Study your flashcards anywhere!

Download the official Cram app for free >

  • Shuffle
    Toggle On
    Toggle Off
  • Alphabetize
    Toggle On
    Toggle Off
  • Front First
    Toggle On
    Toggle Off
  • Both Sides
    Toggle On
    Toggle Off
  • Read
    Toggle On
    Toggle Off
Reading...
Front

How to study your flashcards.

Right/Left arrow keys: Navigate between flashcards.right arrow keyleft arrow key

Up/Down arrow keys: Flip the card between the front and back.down keyup key

H key: Show hint (3rd side).h key

A key: Read text to speech.a key

image

Play button

image

Play button

image

Progress

1/25

Click to flip

25 Cards in this Set

  • Front
  • Back

Conceito de diarreia

Eliminação de fezes amolecidas de consistência líquida acompanhado de:


Aumento do número de evacuações diárias


Aumento da massa fecal (>200/dia)


Qual a fisiopatologia básica da diarréia

Ocorre quando o balanço entre absorção e secreção de fluidos pelo intestino está prejudicado, por redução da absorção e/ou aumento da secreção.

Classificação da diarreia quanto à duração

Aguda: < 2 semanas


Persistente: 2 ~ 4 semanas


Crônica: > 4 Semanas

Como classifica a diarreia quanto à origem no trato gastrintestinal

Alta Delgado: episódios diarreicos mais volumosos


Baixa ➡ Cólon: evacuações em poucas quantidades porém muito frequentes

Classificação da diarreia quanto ao mecanismo fisiopatológico

Osmotica


Secretora não invasiva


Inflamatória/invasiva


Funcional

Caracterize esteatorreia

absorção de carboidratos e ácidos graxos.


Fezes oleosas boiam e mal cheirosas

Características da diarreia inflamatória

Causada por doenças inflamatórias ou infecciosas que acometem o delgado ou colo, inibindo absorção.


Febre, dor abdominal, emagrecimento, muco e sangue nas fezes


Leucocitose e eosinofilia

Características da diarreia secretora

Causada por substâncias que estimulam a secreção intestinal


Exemplo: vipoma (tumor nas ilhotas pancreáticas)

Características da diarreia osmótica

Causada pelo acúmulo de solutos não absorvidos na luz intestinal impedindo a absorção de líquido



Suspeita-se quando os sintomas desaparecem no jejum (noite de sono)



Exemplo: uso de laxantes e deficiência de lactase


Quais exames para avaliação da diarreia

Hemograma


Bioquímica plasmática


-proteína C


-dosagem de imunoglobulinas


-TGO TGP HIV


Exame de fezes completo


-EAF


-Coprocultura


-pH fecal


Quais são as doenças inflamatórias intestinais

Doença de Crohn e retocolite ulcerativa

Quais principais complicações da DII

Sangramentos


Megacólon


Perfuração


Estenose


Fistulas

Quais as manifestações clínicas da RCU

Diarreia inflamatória (muco, pus, e sangue)


Dor abdominal


Febre


Urgência para defecar (reto inflamado ⬇ complacência)


Anemia ferropriva



**Restringe-se ao reto e até o colo transverso


*** Sintomas insidiosos com período assintomático


Quais as principais manifestações da DC

Diarreia crônica inflamatória


Dor


Febre


Anorexia


Perda de peso


Doença perianal


Pode acometer todo o TGI


Como se dá o diagnóstico de RCU? Qual exame de escolha?

Retodsigmóideoscopia com biópsia



É esperado encontrar perda de padrão vascular, exsudato pseudopolipos e friabilidade



Obs: deve-se excluir infecções

Como se dá o diagnóstico de DC? Qual exame de escolha?

Ileocolonoscopia com biópsia



Esperando um homem acometimento salteado (areas doentes e áreas não doentes)

Quais são as principais critérios para diferenciação de RCU e DC

Localização


Padrão de acometimento (crohn saltatorio)


Envolvimento ou não de planos profundos com potencialidade para formação de fístulas (retocolite se limita a mucosa / crohn pode chegar até a serosa)


Envolvimento do canal anal (RCU)


Presença de granuloma não caseoso (DC)


Presença de fístulas (DC)

Qual achado de biópsia diferencia Doença de Crohn e retocolite ulcerativa

granuloma não caseoso

O que significa "pedras de calçamento" da DC

Aspecto no qual várias úlceras progredindo retilineamente se encontram e geralmente passam a separar áreas de mucosa normal e áreas de mucosa ulcerada, dando o aspecto de Pedras de calçamento.

Quais são as características anatomopatológicas da DC

Pode acometer qualquer parte do trato gastrintestinal


Acomete de forma heterogênea


Alterações inflamatórias transmorais (espessamento da parede intestinal estenose)


Iniciação com formação de aftas

Como se caracteriza a forma mais grave da RCU

Inflamação e necrose


Comprometimento da submucosa e muscular risco de megacólon e perfuração

Conceitue retocolite ulcerativa

Doença inflamatória intestinal caracterizada pelo surgimento de lesões inflamatórias inexplicados que acendem de maneira uniforme pela mucosa do colo

Qual o principal fator de risco para Doença de Crohn e retocolite ulcerativa

História familiar positiva

Quais são os três princípios básicos que regem anatomopatologia da RCU

Doença exclusiva do cólon


Doença exclusiva da mucosa


E doenças tipicamente ascendente

Conceitue doença celíaca

Doença induzida pelo consumo de proteínas presente no trigo, centeio e cevada que afeta permanentemente o trato gastrintestinal resultando na absorção de nutrientes