados desnecessários.
FALSO

Somente o vocativo.
O nome completo e a função do destinatário devem vir após a data.
FALSO

A apresentação de assunto é obrigatória em ofícios.
Por se tratar de um texto de curta extensão, não é necessário mencionar o assunto após o destinatário.
VERDADEIRO
Após o fecho, devem constar a assinatura, o nome e o cargo completo do signatário.
Paulo, agente administrativo lotado na Diretoria de Combate ao Crime Organizado (DCOR) do Departamento de Polícia Federal (DPF) foi incumbido, por seu superior, de redigir um ofício a ser enviado pela DCOR ao Procurador-Geral da República. Caso o ofício trate de um problema cuja solução dependa de providências por parte do destinatário do expediente, Paulo poderá optar por um dos seguintes fechos: "Atenciosamente, aguarda solução para o caso" ou "Respeitosamente, contando com vossa prestigiosa colaboração para a solução do caso".
FALSO

O fecho deverá ser, simplesmente, "Respeitosamente".
Paulo, agente administrativo lotado na Diretoria de Combate ao Crime Organizado (DCOR) do Departamento de Polícia Federal (DPF) foi incumbido, por seu superior, de redigir um ofício a ser enviado pela DCOR ao Procurador-Geral da República. O documento deve conter, entre outros elementos, a identificação do local e da data em que foi expedido, a assinatura de Paulo e o nome do signatário.
FALSO

Paulo não assina. Quem assina é o seu chefe.
Paulo, agente administrativo lotado na Diretoria de Combate ao Crime Organizado (DCOR) do Departamento de Polícia Federal (DPF) foi incumbido, por seu superior, de redigir um ofício a ser enviado pela DCOR ao Procurador-Geral da República. Ao redigir o ofício, Paulo deve empregar o pronome de tratamento Vossa Excelência para dirigir-se ao destinatário.
VERDADEIRO
Fechamento de requerimento: "Nestes termos, pede e espera pelo deferimento. Atenciosamente", local, data, assinatura e cargo.
FALSO

É somente "N.T, P.D."
Há dois documentos oficiais que, tendo forma e natureza bastente semelhantes, costumam circular em e entre repartições públicas e órgãos, são eles: ofício e memorando.
VERDADEIRO
Um secretário de escola, desejoso de comunicar à direção do estabelecimento de ensino o desaparecimento de alimentos da merenda escolar, deverá redigir uma carta particular e usar, para o direto, o vocativo "Prezado colega e amigo".
FALSO

Deverá escrever um memorando, em que o vocativo a ser utilizado será "Senhor Diretor".
O relatório, um dos tipo de texto bastante usado na redação de expedientes, apresenta diversidade de formas: pode ser contábil, científico, de pesquisa, de vendas, de rotina, entre outros. Esse tipo de texto pode ser usado para se fazer uma comunicação de ocorrências a alguém que deseja delas ser informado.
VERDADEIRO
O relatório, um dos tipo de texto bastante usado na redação de expedientes, apresenta diversidade de formas: pode ser contábil, científico, de pesquisa, de vendas, de rotina, entre outros. Quanto aos aspectos técnicos, na redação de relatórios a boa vontade de quem escreve vale mais do que a adequação da linguagem adequada.
FALSO

O que vale mais é a adequação da linguagem adequada.
O relatório, um dos tipo de texto bastante usado na redação de expedientes, apresenta diversidade de formas: pode ser contábil, científico, de pesquisa, de vendas, de rotina, entre outros. Em um relatório, não é preciso constar uma introdução, pois o que interessa, no caso, são apenas fatos a serem relatados.
FALSO

O relatório compõe-se de introdução, desenvolvimento, conclusão, recomendações e anexos.
O relatório, um dos tipo de texto bastante usado na redação de expedientes, apresenta diversidade de formas: pode ser contábil, científico, de pesquisa, de vendas, de rotina, entre outros. Uma conclusão adequada a um relatório seria: No aguardo de suas brever notícias, aqui vai meu abraço cordial, com as expressões de elevada estima e consideração. Subscrevendo-se, Atenciosamente, Fulano de Tal.
FALSO

O relatório tem caráter prático, sua conclusão deve ser objetiva. Deve responder ao objetivo do relato.
Considere que um funcionário seja responsável pelas atas referentes a reuniões administrativas do departamento em que está lotado. Nessa situação, é correto afirmar que o funcionário, no momento de lavrar as atas, deve cuidar para que elas relatem os fatos ocorridos nas respectivas reuniões, de forma resumida e objetiva, e não contenham rasuras, borrões nem linhas em branco.
VERDADEIRO
A redação de expediente diz respeito à elaboração de diversos tipos de documentos que são escritos no ambiente de trabalho, sejam eles, por exemplo, requerimentos, declarações, ofícios.
VERDADEIRO
O relatório é um documento que apresenta relato minucioso de determinada situação que exige investigação, análise ou descrição. No fecho desse tipo de expediente é correto o emprego da expressão "Nestes termos, pede deferimento", uma vez que o o relatório também pode conter recomendações de medidas cabíveis para solucionar eventuais problemas mencionados.
FALSO

O fecho apresentado é do requerimento. O fecho adequado ao relatório é Atenciosamente ou Respeitosamente.
Em determinada organização, um funcionário do departamento de manutenção precisa redigir um memorando endereçado ao chefe do departamento de compras, solicitando a aquisição de material de limpeza. Nessa situação, o documento estará adequadamente redigido se for assinado pelo chefe de departamento de manutenção e contiver qualquer um dos seguintes fechos: Atenciosamente, Humildemente, Cordialmente, Respeitosamente.
FALSO

O fecho adequado é "Atenciosamente" ou "Respeitosamente"
Considere a situação hipotética:
Um agente administrativo lotado em certo departamento do HEMOPA foi incumbido de redigir um documento a ser assinado por seu chefe, com a finalidade de encaminhar informações acerca da freqüência dos funcionários ao chefe do departamento de pessoal dessa mesma fundação. Nessa situação, é correto afirmar que o expediente em questão é um memorando, espécie de documento utilizado para correspondência interna que permite, por sua finalidade, o uso de gírias e linguagem coloquial.
FALSO

Não se usa gírias e a linguagem adequada em questão será a culta.
Considere a seguinte situação hipotética: Durante determinada reunião que ocorreu na HEMOPA, foram tomadas notas que mais tarde seriam usadas como base para o registro de fatos. Nessa situação, o documento a ser elaborado é a ata, e o responsável por sua redação deve atentar para o fato de que o texto das atas não deve conter rasuras.
VERDADEIRO
O pronome de tratamento "vossa Excelência", de uso corriqueiro na redação de expediente, é empregado pelo redator para se dirigir a ministros de estado, embaixadores, prefeitos municipais, reitores de universidade, juízes e desembargadores, entre outras autoridades.
FALSO

Para reitores de universidade, usa-se o pronome de tratamento "Vossa Magnificência"
O pronome de tratamento para reitores de universidade é "Vossa Magnificência"
VERDADEIRO
O memorando não pode ser considerado um ofício em miniatura.
VERDADEIRO
O fecho do ofício é sempre numerado.
FALSO

Nunca.
Uma circular com vocativo e fecho recebe o nome de ofício circular.
FALSO

Pode ser um ofício ou um memorando circular.
Ciro, agente administrativo lotado no setor de pessoal de determinado órgão, recebeu a incumbência de redigir documento, a ser assinado pelo seu chefe, solicitando ao setor de manutenção a instalação de um computador. Ciro deve redigir um memorando, uma vez que se trata de um pedido que envolve dois setores do mesmo órgão.
VERDADEIRO
Ciro, agente administrativo lotado no setor de pessoal de determinado órgão, recebeu a incumbência de redigir documento, a ser assinado pelo seu chefe, solicitando ao setor de manutenção a instalação de um computador. O documento em questão deve ser endereçado ao chefe do setor de manutenção, que pode ser identificado no texto apenas pelo prenome, sem referência ao cargo, uma vez que é amigo de Ciro.
FALSO

Deve fazer um testo normal
Ciro, agente administrativo lotado no setor de pessoal de determinado órgão, recebeu a incumbência de redigir documento, a ser assinado pelo seu chefe, solicitando ao setor de manutenção a instalação de um computador. Devem constar do documento data, referência ao assunto, nome e assinatura do remetente.
VERDADEIRO
Formalidade e uniformidade são características da redação oficial. Daí a importância do uso do padrão culto de linguagem.
VERDADEIRO
A forma de tratamento Doutor deve ser sempre utilizada nas comunicações oficiais dirigidas a pessoas que ocupam qualquer cargo público.
FALSO

Doutor é quem possui doutorado.
A finalidade das correspondências oficiais impõe certos parâmetros de uso da língua, diversos daqueles da literatura, do texto jornalístico e da correspondência particular.
VERDADEIRO
A impessoalidade característica da redação oficial deve-se ao fato de que quem comunica é um indivíduo particular, e não o serviço público.
FALSO

É o contrário: quem comunica é o serviço público.
A forma "Vossa Excelência" é empregada em comunicações dirigidas a reitores de universidades.
FALSO

O correto é "Vossa Magnificência"
Um agente administrativo lotado em um departamento de um órgão público foi incumbido de redigir documento a ser assinado por seu chefe, com a findalidade de solicitar a vista de um técnico do setor de manutenção para averiguar problema de infiltração nas dependências desse departamento. O expediente em questão é um memorando, documento utilizado entre unidades administrativas de um mesmo órgão.
VERDADEIRO
Um agente administrativo lotado em um departamento de um órgão público foi incumbido de redigir documento a ser assinado por seu chefe, com a findalidade de solicitar a vista de um técnico do setor de manutenção para averiguar problema de infiltração nas dependências desse departamento. O tipo de documento a ser redigido não precisa receber número de expediente.
FALSO

Deve figurar o número do expediente.
Um agente administrativo lotado em um departamento de um órgão público foi incumbido de redigir documento a ser assinado por seu chefe, com a findalidade de solicitar a vista de um técnico do setor de manutenção para averiguar problema de infiltração nas dependências desse departamento. A fórmula de fecho desse expediente é "Respeitosamente", por se tratar de comunicação dirigida a autoridade de mesma hierarquia.
FALSO

Para mesma hierarquia usa-se "Atenciosamente".