Study your flashcards anywhere!

Download the official Cram app for free >

  • Shuffle
    Toggle On
    Toggle Off
  • Alphabetize
    Toggle On
    Toggle Off
  • Front First
    Toggle On
    Toggle Off
  • Both Sides
    Toggle On
    Toggle Off
  • Read
    Toggle On
    Toggle Off
Reading...
Front

How to study your flashcards.

Right/Left arrow keys: Navigate between flashcards.right arrow keyleft arrow key

Up/Down arrow keys: Flip the card between the front and back.down keyup key

H key: Show hint (3rd side).h key

A key: Read text to speech.a key

image

Play button

image

Play button

image

Progress

1/15

Click to flip

15 Cards in this Set

  • Front
  • Back

Derrame pleural - definição

Acúmulo anormal de líquido no espaço pleural

Classificação do derrame pleural

Transudato ou exsudato

Critérios de light para transudato

Relação Proteína total líquido pleural / plasma: < 0,5



Relação DHL líquido pleural/plasma: < 0,6



DHL no líquido pleural: <200 UI/L ou <2/3 do limite superior do valor normal do DHL plasmático.

Critérios de light para exsudato

Relação Proteína total líquido pleural / plasma: > 0,5Relação DHL líquido pleural/plasma: > 0,6DHL no líquido pleural: >200 UI/L ou >2/3 do limite superior do valor normal do DHL plasmático.

Causas mais comuns de derrame pleural exsudativo no Brasil

Câncer e tuberculose

O acúmulo de líquido no derrame pleural pode acontecer por dois mecanismos

Aumento da produção do líquido ou diminuição da drenagem do líquido

Quadro clínico do derrame pleural

Tríade clássica: tosse seca, dispneia e dor torácica

Caracterize a dor torácica do derrame pleural

Denominada dor pleuritica, em geral, ventilatório-dependente, bem localizada e em pontada.

Alterações no exame físico encontrados no derrame pleural

Inspeção: Alteração da frequência respiratória


Expansibilidade diminuída


Abaulamento do espaço intercostal


Palpação: Fremito toracovocal diminuido


Percussão: Som maciço


Ausculta: Redução ou ausência de murmúrio vesicular


Atrito pleural

Exames complementares para derrame pleural

Radiografia de tórax: PA, perfil e decúbito lateral, com raios horizontais (incidência de laurell)


Ultrassonografia de tórax: para auxílio da drenagem do líquido


Toracocentese


Análise Laboratorial do líquido pleural

Características avaliadas no líquido pleural

Aspecto da amostra (límpido, hemorrágico ou turvo) e com alterações de coloração (amarelado, esbranquiçado, achocolatado ou branco leitoso)


PH, dosagem de proteína/albumina, desidrogenase láctica e glicose


Citologia diferencial e oncótica e microbiologia

O achado de glicose pleural tem relação com quais acometimentos

Infecções (tuberculose, derrame parapneumonico, paragonimíase) e neoplasias

O valor de PH do líquido pleural tem relação com qual cometimento

Derrames parapneumônicos: onde valores de pH < 7,2 indicam maior gravidade.


Pleurite tuberculosa neoplasias malignas e hemotórax costumam dar valores de pH < 7,2

Cinco causas de derrame transudativo

ICC, nefropatia, cirrose hepática, embolia pulmonar, hipotireoidismo, neoplasia

Cinco causas de derrame pleural exsudativo

Pneumonia, neoplasia, tuberculose, pancreatite, empiema, parapneumonico, embolia pulmonar