• Shuffle
    Toggle On
    Toggle Off
  • Alphabetize
    Toggle On
    Toggle Off
  • Front First
    Toggle On
    Toggle Off
  • Both Sides
    Toggle On
    Toggle Off
  • Read
    Toggle On
    Toggle Off
Reading...
Front

Card Range To Study

through

image

Play button

image

Play button

image

Progress

1/936

Click to flip

Use LEFT and RIGHT arrow keys to navigate between flashcards;

Use UP and DOWN arrow keys to flip the card;

H to show hint;

A reads text to speech;

936 Cards in this Set

  • Front
  • Back
Suponha que a demanda de moeda seja dada por Md = PY (0,5 – i), em que PY é a renda nominal
e i é a taxa nominal de juros. O Banco Central ajusta a base monetária de forma a manter a taxa
nominal de juros inalterada em 10% (i = 10%). Inicialmente:
o público mantém 80% da moeda na forma de moeda manual;
os bancos comerciais mantêm 20% dos depósitos a vista na forma de reservas bancárias
(o restante é emprestado);
a renda nominal é de $1000.
Com base nestas informações, julgue as afirmativas:

A velocidade-renda de circulação da moeda é igual a 2,5.
VERDADEIRO

Segundo a Teoria Quantitativa da Moeda, M·V = P·Y. Sabendo-se que i = 0,1 e P·Y = 1000, temos, a partir de Md = PY(0,5 - i), que Md = 400. Logo, V = PY/Md = 1000/400 = 2,5.
Suponha que a demanda de moeda seja dada por Md = PY (0,5 – i), em que PY é a renda nominal
e i é a taxa nominal de juros. O Banco Central ajusta a base monetária de forma a manter a taxa
nominal de juros inalterada em 10% (i = 10%). Inicialmente:
o público mantém 80% da moeda na forma de moeda manual;
os bancos comerciais mantêm 20% dos depósitos a vista na forma de reservas bancárias
(o restante é emprestado);
a renda nominal é de $1000.
Com base nestas informações, julgue as afirmativas:

A base monetária é igual a $400.
F
Suponha que a demanda de moeda seja dada por Md = PY (0,5 – i), em que PY é a renda nominal
e i é a taxa nominal de juros. O Banco Central ajusta a base monetária de forma a manter a taxa
nominal de juros inalterada em 10% (i = 10%). Inicialmente:
o público mantém 80% da moeda na forma de moeda manual;
os bancos comerciais mantêm 20% dos depósitos a vista na forma de reservas bancárias
(o restante é emprestado);
a renda nominal é de $1000.
Com base nestas informações, julgue as afirmativas:

Se os agentes elevarem a quantidade de moeda sob a forma de depósitos a vista (tudo o mais
constante), o Banco Central deverá expandir a base monetária para manter i = 10%.
FALSO

Para manter a taxa de juros constante, a autoridade monetária precisa promover uma contração monetária, e não uma expansão.
Suponha que a demanda de moeda seja dada por Md = PY (0,5 – i), em que PY é a renda nominal
e i é a taxa nominal de juros. O Banco Central ajusta a base monetária de forma a manter a taxa
nominal de juros inalterada em 10% (i = 10%). Inicialmente:
o público mantém 80% da moeda na forma de moeda manual;
os bancos comerciais mantêm 20% dos depósitos a vista na forma de reservas bancárias
(o restante é emprestado);
a renda nominal é de $1000.
Com base nestas informações, julgue as afirmativas:

Se a razão reservas bancárias/depósitos a vista aumentar (tudo o mais constante), o Banco
Central terá de reduzir a base monetária para manter i = 10%.
F
Suponha que a demanda de moeda seja dada por Md = PY (0,5 – i), em que PY é a renda nominal
e i é a taxa nominal de juros. O Banco Central ajusta a base monetária de forma a manter a taxa
nominal de juros inalterada em 10% (i = 10%). Inicialmente:
o público mantém 80% da moeda na forma de moeda manual;
os bancos comerciais mantêm 20% dos depósitos a vista na forma de reservas bancárias
(o restante é emprestado);
a renda nominal é de $1000.
Com base nestas informações, julgue as afirmativas:

Se a renda nominal aumentar (tudo o mais constante), o Banco Central terá de expandir a
base monetária para manter i = 10%.
V
Um bem é produzido em 2000 e vendido em 2001. Este bem contribui para o PIB de 2000,
não para o PIB de 2001.
V
Se reservas internacionais permanecem inalteradas, um país cuja poupança nacional é
superior ao investimento apresenta déficit na conta de capital.
V
Senhoriagem é a receita obtida por emissão de moeda para financiamento de gastos públicos
e que, ao gerar inflação, funciona como imposto inflacionário.
V
No modelo IS/LM para uma economia fechada, quanto mais elástico for o investimento à taxa
de juros, menos eficaz será a política monetária.
FALSO

Quanto mais elástico for o investimento à taxa de juros, maior o efeito causado por uma redução ou aumento da oferta monetária. Ela será, portanto, mais eficaz quanto mais elástica for a curva de investimento com relação aos juros.
Considerando o modelo IS/LM para uma economia fechada e com governo, são corretas as
afirmativas:

O efeito deslocamento (crowding-out) é máximo em presença da “armadilha da liquidez”.
F
Considerando o modelo IS/LM para uma economia fechada e com governo, são corretas as
afirmativas:

A eficácia da política fiscal é nula no chamado caso clássico.
V
Considerando o modelo IS/LM para uma economia fechada e com governo, são corretas as
afirmativas:

Quanto maior for o multiplicador dos gastos autônomos, menos inclinada será a curva IS, o
que, tudo o mais constante, aumenta a eficácia da política monetária.
V
Considerando o modelo IS/LM para uma economia fechada e com governo, são corretas as
afirmativas:

Quanto mais elástica for a demanda por moeda à taxa de juros, mais inclinada será a curva
LM.
FALSO

Quanto mais elástica for a demanda por moeda a uma determinada taxa de juros, menos inclinada será a LM.
Considerando o modelo IS/LM para uma economia fechada e com governo, são corretas as
afirmativas:

Uma redução de gastos públicos acompanhada de contração da oferta de moeda reduz a
taxa de juros e a renda.
FALSO

Embora ambos os movimentos contribuam para a diminuição da renda, a contração da moeda contribui, na verdade, para o aumento da taxa de juros. Se essa taxa vai aumentar ou diminuir, vai depender de qual movimento predominar, a redução dos gastos públicos (contrai a IS, diminuindo os juros) ou a da política monetária (contração da LM - aumento da taxa de juros).
Em um modelo IS-LM-BP, com livre mobilidade de capitais e taxa de câmbio nominal fixa, o Banco
Central detém reservas cambiais suficientes para manter a paridade cambial. Com base nessas
premissas e sob a hipótese de que tudo o mais é mantido constante, julgue as afirmativas:

Se comprar títulos no mercado aberto, o Banco Central, perderá reservas cambiais.
V
Em um modelo IS-LM-BP, com livre mobilidade de capitais e taxa de câmbio nominal fixa, o Banco
Central detém reservas cambiais suficientes para manter a paridade cambial. Com base nessas
premissas e sob a hipótese de que tudo o mais é mantido constante, julgue as afirmativas:

Aumento de gastos públicos elevam o saldo da balança comercial.
F
Em um modelo IS-LM-BP, com livre mobilidade de capitais e taxa de câmbio nominal fixa, o Banco
Central detém reservas cambiais suficientes para manter a paridade cambial. Com base nessas
premissas e sob a hipótese de que tudo o mais é mantido constante, julgue as afirmativas:

Uma queda na renda do resto do mundo reduz tanto exportações quanto importações.
V
Em um modelo IS-LM-BP, com livre mobilidade de capitais e taxa de câmbio nominal fixa, o Banco
Central detém reservas cambiais suficientes para manter a paridade cambial. Com base nessas
premissas e sob a hipótese de que tudo o mais é mantido constante, julgue as afirmativas:

Um aumento na taxa real de juros externa provoca acumulação de reservas cambiais pelo
Banco Central.
F
Em um modelo IS-LM-BP, com livre mobilidade de capitais e taxa de câmbio nominal fixa, o Banco
Central detém reservas cambiais suficientes para manter a paridade cambial. Com base nessas
premissas e sob a hipótese de que tudo o mais é mantido constante, julgue as afirmativas:

Um aumento de impostos provoca elevação do estoque real de moeda.
F
Considere um modelo de oferta e demanda agregadas, em que a oferta de curto prazo seja
positivamente inclinada. O equilíbrio inicial é tal que o produto está em seu nível natural
(potencial). Julgue as afirmativas:

Um aumento no nível esperado de preços juntamente com um aumento dos gastos públicos
elevam a taxa de juros e a renda no curto prazo.
F
Considere um modelo de oferta e demanda agregadas, em que a oferta de curto prazo seja
positivamente inclinada. O equilíbrio inicial é tal que o produto está em seu nível natural
(potencial). Julgue as afirmativas:

Uma expansão monetária eleva o produto no curto prazo, mas não no longo prazo, devido ao
ajuste das expectativas.
V
Considere um modelo de oferta e demanda agregadas, em que a oferta de curto prazo seja
positivamente inclinada. O equilíbrio inicial é tal que o produto está em seu nível natural
(potencial). Julgue as afirmativas:

Uma redução do déficit público eleva o produto e a taxa de juros no curto prazo, mas a longo
prazo o produto retorna a seu nível natural.
FALSO

Uma redução no déficit público, seja por aumento dos tributos ou por redução dos gastos do governo, constitui política fiscal - e não cambial -, de forma que não afeta a taxa de juros.
Considere um modelo de oferta e demanda agregadas, em que a oferta de curto prazo seja
positivamente inclinada. O equilíbrio inicial é tal que o produto está em seu nível natural
(potencial). Julgue as afirmativas:

Um choque de oferta adverso, como um aumento no preço de uma matéria-prima importada,
eleva a taxa de desemprego natural e reduz os salários reais no curto prazo.
V
Considere um modelo de oferta e demanda agregadas, em que a oferta de curto prazo seja
positivamente inclinada. O equilíbrio inicial é tal que o produto está em seu nível natural
(potencial). Julgue as afirmativas:

Um corte de gastos públicos combinado com uma redução de impostos de mesma magnitude
(orçamento equilibrado) levam a uma queda do produto real de curto prazo.
VERDADEIRO

Lembrando que o multiplicador keynesiano do tributo é -c/[1-c(1-t)], o que, em norma, é maior do que o multiplicador dos gastos do governo - 1/[1-c(1-t)] -, temos que uma redução em T terá um efeito maior do que essa mesma redução em G.
Com base na curva de Phillips aumentada de expectativas, e pressupondo tudo o mais constante,
julgue as afirmativas:

Se a taxa de inflação é igual à taxa de inflação esperada, o desemprego é nulo.
FALSO

Nessa situação, o desemprego é igual à taxa de desemprego natural ou dela uma proporção.
Com base na curva de Phillips aumentada de expectativas, e pressupondo tudo o mais constante,
julgue as afirmativas:

Se as expectativas são racionais, uma redução da inflação não aumenta o desemprego,
mesmo no curto prazo.
F
Com base na curva de Phillips aumentada de expectativas, e pressupondo tudo o mais constante,
julgue as afirmativas:

Um aumento não antecipado na taxa de inflação reduz o desemprego no curto prazo.
V
Com base na curva de Phillips aumentada de expectativas, e pressupondo tudo o mais constante,
julgue as afirmativas:

Uma redução na taxa de inflação, mesmo quando perfeitamente crível, pode aumentar o
desemprego no curto prazo, caso salários e preços sejam fixados de forma escalonada.
V
Com base na curva de Phillips aumentada de expectativas, e pressupondo tudo o mais constante,
julgue as afirmativas:

Um aumento na expectativa de inflação elevam a inflação e o desemprego no curto prazo.
V
Considere uma economia descrita pelas seguintes equações:
πt −πt−1 =−(ut − 0,09)
Curva de Phillips:
ut − ut −1 = −0, 4( g yt − 0, 03)
Lei de Okun:
gyt = gmt −πt
Demanda Agregada:
em que π é a taxa de inflação, u a taxa de desemprego, g y a taxa de crescimento do produto e
g m a taxa de crescimento monetário.

Com base nesse modelo, julgue as afirmativas:

Os agentes têm expectativas adaptativas.
VERDADEIRO

O fato de que todas as equações apresentadas são autorregressivas - por conter os termos "t" e "t-1" - mostra que os agentes econômicos em questão adaptam suas escolhas futuras com base no que lhes ocorreu no passado. Em outras palavras, eles se adaptam.
Considere uma economia descrita pelas seguintes equações:
πt −πt−1 =−(ut − 0,09)
Curva de Phillips:
ut − ut −1 = −0, 4( g yt − 0, 03)
Lei de Okun:
gyt = gmt −πt
Demanda Agregada:
em que π é a taxa de inflação, u a taxa de desemprego, g y a taxa de crescimento do produto e
g m a taxa de crescimento monetário.

Com base nesse modelo, julgue as afirmativas:

A taxa natural de desemprego é de 3%.
F
Considere uma economia descrita pelas seguintes equações:
πt −πt−1 =−(ut − 0,09)
Curva de Phillips:
ut − ut −1 = −0, 4( g yt − 0, 03)
Lei de Okun:
gyt = gmt −πt
Demanda Agregada:
em que π é a taxa de inflação, u a taxa de desemprego, g y a taxa de crescimento do produto e
g m a taxa de crescimento monetário.

Com base nesse modelo, julgue as afirmativas:

Sendo a taxa de desemprego igual à taxa natural, a taxa de crescimento do produto será de
3%.
VERDADEIRO

Se a taxa de desemprego (ut) for igual à taxa natural de desemprego (ut−1), então a equação da curva de Phillips fica:

0 = −0, 4( gyt − 0, 03)

Resolvendo para gyt, a taxa de crescimento do produto, encontramos que ela será de 3%.
Considere uma economia descrita pelas seguintes equações:
πt −πt−1 =−(ut − 0,09)
Curva de Phillips:
ut − ut −1 = −0, 4( g yt − 0, 03)
Lei de Okun:
gyt = gmt −πt
Demanda Agregada:
em que π é a taxa de inflação, u a taxa de desemprego, g y a taxa de crescimento do produto e
g m a taxa de crescimento monetário.

Com base nesse modelo, julgue as afirmativas:

Sendo a taxa de desemprego igual à taxa natural e sendo de 8% a taxa de inflação, a taxa de
crescimento monetário será de 5%.
F
Considere uma economia descrita pelas seguintes equações:
πt −πt−1 =−(ut − 0,09)
Curva de Phillips:
ut − ut −1 = −0, 4( g yt − 0, 03)
Lei de Okun:
gyt = gmt −πt
Demanda Agregada:
em que π é a taxa de inflação, u a taxa de desemprego, g y a taxa de crescimento do produto e
g m a taxa de crescimento monetário.

Com base nesse modelo, julgue as afirmativas:

Suponha que a taxa de desemprego esteja, inicialmente, em seu nível natural. Uma redução
da taxa de crescimento monetário provoca um aumento da taxa de desemprego (acima da
taxa natural), mas esse movimento se reverte ao longo do tempo.
V
De acordo com o modelo de Solow, quanto maior for o estoque de capital por trabalhador, k*,
no estado estacionário, maior será o nível de consumo no longo prazo.
F
Como previsto pelo modelo de Solow, os dados entre países mostram que há correlação
positiva entre a taxa de poupança e a taxa de crescimento do produto no longo prazo.
F
Ao longo da trajetória de crescimento equilibrado, o modelo de Solow prevê que o produto por
trabalhador e o capital por trabalhador crescem à mesma taxa, dada pela taxa de progresso
tecnológico exógeno.
V
No modelo de Solow, em estado estacionário, a relação capital/trabalho cresce à taxa de
progresso técnológico e a relação capital/produto é constante.
V
No modelo de crescimento endógeno com função de produção Y = AK, em que Y é o produto,
K é o capital e A é um índice de produtividade, um aumento permanente na taxa de poupança
causa um aumento temporário na taxa de crescimento do produto, mas permanente no nível
de produto
F
De acordo com a paridade descoberta dos juros, as taxas nominais de juros doméstica e
internacional devem ser iguais.
F
Considerando o modelo Mundell-Fleming para uma economia pequena e aberta, com perfeita
mobilidade de capital, uma contração fiscal sob câmbio flexível é eficaz quanto à sua
capacidade de alterar o nível de renda.
F
De acordo com a Equivalência Ricardiana, um corte nos impostos correntes leva a um
aumento de igual magnitude na poupança privada corrente.
V
De acordo com o modelo de ciclos econômicos reais (real business cycles), apenas no curto
prazo a política monetária afeta as variáveis reais.
F
O “q” de Tobin indica que uma empresa terá incentivo a investir quando o valor de mercado
capital (medido pelo valor de suas ações em bolsa de valores) for menor que o custo de
reposição do capital.
FALSO

É o contrário. Vale a pena para a empresa investir se o seu valor de mercado for maior do que o custo de reposição de capital. Se repor o capital for mais caro do que o financiamento acionário, a empresa não terá incentivos para investir.
Com base na teoria da renda permanente e supondo ausência de imperfeições no mercado de
crédito, julgue as afirmativas (pressuponha tudo o mais constante):

O consumo corrente é uma fração constante da renda corrente.
F
Com base na teoria da renda permanente e supondo ausência de imperfeições no mercado de
crédito, julgue as afirmativas (pressuponha tudo o mais constante):

Uma valorização permanente e não antecipada das ações na bolsa de valores eleva o
consumo corrente.
V
Com base na teoria da renda permanente e supondo ausência de imperfeições no mercado de
crédito, julgue as afirmativas (pressuponha tudo o mais constante):

Um aumento não antecipado na renda corrente não afeta o consumo corrente.
F
Com base na teoria da renda permanente e supondo ausência de imperfeições no mercado de
crédito, julgue as afirmativas (pressuponha tudo o mais constante):

Um aumento na renda futura esperada reduz a poupança corrente.
V
Com base na teoria da renda permanente e supondo ausência de imperfeições no mercado de
crédito, julgue as afirmativas (pressuponha tudo o mais constante):

Um aumento não antecipado na taxa real de juros corrente reduz o consumo corrente e
aumenta o consumo futuro.
F
Uma economia é constituída por uma única empresa, cujos proprietários são não residentes no
país: uma fábrica de automóveis. Em 2007, a produção da fábrica foi de $100, dos quais $60
referem-se a vendas a consumidores residentes no país e $40 a não residentes. A fábrica gasta
$30 em aço importado e paga $60 em salários a residentes no país. Os lucros são integralmente
remetidos aos proprietários da empresa, no exterior. Calcule o saldo em transações correntes
desta economia no ano 2007.
00
As seguintes equações descrevem uma economia fechada:
C = 100 + 0,9 (Y-T)
I = 900 – 100r
(M/P)d = Y/i
M/P = 1000
G = 800
T = 1000
em que r é a taxa de juros real e i é a taxa de juros nominal, ambas expressas em percentual ao
ano (por exemplo, se r = 1%, a equação de investimento será I = 900 - 100*1).
Se a inflação esperada for de 5%, calcule a taxa nominal de juros de equilíbrio (resposta em %
a.a.)
OBS: Se a relação exata entre três variáveis x, y e z é (1+x) = (1+y)/(1+z), usar a
aproximação x = y – z.
07
Considere um modelo de crescimento de Solow, com taxa de poupança de 20% e taxa de
depreciação do capital de 5% ao ano. Os mercados de fatores são perfeitamente competitivos. A
função de produção é dada por Y = K^(1/2)L^(1/2), em que: Y é o produto, K é o estoque de capital e
L = N × E é o estoque de trabalhadores efetivos, isto é, o número de trabalhadores N multiplicado
pelo índice de eficiência do trabalho, E. O número de trabalhadores N cresce à taxa de 3% ao ano
e a taxa de progresso técnico (taxa de crescimento de E) é de 2% ao ano. Pergunta-se: qual o
estoque de capital em unidades de trabalho efetivo, em estado estacionário?
04
Dois países, A e B, transacionam entre si, de modo que a Paridade do Poder de Compra seja
válida, assim como é válida a equação Quantitativa da Moeda. O país A expande seu estoque
nominal de moeda à taxa de 7% a.a. e sua renda real cresce à taxa de 2% a.a. O país B expande
seu estoque nominal de moeda à taxa de 5% a.a. e sua renda real cresce à taxa de 3% a.a. Nos
dois países, a velocidade-renda de circulação da moeda é constante. Calcule a taxa de
depreciação nominal da moeda do país A em relação à moeda do país B (resposta em % a.a.).
Observação: para calcular taxas de crescimento neste problema, utilize a seguinte aproximação.
Para duas variáveis Y e Z:
Taxa de Crescimento de Y × Z = Taxa de Crescimento de Y + Taxa de Crescimento de Z
Taxa de Crescimento de Y/Z = Taxa de Crescimento de Y – Taxa de Crescimento de Z
03
Uma economia é formada por dois indivíduos, A e B, que vivem por dois períodos, t e t + 1. O
indivíduo A tem renda real YA, t = 180 no período t e YA, t+1 = 0 no período t + 1. O indivíduo B tem
renda real YB,t = 0 no período t e YB, t+1 = 180, no período t + 1. Os dois podem emprestar/tomar
emprestado livremente à taxa real de juros r, e têm a mesma função utilidade
U = lnCj,t + 0,8 lnCj,t+1, em que Cj,t e Cj,t+1 são, respectivamente, o consumo real do indivíduo
j = A,B nos períodos t e t + 1.
Em equilíbrio, a taxa real de juros é tal que SA + SB = 0, em que Sj é a poupança do indivíduo
j = A, B. Calcule a taxa real de juros de equilíbrio (resposta em % a.a.).
25
O saldo do balanço de pagamentos em transações correntes é de US$ 5 milhões.
v
O saldo do balanço de pagamentos apresenta déficit de US$ 9 milhões.
v
O saldo do balanço de serviços é negativo em US$ 9 milhões.
v
O saldo do financiamento de capitais compensatórios é negativo em US$10 milhões.
f
“Erros e omissões” são diferentes de zero.
f
Considerando o modelo IS-LM-BP, julgue as afirmativas:

A política fiscal no modelo Mundell-Fleming não exerce influência sobre a renda agregada
quando a taxa de câmbio é flutuante.
v
Considerando o modelo IS-LM-BP, julgue as afirmativas:

Em regime de câmbio fixo, a política monetária no modelo Mundell-Fleming, mantido
constante o crédito interno líquido, é incapaz de alterar a demanda agregada.
v
Considerando o modelo IS-LM-BP, julgue as afirmativas:

Em uma economia sem mobilidade de capitais e com regime de câmbio fixo, uma política
fiscal expansionista é capaz de afetar o nível de renda.
f
Considerando o modelo IS-LM-BP, julgue as afirmativas:

Em uma economia com imperfeita mobilidade de capitais e regime de câmbio fixo, política
monetária expansionista somente terá efeito sobre o produto se a inclinação da curva BP for
maior que a da curva LM.
f
Considerando o modelo IS-LM-BP, julgue as afirmativas:

Em uma economia sem mobilidade de capitais e regime de câmbio flutuante, uma política
fiscal expansionista levará ao aparecimento de um déficit temporário no balanço de
pagamentos.
v
Se M / P = 6 e se θ = 11,5, em equilíbrio, o produto real será 7 e a taxa de juros real
esperada será igual a 1.
v
Se M / P = 6 e se θ = 11,5, o desemprego involuntário será de 2,6 unidades de trabalho.
v
Se a liquidez real diminuir, o desemprego involuntário também cairá.
f
Se a taxa de câmbio real se desvalorizar, o desemprego involuntário aumentará.
f
Se a produtividade média do trabalho aumentar, o desemprego involuntário se elevará.
v
Se as expectativas dos agentes são formadas adaptativamente nas formas
pte − pt −1 = pt −1 − pt −2 e hte = ht −1 , a oferta de moeda nominal no período t não afeta o nível
de preços nesse período, mas apenas o hiato de produto real.
v
Se as expectativas dos agentes são formadas adaptativamente, como no quesito O, a solução
do modelo para a variável p t elimina qualquer possibilidade de inércia.
f
Se as expectativas são racionais, condicionadas ao conjunto de informações do período t-1,
ou seja, se ht = Et −1 (ht ) e pt = Et −1 ( pt ) , o produto é influenciado apenas pelo excesso de oferta de moeda efetiva sobre a oferta esperada.
v
Se as expectativas são racionais, condicionadas ao conjunto de informações do período t-1,
ou seja, se ht = Et −1 (ht ) e pt = Et −1 ( pt ), uma política monetária
anunciada pelo governo, que seja crível, de forma que mt = Et −1 (mt ) = mt , não afeta o produto real nem o nível de preços.
f
Se as expectativas dos agentes são racionais, ou seja, se ht = Et −1 (ht ) e pt = Et −1 ( pt ), a solução do modelo
apresenta inércia dos preços.
f
Operações de mercado aberto em que o Banco Central aumenta os meios de pagamentos
pela compra de títulos implicam aumento de preço e redução da taxa de juros desses títulos.
v
Em uma economia sem moeda manual, o multiplicador monetário corresponde ao inverso do
coeficiente de encaixes totais dos bancos comerciais.
v
Uma operação de mercado aberto expansionista implica uma contração da base monetária e
um aumento do multiplicador monetário.
f
A “monetização”, pelos bancos, de haveres não-monetários do público leva à destruição de
meios de pagamentos.
f
O financiamento do déficit público mediante aumento das receitas correntes do governo ou
pela venda de títulos públicos ao setor privado não-bancário não altera os meios de
pagamentos nem a base monetária.
v
Com base na teoria Keynesiana, avalie as proposições:

A armadilha da liquidez Keynesiana é uma situação em que as pessoas procuram transformar
seus ativos monetários em ativos financeiros, contribuindo para a insuficiência da demanda
efetiva.
f
Com base na teoria Keynesiana, avalie as proposições:

Investimentos são função decrescente da taxa de juros financeira. Portanto, decisões de
investir dependem exclusivamente da taxa de juros, sem levar em conta as expectativas dos
agentes.
f
Com base na teoria Keynesiana, avalie as proposições:

Uma redução na taxa de juros estimula os investimentos, por deslocar para a direita a curva
de demanda dos bens de capital, dado que a curva de oferta não se altera.
v
Com base na teoria Keynesiana, avalie as proposições:

Quando a taxa de juros aumenta, a taxa interna de retorno (eficiência marginal do capital)
deve aumentar na mesma proporção para que não ocorra queda de investimentos.
v
Com base na teoria Keynesiana, avalie as proposições:

A decisão de investimento na teoria Keynesiana perde sentido quando o fluxo de caixa do
projeto apresentar mais de uma taxa interna de retorno.
v
A equação de Fisher mostra que a taxa de juros real é a soma da taxa de juros nominal e da
inflação esperada.
f
De acordo com a teoria Quantitativa da Moeda o controle da oferta monetária implica, em
última instância, o controle da inflação.
v
Quanto menor for a taxa de redesconto, mais barato será o empréstimo de reservas e maior
tenderá a ser o montante levantado pelos bancos junto ao Banco Central
v
De acordo com o modelo de Baumol-Tobin, o custo total de se reter moeda é dado pelo
somatório do custo das idas e vindas ao banco e do montante de moeda retido.
f
Os três instrumentos de política monetária são: taxa de juros, agregados monetários e taxa de
câmbio.
f
Com base no modelo IS-LM, avalie as afirmativas:

No caso geral, um aumento de gastos públicos faz com que aumentem o produto e a
demanda de moeda para transações. Isso explica o aumento da taxa de juros, do qual decorre
o crowding out.
v
Com base no modelo IS-LM, avalie as afirmativas:

O efeito Pigou é provocado pelo efeito-riqueza dos consumidores que, em situação de
deflação e sob o pressuposto de oferta monetária rígida, resulta em aumento da renda e torna
a curva de demanda agregada menos elástica.
f
Com base no modelo IS-LM, avalie as afirmativas:

Com taxas de juros muito elevadas e níveis liquidez baixos demais, o efeito-renda do aumento
dos gastos públicos é nulo.
f
Com base no modelo IS-LM, avalie as afirmativas:

O efeito crowding-out mostra que o multiplicador de gastos será tanto maior quanto menos
elástica for a curva IS.
v
Com base no modelo IS-LM, avalie as afirmativas:

É irrelevante o efeito de uma política fiscal sobre o nível de renda quando a taxa de juros
deixa de surtir efeito sobre a compra de títulos.
f
Sobre ciclos econômicos, julgue as proposições:

Segundo a visão Friedmaniana, ciclos econômicos decorrem da insuficiência de demanda
agregada.
f
Sobre ciclos econômicos, julgue as proposições:

Segundo a equação de oferta de Lucas, apenas mudanças imprevistas na variação da oferta
de moeda podem afetar a produção, fazendo do governo uma fonte de instabilidade da
economia.
v
Sobre ciclos econômicos, julgue as proposições:

De acordo com a teoria dos “ciclos reais de negócios,” um choque tecnológico positivo leva à
redução da demanda de trabalho devido ao aumento dos salários reais.
f
Sobre ciclos econômicos, julgue as proposições:

A análise novo-Keynesiana atribui as flutuações do produto às imperfeições de mercado e ao
lento ajuste de preços e salários.
v
Sobre ciclos econômicos, julgue as proposições:

De acordo com Lucas, a introdução de expectativas racionais nos modelos macroeconômicos
não só foi uma crítica à economia Keynesiana, como forneceu explicação própria para as
flutuações do produto.
v
O salário real é de 10 unidades monetárias no país A e de 5 unidades monetárias no país B; a
produtividade do capital é igual a 2 no país A e igual a 1 no país B.
f
Sendo δ A k A = 150 e δ B k B = 217 , deduz-se que, em relação ao ponto de estacionariedade, o
país A não se encontra em equilíbrio, mas o país B, sim.
v
O país A está numa situação de expansão do estoque de capital per capita, no sentido de
equilíbrio de longo prazo. No país B, não há crescimento de y (renda per capita), nem de k.
f
Com base nas hipóteses de concorrência perfeita, produto homogêneo e funções de produção
idênticas nos dois países, A e B tendem para um crescimento econômico não convergente no
longo prazo.
f
Supondo um aumento na taxa de poupança no país B, pode-se afirmar que seu estado
estacionário permanece inalterado no longo prazo.
f
Considerando uma economia aberta, julgue as afirmativas:

A taxa de câmbio nominal refere-se ao preço relativo entre duas moedas, enquanto que a taxa
de câmbio real corresponde à razão entre o preço do produto estrangeiro e o preço do produto
nacional, ambos expressos na mesma moeda.
v
Considerando uma economia aberta, julgue as afirmativas:

O regime de taxa de câmbio real fixa pressupõe que o Banco Central corrige a taxa de juros
pela diferença entre as taxas interna e externa de inflação.
f
Considerando uma economia aberta, julgue as afirmativas:

Em um mundo com mobilidade de capitais e sem riscos, a condição de arbitragem restringe-se
à igualdade entre as taxas reais de juros interna e externa, quando tais taxas são expressas
na mesma moeda.
f
Considerando uma economia aberta, julgue as afirmativas:

De acordo com a versão relativa da paridade do poder de compra, a taxa de câmbio deve
flutuar de forma que a diferença entre as taxas de inflação doméstica e externa permaneça
constante.
v
Considerando uma economia aberta, julgue as afirmativas:

No regime de câmbio nominal fixo o Banco Central determina o valor da taxa de câmbio
nominal e se compromete a comprar e vender divisas à taxa estipulada.
v
Com base nos modelos de crescimento endógeno, julgue as afirmativas:

Dadas as taxas de crescimento populacional (n) e de depreciação do capital (δ), em um
modelo de crescimento em que a função de produção é: Y = AK, a renda per capita crescerá
continuamente a uma taxa crescente.
f
Com base nos modelos de crescimento endógeno, julgue as afirmativas:

Uma idéia básica das novas teorias do crescimento é que o investimento de capital, seja em
máquinas seja em pessoas, cria fatores externos positivos, isto é, o investimento aumenta não
somente a capacidade produtiva da empresa investidora ou do trabalhador, como também a
capacidade produtiva de outras empresas e trabalhadores similares.
v
Com base nos modelos de crescimento endógeno, julgue as afirmativas:

Um aumento da taxa de investimento agregado resultará não apenas na elevação de uma só
vez nos níveis de capital e produto, mas induzirá um aumento permanente nas taxas de
crescimento do capital e do produto de longo prazo.
v
Com base nos modelos de crescimento endógeno, julgue as afirmativas:

Modelos com mudanças tecnológicas endógenas exibem rendimentos constantes de escala
se forem levados em conta os efeitos dos aumentos no capital e na mão-de-obra sobre a
tecnologia.
f
Com base nos modelos de crescimento endógeno, julgue as afirmativas:

A exclusão da noção de estado estacionário é uma das maneiras pelas quais as teorias de
crescimento endógeno procuram explicar o crescimento econômico contínuo.
v
70
80
Sobre as contas nacionais, avalie as proposições:

A remessa de dinheiro de brasileiros que residem no exterior a familiares no Brasil aumenta a Renda Nacional Bruta.
v
Sobre as contas nacionais, avalie as proposições:

O PIB corresponde ao valor adicionado de todos os bens e serviços produzidos em um país, sendo que, por valor adicionado, entende-se o valor da produção mais o consumo dos bens intermediários.
f
Sobre as contas nacionais, avalie as proposições:

Em geral, países com alto grau de endividamento externo têm, ceteris-paribus, o PIB maior que o PNB.
v
Sobre as contas nacionais, avalie as proposições:

Havendo equilíbrio nas contas do governo, um déficit em transações correntes do balanço de pagamentos implica um excesso de investimentos.
v
Sobre as contas nacionais, avalie as proposições:

O deflator implícito do PIB corresponde à razão entre o PIB nominal e o PIB real.
v
O balanço de pagamentos registra as transferências, os pagamentos internacionais e o comércio de bens e serviços entre um país e o resto do mundo.
v
A aquisição por investidor estrangeiro de ações da Petrobrás é registrada como crédito na conta de capital brasileira.
v
Se um país tem superávit no balanço de pagamentos, suas exportações líquidas serão positivas.
f
Numa economia aberta, o Produto Nacional Bruto é determinado pelos gastos em produtos domésticos efetuados por residentes e não-residentes do país.
f
O acúmulo de estoques indesejados é contabilizado como investimento nas contas nacionais.
v
Avalie as afirmativas. No modelo IS-LM:

Quando o Banco Central fixa a taxa de juros, a política fiscal tem efeito nulo sobre a renda.
f
Avalie as afirmativas. No modelo IS-LM:

A renda não se altera quando o governo aumenta tributos e gastos na mesma proporção, tal que o déficit primário fique inalterado.
f
Avalie as afirmativas. No modelo IS-LM:

Quando a economia é afetada por choques na curva IS, a volatilidade da renda será menor se a taxa de juros for fixa.
f
Avalie as afirmativas. No modelo IS-LM:

Quando a economia é afetada por choques na curva LM, a volatilidade da renda será menor se a oferta de moeda for fixa.
f
Avalie as afirmativas. No modelo IS-LM:

Um aumento da desconfiança em relação ao sistema financeiro (tal que para uma dada renda e taxa de juros os agentes demandem mais moeda) aumenta a taxa de juros e diminui a renda de equilíbrio.
v
Avalie as afirmativas com respeito a uma pequena economia aberta, com perfeita mobilidade de capitais:

A paridade descoberta de juros implica que a taxa de juros doméstica é igual à taxa de juros internacional mais a taxa de depreciação esperada da moeda.
v
Avalie as afirmativas com respeito a uma pequena economia aberta, com perfeita mobilidade de capitais:

Em um regime de câmbio flexível, quando há expectativa de desvalorização do câmbio, a renda aumenta.
f
Avalie as afirmativas com respeito a uma pequena economia aberta, com perfeita mobilidade de capitais:

Em um regime de câmbio fixo, quando há expectativa de desvalorização do câmbio, a renda não se altera.
f
Avalie as afirmativas com respeito a uma pequena economia aberta, com perfeita mobilidade de capitais:

Em um regime de câmbio flexível, quando a taxa de juros internacional aumenta, a renda também aumenta.
v
Avalie as afirmativas com respeito a uma pequena economia aberta, com perfeita mobilidade de capitais:

Em uma economia com regime de câmbio fixo, a política fiscal tem efeito pleno.
v
A respeito da curva de Phillips e da oferta agregada, avalie as proposições:

Quando os agentes formam expectativas com base em informações passadas, apenas o componente não-antecipado da política monetária afeta o produto real.
f
A respeito da curva de Phillips e da oferta agregada, avalie as proposições:

De acordo com as expectativas racionais, a política monetária não tem efeito algum sobre o produto real.
f
A respeito da curva de Phillips e da oferta agregada, avalie as proposições:

Quando preços e salários são rígidos, a oferta agregada é positivamente inclinada.
f
A respeito da curva de Phillips e da oferta agregada, avalie as proposições:

Quando as expectativas são adaptativas, a autoridade monetária tem um “incentivo” a desviar-se da meta de inflação previamente anunciada.
v
A respeito da curva de Phillips e da oferta agregada, avalie as proposições:

Quando os agentes formam expectativas de forma racional, é nulo o custo (em termos de perda de produto real) de uma política monetária crível de redução da taxa de inflação.
v
Com respeito às teorias das flutuações econômicas, avalie as proposições:

De acordo com a teoria dos ciclos reais, flutuações no produto são devidas a choques de produtividade ou na política fiscal.
v
Com respeito às teorias das flutuações econômicas, avalie as proposições:

A década de 90 nos Estados Unidos foi um dos períodos mais longos de baixo desemprego e baixa inflação. A teoria dos ciclos reais explica tal fenômeno pela elevação dos gastos públicos.
f
Com respeito às teorias das flutuações econômicas, avalie as proposições:

Choques negativos de produtividade diminuem o produto e os preços, enquanto choques positivos aumentam o produto e os preços.
f
Com respeito às teorias das flutuações econômicas, avalie as proposições:

De acordo com a teoria dos ciclos reais, a política fiscal e a política monetária crível influenciam apenas os preços, não o produto.
f
Com respeito às teorias das flutuações econômicas, avalie as proposições:De acordo com os novos-Keynesianos, devido à rigidez de preços e salários, a política fiscal e a política monetária crível afetam o produto e o emprego.
v
Um indivíduo deve decidir entre consumir no presente ou postergar o consumo e o fará com base na teoria da renda permanente. Considere que Y0 seja sua renda presente e Y1, sua renda futura; e que ele tenha acesso a crédito, à taxa de juros r. Avalie as proposições:

Um aumento na taxa de juros diminui as possibilidades de consumo presente, mas aumenta as possibilidades de consumo futuro.
v
Um indivíduo deve decidir entre consumir no presente ou postergar o consumo e o fará com base na teoria da renda permanente. Considere que Y0 seja sua renda presente e Y1, sua renda futura; e que ele tenha acesso a crédito, à taxa de juros r. Avalie as proposições:

Suponha que o governo tribute a renda deste indivíduo com um imposto tipo lump-sum. Um aumento do imposto presente, que não seja mantido no futuro, diminui o consumo presente, mas deixa o consumo futuro inalterado.
f
Um indivíduo deve decidir entre consumir no presente ou postergar o consumo e o fará com base na teoria da renda permanente. Considere que Y0 seja sua renda presente e Y1, sua renda futura; e que ele tenha acesso a crédito, à taxa de juros r. Avalie as proposições:

Mantenha a hipótese de que o tributo seja do tipo lump-sum. Uma redução do imposto presente compensada por um aumento futuro devidamente corrigido pela taxa de juros r, aumenta o consumo presente, mas reduz o consumo futuro.
f
Um indivíduo deve decidir entre consumir no presente ou postergar o consumo e o fará com base na teoria da renda permanente. Considere que Y0 seja sua renda presente e Y1, sua renda futura; e que ele tenha acesso a crédito, à taxa de juros r. Avalie as proposições:

Um aumento de renda futura eleva o consumo tanto no presente quanto no futuro.
v
As afirmações abaixo referem-se à teoria do crescimento econômico. Avalie as assertivas:

No modelo de Solow, se a economia tem um estoque de capital por trabalhador que gera um equilíbrio de estado estacionário abaixo da chamada “regra de ouro” da acumulação de capital, então o nível de consumo per capita máximo poderá ser atingido se a geração corrente se dispuser a reduzir o próprio consumo.
v
As afirmações abaixo referem-se à teoria do crescimento econômico. Avalie as assertivas:

O que caracteriza os modelos de crescimento endógenos é a ausência de retornos marginais decrescentes associados à acumulação de capital físico.
f
As afirmações abaixo referem-se à teoria do crescimento econômico. Avalie as assertivas:

O modelo básico de crescimento endógeno, cuja função de produção seja Y = AK, não prevê convergência do nível de renda per capita.
v
As afirmações abaixo referem-se à teoria do crescimento econômico. Avalie as assertivas:

Se há retornos marginais constantes dos fatores de produção que podem ser acumulados, os modelos de crescimento endógenos prevêem que a taxa de crescimento de longo-prazo seja influenciada pela taxa de acumulação desses fatores. No caso do modelo básico Y = AK, a taxa de crescimento de longo-prazo é influenciada pela taxa de poupança.
v
As afirmações abaixo referem-se à teoria do crescimento econômico. Avalie as assertivas:

No modelo de Solow com progresso técnico, um aumento permanente da taxa de poupança leva a um aumento temporário da taxa de crescimento da renda per capita.
v
Com relação à oferta agregada, salários, preços e emprego, são corretas as afirmativas:

Se os salários nominais fossem mais flexíveis, uma política monetária expansionista seria mais eficaz em reduzir a taxa de desemprego.
f
Com relação à oferta agregada, salários, preços e emprego, são corretas as afirmativas:

Se a autoridade monetária decidir acomodar um choque de oferta adverso, minimizará os efeitos recessivos sobre o produto e o emprego, mas intensificará os efeitos inflacionários da política monetária.
v
Com relação à oferta agregada, salários, preços e emprego, são corretas as afirmativas:

No longo-prazo, os salários são flexíveis e portanto a taxa natural de desemprego é nula.
f
Com relação à oferta agregada, salários, preços e emprego, são corretas as afirmativas:

A neutralidade da moeda significa que, no longo prazo, se o Banco Central reduzir a oferta monetária em 3 por cento, preços e salários reduzir-se-ão em 3 por cento.
v
Com relação à oferta agregada, salários, preços e emprego, são corretas as afirmativas:

Na ausência de assimetrias de informação, a curva de oferta agregada de curto-prazo torna-se mais inclinada na medida em que os salários ajustam-se mais rapidamente a variações no desemprego.
v
Entende-se por “superávit fiscal primário” a diferença entre receitas e gastos governamentais, excetuadas as despesas com pagamento de juros.
v
Déficit primário no orçamento público faz crescerem o déficit público total e os gastos com pagamento de juros.
v
De acordo com o princípio da Equivalência Ricardiana, uma redução de impostos financiada pela emissão de títulos públicos não implica aumento de poupança.
f
Em uma economia sem crescimento real, o endividamento é a única forma de se pagar por programas governamentais.
f
Segundo a teoria da paridade do poder de compra da taxa de câmbio, os movimentos verificados na taxa de câmbio entre duas moedas refletem primordialmente as diferenças no comportamento dos preços dos países que as emitiram.
v
Considere o modelo de Solow com uma função de produção Cobb-Douglas: Y = K^a(NA)^(1-a), em que Y, K, N e A correspondem ao produto, estoque de capital, número de trabalhadores e tecnologia, respectivamente. Avalie as proposições abaixo referentes aos resultados deste modelo, no longo prazo:

A razão capital/produto cresce à mesma taxa que o progresso técnico.
f
Considere o modelo de Solow com uma função de produção Cobb-Douglas: Y = K^a(NA)^(1-a), em que Y, K, N e A correspondem ao produto, estoque de capital, número de trabalhadores e tecnologia, respectivamente. Avalie as proposições abaixo referentes aos resultados deste modelo, no longo prazo:

O salário (w) cresce à mesma taxa que progresso técnico.
v
Considere o modelo de Solow com uma função de produção Cobb-Douglas: Y = K^a(NA)^(1-a), em que Y, K, N e A correspondem ao produto, estoque de capital, número de trabalhadores e tecnologia, respectivamente. Avalie as proposições abaixo referentes aos resultados deste modelo, no longo prazo:

A taxa de remuneração do capital (r) é constante.
v
Considere o modelo de Solow com uma função de produção Cobb-Douglas: Y = K^a(NA)^(1-a), em que Y, K, N e A correspondem ao produto, estoque de capital, número de trabalhadores e tecnologia, respectivamente. Avalie as proposições abaixo referentes aos resultados deste modelo, no longo prazo:

A participação do lucro na renda (razão rK/Y) cresce à mesma taxa que o progresso técnico.
f
Considere o modelo de Solow com uma função de produção Cobb-Douglas: Y = K^a(NA)^(1-a), em que Y, K, N e A correspondem ao produto, estoque de capital, número de trabalhadores e tecnologia, respectivamente. Avalie as proposições abaixo referentes aos resultados deste modelo, no longo prazo:

A participação do trabalho na renda (razão wN/Y) é constante.
v
Avalie as assertivas abaixo referentes ao modelo Mundell-Fleming:

Em regime de câmbio fixo, é impossível implementar uma política monetária independente.
f
Avalie as assertivas abaixo referentes ao modelo Mundell-Fleming:

Em regime de câmbio flutuante e perfeita mobilidade de capital, uma política monetária expansionista causa depreciação da moeda doméstica, enquanto uma política fiscal expansionista causa sua apreciação.
v
Avalie as assertivas abaixo referentes ao modelo Mundell-Fleming:

Em regime de câmbio flutuante e perfeita mobilidade de capital, a taxa de juros doméstica (ajustada para risco) não se desvia da taxa de juros internacional por períodos prolongados.
f
Avalie as assertivas abaixo referentes ao modelo Mundell-Fleming:

É possível melhorar a conta corrente mediante uma expansão monetária.
v
A respeito dos determinantes do consumo, avalie as informações:

De acordo com a hipótese da renda permanente, uma valorização generalizada – e entendida como permanente – das ações na bolsa de valores afetará positivamente o consumo.
v
A respeito dos determinantes do consumo, avalie as informações:

Tanto a teoria do ciclo de vida quanto a hipótese da renda permanente consideram que o consumo está diretamente relacionado a uma medida de renda de longo-prazo.
v
A respeito dos determinantes do consumo, avalie as informações:

De acordo com a hipótese da renda permanente, a propensão marginal a consumir a partir da renda transitória é maior que a propensão marginal a consumir a partir da renda permanente.
f
A respeito dos determinantes do consumo, avalie as informações:

Se a teoria do ciclo de vida for correta, deve-se esperar que a razão entre consumo e poupança acumulada decresça ao longo do tempo até o momento da aposentadoria do consumidor.
v
A respeito dos determinantes do consumo, avalie as informações:

A hipótese da renda permanente estabelece que um aumento temporário de impostos não afeta as decisões correntes de consumo. No entanto, se um indivíduo destituído não tem acesso a crédito e sua renda corrente é suficiente apenas para cobrir seus gastos correntes, o aumento de impostos, ainda que transitório, afetará suas decisões de consumo.
v
Determine o valor da poupança de um consumidor dadas as seguintes informações: função utilidade: U = ln(c0)+ln(c1), em que c0 é o consumo presente e c1, o consumo futuro; a renda é de $100 no presente e de $50, no futuro; a taxa de juros de mercado é 0%; e não há imperfeições no mercado de crédito.
25
Assuma que o setor de bens e serviços de uma economia seja descrito pelas equações:
C = a + b(Y-T)
I(equipamentos) = c+dY
I(estoques) = g+hY
Y = C + I(equipamentos) + I(estoques) + G

Se b=0,5, d=0,2 e h=0,2, calcule os multiplicadores de gastos e de impostos, G e T. Para marcação na folha de respostas some os dois resultados.
05
Sobre contas nacionais, avalie as proposições:

Quando crescem as remessas de juros ao exterior, aumenta-se o déficit na conta de capitais, ceteris paribus.
f
Sobre contas nacionais, avalie as proposições:

Quando em um país operam um grande número de empresas estrangeiras, ao mesmo tempo em que poucas empresas e residentes deste país operam em outras economias, o PIB será maior que o PNB.
f
Sobre contas nacionais, avalie as proposições:
Se um aumento do juro doméstico for contrabalançado por um corte de gastos correntes, o déficit primário do governo cairá.
v
Sobre contas nacionais, avalie as proposições:

A variação do PIB real será sempre igual ou menor que sua variação nominal.
f
Sobre contas nacionais, avalie as proposições:

A soma das remunerações dos fatores de produção é igual à soma dos gastos em bens e serviços finais produzidos internamente.
f
Com base nas identidades das contas nacionais, avalie as proposições que se seguem, para uma economia aberta:

Um aumento do déficit público leva a igual elevação do déficit externo.
f
Com base nas identidades das contas nacionais, avalie as proposições que se seguem, para uma economia aberta:

Se a poupança externa for igual ao déficit público, a poupança do setor privado será idêntica ao investimento.
v
Com base nas identidades das contas nacionais, avalie as proposições que se seguem, para uma economia aberta:

A conta de capitais será negativa quando a poupança doméstica for menor que o investimento.
f
Com base nas identidades das contas nacionais, avalie as proposições que se seguem, para uma economia aberta:

Um déficit do balanço de pagamentos pode ser financiado com a perda de reservas, cujo lançamento contábil terá sinal negativo.
f
Com base nas identidades das contas nacionais, avalie as proposições que se seguem, para uma economia aberta:

A igualdade entre poupança e investimento é equivalente ao equilíbrio do mercado de bens.
v
No modelo IS–LM:

Excluindo o caso limite da armadilha pela liquidez, o impacto de uma queda nos preços sobre a demanda será tanto maior quanto mais elástico for o investimento à taxa de juros real.
v
No modelo IS–LM:

Quando a economia é afetada por choques reais, a volatilidade da renda é menor quando a autoridade monetária fixa a quantidade de moeda do que quando fixa a taxa de juro.
v
No modelo IS–LM:

Caso a elasticidade juro da demanda de moeda seja nula e a elasticidade-juro do investimento seja infinita, uma expansão monetária alterará apenas a taxa de juro de equilíbrio, em nada influenciando a renda.
f
No modelo IS–LM:

Dados os parâmetros que definem a inclinação da curva LM e a sensibilidade-juros do investimento, a política monetária será tão mais potente para elevar a renda quanto maior for a propensão média a poupar da sociedade.
f
No modelo IS–LM:

Em uma situação de armadilha da liquidez, a política fiscal é eficaz para tirar a economia da recessão.
v
Considere o modelo Keynesiano básico para uma economia fechada e sem governo. Sabendo-se que, a partir de uma posição de equilíbrio, um aumento de 100 reais no investimento provoca um aumento de 500 reais no PIB, julgue as assertivas:

A propensão média a poupar é 0,2.
f
Considere o modelo Keynesiano básico para uma economia fechada e sem governo. Sabendo-se que, a partir de uma posição de equilíbrio, um aumento de 100 reais no investimento provoca um aumento de 500 reais no PIB, julgue as assertivas:

O aumento de consumo gerado pelo aumento do investimento é de 400 reais e a propensão média a consumir é 0,8.
f
Considere o modelo Keynesiano básico para uma economia fechada e sem governo. Sabendo-se que, a partir de uma posição de equilíbrio, um aumento de 100 reais no investimento provoca um aumento de 500 reais no PIB, julgue as assertivas:

Tendo o aumento de consumo sido de 400 reais, o multiplicador Keynesiano é 5.
v
Considere o modelo Keynesiano básico para uma economia fechada e sem governo. Sabendo-se que, a partir de uma posição de equilíbrio, um aumento de 100 reais no investimento provoca um aumento de 500 reais no PIB, julgue as assertivas:

Supondo-se que haja governo e que o orçamento seja mantido em equilíbrio, um aumento de 100 reais nos gastos públicos provocará um aumento de 100 reais no PIB.
v
A paridade do poder de compra absoluta implica que o câmbio real é sempre igual a 1.
v
A paridade do poder de compra relativo implica que a taxa de câmbio nominal é igual à diferença entre a inflação doméstica e a externa.
f
Custos de transporte e tarifas de importação são alguns dos fatores que explicam porque a PPP absoluta raramente se aplica na prática.
v
Sob plena mobilidade de capitais, a equação de paridade de juros nos diz que, se o juro doméstico menos o risco supera o juro externo, há expectativa de desvalorização do câmbio nominal.
v
Dois países que adotam a mesma moeda, só poderão apresentar taxas nominais de juros diferentes se seus riscos também forem diferentes.
f
Os ciclos econômicos, segundo a teoria novo clássica, resultam de choques de oferta.
v
Ainda segundo a teoria novo clássica, a rigidez de preços e salários nominais é crucial para explicar porque a política monetária é neutra em relação à atividade econômica.
f
Quando preços e salários são plenamente flexíveis, a política monetária influencia apenas variáveis reais.
f
Um dos motivos que levou bancos centrais ao redor do mundo a adotar regras de juros, abandonando as regras de agregados monetários, foi o aumento da volatilidade da velocidade de circulação da moeda, em meados dos anos 80.
v
Segundo os novos Keynesianos, enquanto os chamados custos de menu explicam rigidezes reais, a tese de salário eficiência explica rigidezes de caráter nominal.
f
Sobre o tema “Inflação e Curva de Philips”(inflação no eixo Y, e desemprego no eixo X), avalie as proposições:

A chamada Curva de Phillips postula uma relação positiva entre inflação e desemprego.
f
Sobre o tema “Inflação e Curva de Philips”(inflação no eixo Y, e desemprego no eixo X), avalie as proposições:

Nos modelos em que a oferta considera expectativas racionais, apenas a parte não esperada da moeda afetará a atividade econômica.
f
Sobre o tema “Inflação e Curva de Philips”(inflação no eixo Y, e desemprego no eixo X), avalie as proposições:

Segundo a teoria quantitativa da moeda, sendo a velocidade de circulação constante, haverá deflação quando a economia crescer mais rapidamente que a oferta de moeda.
v
Sobre o tema “Inflação e Curva de Philips”(inflação no eixo Y, e desemprego no eixo X), avalie as proposições:

Em um modelo de expectativas racionais, a curva de Phillips de longo prazo é horizontal.
f
Sobre o tema “Inflação e Curva de Philips”(inflação no eixo Y, e desemprego no eixo X), avalie as proposições:

Uma elevação das expectativas de inflação desloca a curva de Phillips para cima e para a direita.
v
No modelo crescimento econômico de Solow:

Uma elevação da taxa de poupança afeta o crescimento da renda per capita de longo prazo.
f
No modelo crescimento econômico de Solow:

Uma elevação da taxa de poupança afeta a renda per capita de longo prazo.
v
No modelo crescimento econômico de Solow:

A taxa de poupança é exógena.
v
No modelo crescimento econômico de Solow:

Se o crescimento populacional é nulo e a poupança é superior à depreciação física do capital, a economia estará crescendo em direção a sua renda de estado estacionário.
v
No modelo crescimento econômico de Solow:

Partindo-se do estado estacionário, um aumento da taxa de crescimento populacional leva, no curto prazo, a um crescimento negativo do PIB per capita.
v
Avalie as seguintes proposições sobre função de produção, mercado de trabalho e crescimento endógeno:

Uma firma maximizadora de lucro cuja função de produção tem como argumentos trabalho e capital contratará trabalho até que o produto marginal deste fator iguale o salário real.
f
Avalie as seguintes proposições sobre função de produção, mercado de trabalho e crescimento endógeno:

Quando o estoque de capital está abaixo de seu valor de equilíbrio, o produto marginal do capital é menor que o juro real.
f
Avalie as seguintes proposições sobre função de produção, mercado de trabalho e crescimento endógeno:

Segundo os modelos de crescimento endógeno, haverá convergência entre a renda per capita de diferentes países no longo prazo.
f
Avalie as seguintes proposições sobre função de produção, mercado de trabalho e crescimento endógeno:

Nos modelos de crescimento endógeno, alterações na taxa de poupança não influenciam nem mesmo o crescimento de curto prazo.
f
Sobre o modelo de Mundell-Fleming (renda no eixo X e juro no eixo Y):

Com taxas fixas de câmbio e mobilidade imperfeita de capitais, apenas a política fiscal será eficaz para influenciar a renda.
v
Sobre o modelo de Mundell-Fleming (renda no eixo X e juro no eixo Y):

Em um regime de taxas flutuantes de câmbio e perfeita mobilidade de capitais, expansões fiscais são ineficazes para influenciar a renda.
v
Sobre o modelo de Mundell-Fleming (renda no eixo X e juro no eixo Y):

Neste modelo, a curva que explicita o equilíbrio externo será horizontal caso haja plena mobilidade de capitais, e negativamente inclinada caso a mobilidade não seja plena.
f
Sobre o modelo de Mundell-Fleming (renda no eixo X e juro no eixo Y):

Havendo plena mobilidade de capitais, o equilíbrio com taxas fixas de câmbio é encontrado na interseção da curva IS com a curva BP, que representa o equilíbrio externo. Neste caso, a curva LM é redundante.
v
Sobre o modelo de Mundell-Fleming (renda no eixo X e juro no eixo Y):

Em um regime de taxas flutuantes de câmbio, uma expansão monetária gera uma alta inicial dos investimentos, mas uma queda das exportações líquidas.
f
Avalie as seguintes proposições sobre economia monetária:

Um aumento da taxa de redesconto, tudo o mais constante, leva a uma contração de M1.
v
Avalie as seguintes proposições sobre economia monetária:

Caso a base monetária não se altere, uma elevação do multiplicador bancário leva à redução de M1.
f
Avalie as seguintes proposições sobre economia monetária:

Dado que a autoridade monetária pode controlar o compulsório dos bancos, ela também pode determinar o tamanho do multiplicador bancário.
f
Avalie as seguintes proposições sobre economia monetária:

Se o banco central quiser aumentar a quantidade de moeda na economia, ele pode realizar operações de mercado aberto que envolvam venda de títulos públicos, ou reduzir as alíquotas do compulsório.
f
Avalie as seguintes proposições sobre economia monetária:

A base monetária é por definição igual à reserva bancária mais os depósitos à vista nos bancos.
f
De acordo com a teoria do Ciclo de Vida, de Modigliani, uma elevação da renda permanente das famílias levará ao aumento da taxa de poupança.
f
Ainda de acordo com a teoria acima citada, é correto afirmar que um aumento da expectativa de vida levará a uma elevação da propensão a poupar.
v
Restrições e imperfeições no mercado de crédito corroboram os argumentos da teoria do Ciclo de Vida.
f
Segundo a teoria Keynesiana, o consumo é uma função da renda corrente e a propensão marginal a consumir é menor que a unidade.
v
Se os mercados de crédito funcionam bem, vale o dito “financie um choque temporário e ajuste-se a um choque permanente”.
v
Segundo a equivalência Barro-Ricardo, uma elevação do déficit público não necessariamente leva a uma maior taxa de juro real, pois a queda na poupança pública é compensada por um aumento da poupança privada.
v
Se vale a equivalência Barro-Ricardo, títulos públicos não são considerados riqueza pelas famílias.
v
Usando a teoria quantitativa da moeda e assumindo: primeiro, que a velocidade de circulação é constante e, segundo, que o PIB cresce à taxa anual de 4%, uma expansão de 3% da oferta de moeda levará a uma inflação de 1%.
f
Quando o q de Tobin é maior que 1, a economia estará desinvestindo.
f
Um choque tecnológico que aumenta a produtividade marginal do capital, ceteris paribus, provoca uma elevação do juro real.
v
Com base no modelo clássico (também chamado neoclássico), julgue as afirmativas:

Vigorando o salário real de equilíbrio, a economia estará em pleno emprego, mas, ainda assim, haverá desemprego voluntário e desemprego friccional.
v
Com base no modelo clássico (também chamado neoclássico), julgue as afirmativas:

Considerando-se apenas uma função de produção convencional com retornos decrescentes, em que sejam dados o estoque de capital e o estado tecnológico, nada pode ser inferido a respeito da elasticidade da função demanda de trabalho.
f
Com base no modelo clássico (também chamado neoclássico), julgue as afirmativas:

Se todo o estoque de moeda é útil apenas como meio de troca, ou seja, se não há entesouramento, então, os indivíduos não pouparão, nessa economia.
f
Com base no modelo clássico (também chamado neoclássico), julgue as afirmativas:

Se o governo decide estabelecer um salário real superior ao salário de equilíbrio, o desemprego aumentará por dois motivos: (i) trabalhadores serão demitidos e (ii) parte dos trabalhadores desempregados passarão a procurar emprego.
v
Com base no modelo clássico (também chamado neoclássico), julgue as afirmativas:

Se na economia os indivíduos não poupam, vigorará a lei de Say, que diz que toda oferta encontra uma demanda correspondente.
f
Sendo a demanda de moeda dada por M = P(Y – 0,2i) e a demanda agregada dada por C + I, em que C = 10 + 0,75Y e I =15 – 0,25i, calcule a soma das inclinações das curvas IS e LM (juro no eixo vertical e renda no eixo horizontal).
04
Utilizando como referência a estrutura geral do balanço de pagamentos, julgue as afirmativas:

A conta de capital é negativa para um país que apresenta superávit em transações correntes, o que equivale a uma diminuição dos ativos externos líquidos em poder dos residentes desta economia.
f
Utilizando como referência a estrutura geral do balanço de pagamentos, julgue as afirmativas:

Caso não ocorra o pagamento de um empréstimo externo no seu vencimento, debita-se a conta de amortizações e credita-se a conta de atrasados comerciais. No momento da liquidação efetiva desse atrasado, debita-se esta última conta e credita-se uma conta de caixa.
v
Utilizando como referência a estrutura geral do balanço de pagamentos, julgue as afirmativas:

O balanço de serviços engloba, entre outros itens, os pagamentos e os recebimentos relativos a viagens internacionais, seguros, amortizações, lucros e dividendos.
f
Utilizando como referência a estrutura geral do balanço de pagamentos, julgue as afirmativas:

A renda líquida recebida (+) ou enviada (–) para o exterior é, por definição, o saldo de serviços de fatores mais o de transferências unilaterais. Por sua vez, a transferência líquida de recursos para o exterior equivale ao saldo comercial mais o saldo de serviços de não-fatores.
v
Utilizando como referência a estrutura geral do balanço de pagamentos, julgue as afirmativas:

O aumento do passivo externo líquido de um país em determinado período de tempo é equivalente ao déficit, nesse mesmo período, dos movimentos de capitais autônomos e compensatórios.
f
Com base nos princípios da contabilidade nacional, julgue as afirmativas:

Em uma economia aberta, a absorção coincidirá com o produto, independente do sinal do saldo comercial do país.
f
Com base nos princípios da contabilidade nacional, julgue as afirmativas:

A poupança bruta, em uma economia fechada e sem governo, é idêntica à soma da formação bruta de capital fixo mais a variação de estoques.
v
Com base nos princípios da contabilidade nacional, julgue as afirmativas:

Em uma economia aberta e sem governo, são registradas como importações apenas as aquisições de bens e serviços que não correspondam ao pagamento de fatores de produção. Este último é computado no cálculo da renda líquida enviada ao exterior.
v
Com base nos princípios da contabilidade nacional, julgue as afirmativas:

O total dos créditos da conta de produção, em uma economia aberta e com governo, é a soma do consumo total, investimento bruto e importações. Portanto, o total dos créditos representa a soma da despesa interna bruta mais exportações.
f
Com base nos princípios da contabilidade nacional, julgue as afirmativas:

Na apuração da renda nacional, são incluídos os ganhos auferidos na revenda de ações de empresas e na especulação imobiliária.
f
Tendo em conta conceitos relativos ao sistema monetário, julgue as proposições:

Define-se papel-moeda em poder do público como sendo o saldo do papel-moeda emitido menos a caixa em moeda corrente dos bancos comerciais.
f
Tendo em conta conceitos relativos ao sistema monetário, julgue as proposições:

O setor bancário cria meios de pagamento quando, por exemplo, adquire bens ou serviços junto ao público, pagando em moeda corrente.
v
Tendo em conta conceitos relativos ao sistema monetário, julgue as proposições:

No cálculo dos meios de pagamento, a noção de moeda manual empregada é a do saldo do papel-moeda em poder do público, vale dizer, o total emitido menos os encaixes em moeda corrente dos bancos comerciais e do Banco Central.
v
Tendo em conta conceitos relativos ao sistema monetário, julgue as proposições:

Os recursos em poder dos bancos comerciais incluem apenas o patrimônio líquido, os depósitos à vista recebidos do público e os empréstimos recebidos do Banco Central.
f
Tendo em conta conceitos relativos ao sistema monetário, julgue as proposições:

Para que uma determinada transação origine uma variação nos meios de pagamento, é necessário que ela ocorra entre o setor bancário e o setor não bancário da economia. Sendo assim, um aumento das aplicações do público em certificados de depósito a prazo emitidos pelos bancos de investimento, por exemplo, mantém inalterados os meios de pagamento.
v
A respeito da demanda de moeda, julgue as afirmativas:

O modelo elaborado por Tobin utiliza a idéia de preferência pela liquidez para derivar uma relação inversa entre a demanda de moeda e a rentabilidade dos demais ativos e uma relação direta entre essa demanda e a expectativa de inflação.
f
A respeito da demanda de moeda, julgue as afirmativas:

De acordo com a reconstrução da teoria quantitativa da moeda, de Friedman, um aumento da participação da riqueza sob a forma de capital humano no portfólio dos indivíduos torna os portfólios menos líquidos e eleva a demanda de moeda.
v
A respeito da demanda de moeda, julgue as afirmativas:

Embora destaque a influência, entre outras, dos custos de transação na demanda de moeda, o modelo de Baumol não pode ser interpretado como complementar ao modelo de demanda de moeda desenvolvido por Tobin.
f
A respeito da demanda de moeda, julgue as afirmativas:

De acordo com a concepção de equivalência Ricardiana, os consumidores alteram seu consumo quando o governo promove, por exemplo, uma redução dos impostos diretos.
f
A respeito da demanda de moeda, julgue as afirmativas:

Segundo a hipótese de Fisher, a taxa de juros real de longo prazo é invariante a uma expansão monetária nominal, seja esta permanente, ou não.
v
A respeito dos determinantes do consumo e do investimento, julgue as afirmativas:

De acordo com o modelo da “renda permanente”, o consumo corrente dos indivíduos é determinado por hábitos de consumo formados ao longo do tempo.
f
A respeito dos determinantes do consumo e do investimento, julgue as afirmativas:

De acordo com o modelo do “ciclo de vida”, os indivíduos poupam a mesma fração de sua renda ao longo da vida.
f
A respeito dos determinantes do consumo e do investimento, julgue as afirmativas:

A conclusão básica da teoria “q”, de Tobin, é que as empresas, em suas decisões de investimento, levam em conta a relação entre o valor de mercado do capital instalado (dado pelo mercado de ações) e o custo de reposição do capital.
v
A respeito dos determinantes do consumo e do investimento, julgue as afirmativas:

Caso seja válida a hipótese da “renda permanente” e caso as expectativas sejam “racionais”, somente mudanças inesperadas na política econômica poderão influenciar o consumo.
v
A respeito dos determinantes do consumo e do investimento, julgue as afirmativas:

Segundo Keynes, embora o investimento dependa tanto da taxa de juros quanto das expectativas dos agentes econômicos, a volatilidade destas é a principal razão para a instabilidade dos investimentos.
v
Empregando os conceitos de curva de oferta agregada e de curva de Phillips, julgue as proposições:

Conforme a curva de oferta de Lucas, somente o componente não-antecipado de uma expansão monetária afeta o produto real.
v
Empregando os conceitos de curva de oferta agregada e de curva de Phillips, julgue as proposições:

A política monetária exerce impacto real sobre o produto de longo prazo somente quando os agentes econômicos formam expectativas adaptativas.
f
Empregando os conceitos de curva de oferta agregada e de curva de Phillips, julgue as proposições:

Dado que os agentes formam expectativas racionais, o viés inflacionário da política monetária discricionária decorre da inconsistência intertemporal do anúncio, por parte da autoridade monetária, de que perseguirá uma inflação baixa.
v
Empregando os conceitos de curva de oferta agregada e de curva de Phillips, julgue as proposições:

No longo prazo, a possibilidade de que políticas ativas de administração da demanda sejam utilizadas para reduzir a taxa de desemprego, trazendo-a para um nível inferior à taxa natural, independe do formato da curva de Phillips
f
Empregando os conceitos de curva de oferta agregada e de curva de Phillips, julgue as proposições:

O custo, em termos de queda do produto real, de uma política econômica crível de redução da taxa de inflação é menor quando os agentes econômicos formam expectativas racionais do que quando formam expectativas adaptativas.
v
A arbitragem subjacente à condição de paridade descoberta de juros implica que a taxa de juros local deve ser (aproximadamente) igual à taxa de juros externa mais a taxa de apreciação esperada da moeda doméstica.
f
Numa economia aberta em que a condição de paridade de juros é satisfeita, os efeitos de uma política monetária contracionista são a diminuição do produto, o aumento da taxa de juros e a apreciação da moeda doméstica, qualquer que seja o regime cambial vigente.
f
Quanto menor for mobilidade do capital, maior será a possibilidade de utilização da política monetária para, simultaneamente, reduzir a taxa de juros doméstica e manter a paridade cambial.
v
Em uma economia operando sob taxas cambiais fixas, uma política econômica expansionista, seja ela fiscal ou monetária, causará um aumento no produto superior ao que seria observado caso essa economia operasse sob taxas cambiais flexíveis.
f
Enquanto um aumento na demanda doméstica provoca um aumento no produto doméstico e uma piora no saldo comercial, um aumento na demanda externa provoca um aumento no produto doméstico e uma melhora no saldo comercial.
v
Considerando as várias abordagens da questão das flutuações econômicas, julgue as afirmativas:

De acordo com a hipótese do salário de eficiência, a produtividade do trabalho não é influenciada por variações no salário real.
f
Considerando as várias abordagens da questão das flutuações econômicas, julgue as afirmativas:

Segundo os “novos Keynesianos”, as mudanças tecnológicas são o principal determinante das flutuações nas variáveis reais.
f
Considerando as várias abordagens da questão das flutuações econômicas, julgue as afirmativas:

Segundo os modelos originais na tradição dos ciclos econômicos reais, variáveis nominais, como a oferta de moeda, não exercem impacto sobre as variáveis reais, como o produto e o emprego.
v
Considerando as várias abordagens da questão das flutuações econômicas, julgue as afirmativas:

A existência de custos de menu faz com que os salários nominais, mas não os preços, sejam rígidos.
f
Considerando as várias abordagens da questão das flutuações econômicas, julgue as afirmativas:

De acordo com os modelos originais na tradição dos ciclos econômicos reais, as flutuações econômicas são devidas a algum tipo de rigidez real do sistema de preços.
f
Segundo o modelo de Harrod, a coincidência entre a taxa de crescimento garantida e a taxa de crescimento natural é improvável.
v
De acordo com o modelo de Harrod, partindo-se de uma posição de pleno emprego, se a taxa de crescimento garantida for maior que a taxa de crescimento natural, o crescimento será sustentado e com pleno emprego.
f
Uma implicação básica do modelo de crescimento de Solow é que a taxa de crescimento é endógena.
f
No modelo de crescimento de Solow, a “regra de ouro” do capital indica o nível de capital que maximiza o consumo de longo prazo.
v
No longo prazo, segundo o modelo de crescimento de Solow, quanto maior for a taxa de poupança, maiores serão o fluxo de produto e o estoque de capital.
v
Com base nos modelos de crescimento endógeno, julgue as afirmativas:

O crescimento do produto per capita, no longo prazo, depende de variáveis como o nível de gastos em educação e pesquisa.
v
Com base nos modelos de crescimento endógeno, julgue as afirmativas:

No modelo básico, em que a função de produção é dada por Y = AK, um aumento na taxa de poupança não influencia a taxa de crescimento de longo prazo.
f
Com base nos modelos de crescimento endógeno, julgue as afirmativas:

Ao contrário de uma das conclusões básicas do modelo de Solow, apenas o progresso técnico pode explicar elevações persistentes no padrão de vida da sociedade.
f
Com base nos modelos de crescimento endógeno, julgue as afirmativas:

Uma vez que o conhecimento é uma forma de capital, sua acumulação está sujeita à lei dos rendimentos decrescentes.
f
Com base nos modelos de crescimento endógeno, julgue as afirmativas:

Ao contrário do que presume o modelo de Solow, o progresso técnico deve ser considerado endógeno.
v
Considere uma economia descrita pelas seguintes equações de comportamento:

ut - ut-1 = - 0,2 (gyt - 0,02) (Lei de Okun)
pt - pt-1 = - (ut - 0,05) (Curva de Phillips)
gyt = gmt - pt (Relação de demanda agregada)

A taxa de desemprego natural é igual a 5%.
v
Considere uma economia descrita pelas seguintes equações de comportamento:

ut - ut-1 = - 0,2 (gyt - 0,02) (Lei de Okun)
pt - pt-1 = - (ut - 0,05) (Curva de Phillips)
gyt = gmt - pt (Relação de demanda agregada)

Caso a taxa de desemprego vigente seja igual à natural, uma taxa de crescimento do produto igual a 4% manterá constante a taxa de desemprego.
f
Considere uma economia descrita pelas seguintes equações de comportamento:

ut - ut-1 = - 0,2 (gyt - 0,02) (Lei de Okun)
pt - pt-1 = - (ut - 0,05) (Curva de Phillips)
gyt = gmt - pt (Relação de demanda agregada)

Caso a taxa de desemprego vigente seja menor que a natural, a taxa de inflação vigente será maior que aquela que seria observada caso a taxa de desemprego vigente fosse igual à taxa natural.
v
Considere uma economia descrita pelas seguintes equações de comportamento:

ut - ut-1 = - 0,2 (gyt - 0,02) (Lei de Okun)
pt - pt-1 = - (ut - 0,05) (Curva de Phillips)
gyt = gmt - pt (Relação de demanda agregada)

Caso a taxa de desemprego vigente seja igual à natural e a taxa de inflação vigente seja igual a 5%, uma taxa de crescimento monetário de 9% manterá constante a taxa de desemprego.
f
Considere uma economia descrita pelas seguintes equações de comportamento:

ut - ut-1 = - 0,2 (gyt - 0,02) (Lei de Okun)
pt - pt-1 = - (ut - 0,05) (Curva de Phillips)
gyt = gmt - pt (Relação de demanda agregada)

Caso a taxa de desemprego vigente seja maior que a natural, a taxa de inflação vigente será menor que aquela que seria observada caso a taxa de desemprego vigente fosse igual à taxa natural.
v
Com base nos dados que seguem, calcule o montante dos meios de pagamentos como proporção dos depósitos à vista:
a) o público mantém 20% de seus meios de pagamentos na forma de papel-moeda;
b) do total de seus depósitos à vista, os bancos comerciais mantêm 30% como reserva compulsória, 10% como reserva voluntária e 10% como encaixe em moeda corrente.
Para marcação na folha de respostas, multiplique o valor encontrado por 40.
50
Considere a seguinte versão numérica do modelo IS-LM:

C = 200 + 0,5 Yd
I = 600 – 2000i + 0,1Y
G = 100
T = 100
X = 200
M = 0,2Yd
(M/P)^d = 0,5Y – 800i
(M/P)^s = 275

em que: C é o consumo agregado, Y é a renda, Yd é a renda disponível, I é o investimento privado, i é a taxa de juros, T é a arrecadação tributária, G é o gasto do Governo, X representa as exportações e, M, as importações. Por sua vez, as duas últimas equações representam, respectivamente, a demanda e a oferta de moeda, ambas em termos reais. Calcule a taxa de juros de equilíbrio e multiplique o valor encontrado por 100.
25
Considere uma economia aberta descrita pelas seguintes equações comportamentais:

C = 200 + 0,5Yd
I = 400 + 0,2Y - 2000i
G = 100
T = 100
X = 200 + 0,01Y* + 100
Q = 0,1Y - 50
Y* = 10000
Em que: C é o consumo agregado, Y é a renda, Yd é a renda disponível, I é o investimento privado, i é a taxa de juros, T é a arrecadação tributária, G é o gasto do Governo, X representa as exportações, Q é o total das importações,  é a taxa de câmbio real e Y* é a renda externa. Supondo que a taxa de juros seja igual a 5% e que a taxa de câmbio real seja igual a 1, calcule o produto de equilíbrio e divida o resultado encontrado por 100.
25
Considere uma economia cuja função de produção é dada por Y=sqrt(KNA), em que Y, K, N e A representam, respectivamente, o produto, o estoque de capital, o número de trabalhadores e o estado da tecnologia. Por sua vez, a taxa de poupança é igual a 20%, a taxa de depreciação é igual a 5%, a taxa de crescimento do número de trabalhadores é igual a 2,5% e a taxa de progresso tecnológico é igual a 2,5%. Calcule valor do capital por trabalhador efetivo no estado estacionário.
04
As operações abaixo foram registradas, no ano t, para uma economia aberta:
(a)O país recebeu donativos, em mercadorias, no valor de $20 milhões;
(b)A renda líquida enviada ao exterior foi nula;
(c)O país importou equipamentos no valor de $5 bilhões, financiados no exterior mediante empréstimo de longo prazo;
(d)Multinacionais estrangeiras reinvestiram no país lucros no valor de $10 bilhões;
(e)O país apresentou déficit em transações correntes de $30 bilhões;
(f)O país recebeu capitais de curto prazo no valor de $15 bilhões.

Com base nas informações acima, avalie as proposições que se seguem. No ano t:

O PNB foi maior do que o PIB.
f
As operações abaixo foram registradas, no ano t, para uma economia aberta:
(a)O país recebeu donativos, em mercadorias, no valor de $20 milhões;
(b)A renda líquida enviada ao exterior foi nula;
(c)O país importou equipamentos no valor de $5 bilhões, financiados no exterior mediante empréstimo de longo prazo;
(d)Multinacionais estrangeiras reinvestiram no país lucros no valor de $10 bilhões;
(e)O país apresentou déficit em transações correntes de $30 bilhões;
(f)O país recebeu capitais de curto prazo no valor de $15 bilhões.

Com base nas informações acima, avalie as proposições que se seguem. No ano t:

Os donativos recebidos exerceram impacto positivo, no valor de $20 bilhões, sobre o balanço de transações correntes.
f
As operações abaixo foram registradas, no ano t, para uma economia aberta:
(a)O país recebeu donativos, em mercadorias, no valor de $20 milhões;
(b)A renda líquida enviada ao exterior foi nula;
(c)O país importou equipamentos no valor de $5 bilhões, financiados no exterior mediante empréstimo de longo prazo;
(d)Multinacionais estrangeiras reinvestiram no país lucros no valor de $10 bilhões;
(e)O país apresentou déficit em transações correntes de $30 bilhões;
(f)O país recebeu capitais de curto prazo no valor de $15 bilhões.

Com base nas informações acima, avalie as proposições que se seguem. No ano t:

A importação de máquinas não teve impacto algum sobre o saldo do balanço de pagamentos.
v
As operações abaixo foram registradas, no ano t, para uma economia aberta:
(a)O país recebeu donativos, em mercadorias, no valor de $20 milhões;
(b)A renda líquida enviada ao exterior foi nula;
(c)O país importou equipamentos no valor de $5 bilhões, financiados no exterior mediante empréstimo de longo prazo;
(d)Multinacionais estrangeiras reinvestiram no país lucros no valor de $10 bilhões;
(e)O país apresentou déficit em transações correntes de $30 bilhões;
(f)O país recebeu capitais de curto prazo no valor de $15 bilhões.

Com base nas informações acima, avalie as proposições que se seguem. No ano t:

O saldo do balanço de pagamentos foi deficitário e equivalente a $15 bilhões.
f
As operações abaixo foram registradas, no ano t, para uma economia aberta:
(a)O país recebeu donativos, em mercadorias, no valor de $20 milhões;
(b)A renda líquida enviada ao exterior foi nula;
(c)O país importou equipamentos no valor de $5 bilhões, financiados no exterior mediante empréstimo de longo prazo;
(d)Multinacionais estrangeiras reinvestiram no país lucros no valor de $10 bilhões;
(e)O país apresentou déficit em transações correntes de $30 bilhões;
(f)O país recebeu capitais de curto prazo no valor de $15 bilhões.

Com base nas informações acima, avalie as proposições que se seguem. No ano t:

Não houve variação de reservas cambiais.
v
Considere o seguinte modelo IS-LM para uma economia fechada:

C = 200 + 0,8 Yd
I = 75 – 0,25 i + 0,11 Y
T = 0,20 Y
G = 200
Md = 0,6Y – 0,2 i
Ms = 100

Com base neste modelo, avalie as proposições:

O valor da renda de equilíbrio é 6.000.
f
Considere o seguinte modelo IS-LM para uma economia fechada:

C = 200 + 0,8 Yd
I = 75 – 0,25 i + 0,11 Y
T = 0,20 Y
G = 200
Md = 0,6Y – 0,2 i
Ms = 100

Com base neste modelo, avalie as proposições:

O multiplicador do gasto autônomo é igual a 1.
v
Considere o seguinte modelo IS-LM para uma economia fechada:

C = 200 + 0,8 Yd
I = 75 – 0,25 i + 0,11 Y
T = 0,20 Y
G = 200
Md = 0,6Y – 0,2 i
Ms = 100

Com base neste modelo, avalie as proposições:

Se a oferta de moeda fosse endógena, o multiplicador do gasto autônomo seria menor.
f
Considere o seguinte modelo IS-LM para uma economia fechada:

C = 200 + 0,8 Yd
I = 75 – 0,25 i + 0,11 Y
T = 0,20 Y
G = 200
Md = 0,6Y – 0,2 i
Ms = 100

Com base neste modelo, avalie as proposições:

Quando a sensibilidade da demanda de moeda à taxa de juros for igual à sensibilidade da demanda de investimento à taxa de juros, o efeito sobre a renda de uma variação na oferta monetária será igual ao efeito de uma variação equivalente no gasto público.
v
Considere o seguinte modelo IS-LM para uma economia fechada:

C = 200 + 0,8 Yd
I = 75 – 0,25 i + 0,11 Y
T = 0,20 Y
G = 200
Md = 0,6Y – 0,2 i
Ms = 100

Com base neste modelo, avalie as proposições:

Numa economia aberta, com taxa de câmbio fixa, sem mobilidade de capitais e na qual as importações dependem da renda, os efeitos tanto da expansão fiscal quanto da expansão monetária sobre a renda são amplificados.
f
Considerando o modelo IS/LM (assim como seu desdobramento no modelo de oferta e demanda agregadas), avalie as proposições:

Se as curvas LM e de oferta agregada são positivamente inclinadas e o governo reduz seus gastos, a taxa de juros e o nível de preços cairão.
v
Considerando o modelo IS/LM (assim como seu desdobramento no modelo de oferta e demanda agregadas), avalie as proposições:

Dado o nível geral de preços, quanto menos inclinada for a curva LM (mais horizontal), mais eficaz será a política fiscal.
v
Considerando o modelo IS/LM (assim como seu desdobramento no modelo de oferta e demanda agregadas), avalie as proposições:

Se o governo fixar a taxa de juros, a demanda agregada será vertical (suponha que o efeito-Pigou seja inoperante).
v
Considerando o modelo IS/LM (assim como seu desdobramento no modelo de oferta e demanda agregadas), avalie as proposições:

Quando uma economia fechada se encontra em pleno-emprego, o aumento dos gastos governamentais provocará redução equivalente no consumo privado.
f
Considerando o modelo IS/LM (assim como seu desdobramento no modelo de oferta e demanda agregadas), avalie as proposições:

Dado o nível geral de preços, quanto mais elástico for o investimento privado à taxa de juros e quanto menos elástica for a demanda de moeda à taxa de juros menos eficaz será a política monetária.
f
Considerando uma economia aberta, avalie as proposições:

Se a relação entre os preços vigentes em dois países for dada pela lei do preço único, a taxa real de câmbio, para uma mesma cesta de bens, será igual a 1.
v
Considerando uma economia aberta, avalie as proposições:

A paridade não coberta da taxa de juros implica que a diferença entre a taxa de juros doméstica e a do resto do mundo corresponde à diferença entre a taxa de inflação doméstica e a do resto do mundo.
f
Considerando uma economia aberta, avalie as proposições:

A opinião predominante de que o iene está desvalorizado em relação ao dólar pode explicar o fato de que a taxa de juros da economia japonesa seja menor do que a taxa de juros da economia americana.
v
Considerando uma economia aberta, avalie as proposições:

Sob a hipótese da paridade do poder de compra, um aumento da oferta monetária doméstica não influencia a taxa de câmbio real no longo prazo.
v
Considerando uma economia aberta, avalie as proposições:

Pela teoria da paridade não coberta da taxa de juros, não pode haver política monetária, já que a taxa de juros doméstica depende da taxa de juros internacional.
f
Com base no modelo Mundell-Fleming, avalie as proposições. Em economias pequenas:

Sob o regime de câmbio fixo, o multiplicador de gasto autônomo será tanto menor quanto maior for a mobilidade de capital.
f
Com base no modelo Mundell-Fleming, avalie as proposições. Em economias pequenas:

Sob o regime de câmbio flexível, uma expansão monetária provoca uma depreciação cambial.
v
Com base no modelo Mundell-Fleming, avalie as proposições. Em economias pequenas:

Como o excesso da poupança agregada sobre o investimento equivale à soma de gasto governamental e saldo de transações correntes, segue-se que o aumento do gasto governamental implica redução equivalente no saldo em transações correntes.
f
Com base no modelo Mundell-Fleming, avalie as proposições. Em economias pequenas:

Quando não há mobilidade de capitais, a função BP é uma linha horizontal no plano renda X taxa de juros.
f
Com base no modelo Mundell-Fleming, avalie as proposições. Em economias pequenas:

Numa economia sob regime de câmbio flutuante e com mobilidade perfeita de capitais, uma elevação dos impostos provoca uma depreciação cambial.
v
Avalie as proposições que se seguem sobre a função consumo:

Segundo a teoria keynesiana, variações absolutas no consumo são menores do que variações absolutas na renda porque a propensão marginal é menor do que a propensão média a consumir.
f
Avalie as proposições que se seguem sobre a função consumo:

Conforme a teoria da renda permanente, de Milton Friedman, a propensão média a consumir é igual à propensão marginal sempre que não houver renda transitória.
v
Avalie as proposições que se seguem sobre a função consumo:

Segundo a teoria do ciclo de vida, de Modigliani, um aumento da expectativa de vida leva à redução da propensão a poupar das famílias.
f
Avalie as proposições que se seguem sobre a função consumo:

Segundo a teoria da renda permanente, se as famílias forem induzidas a esperar uma redução permanente de renda, haverá um aumento imediato da poupança.
v
Avalie as proposições que se seguem sobre a função consumo:

A restrição de liquidez aumenta o impacto de variações da renda corrente sobre o consumo corrente.
v
Uma condição necessária a que valha a pena comprar um equipamento é que o valor presente dos lucros esperados gerados pelo seu uso seja inferior ao preço de mercado do equipamento.
f
O custo de uso (ou de aluguel) de uma máquina aumenta quando se espera uma alta na taxa de inflação, ceteris paribus.
f
Quando a taxa de juros diminui, o investimento aumentará enquanto o capital estiver abaixo do seu novo valor de equilíbrio.
v
A proposição de que consumo e investimento refletem fluxos de renda percebidos como permanentes implica a previsão de que os dois itens de gasto apresentem variações proporcionais semelhantes.
f
A taxa que iguala a somatória do valor presente dos rendimentos esperados de um bem de capital a seu preço de oferta é denominada, por Keynes, eficiência marginal do capital.
v
É consenso entre as diferentes visões dos economistas que expectativas racionais implicam pleno-emprego.
f
Segundo os novos clássicos, os choques de oferta explicam os ciclos econômicos.
v
Para os novos keynesianos, a rigidez de preços pode ser ótima para as empresas, em vista dos chamados custos de menu.
v
Para os novos clássicos, os mercados estão sempre em equilíbrio.
v
Na Teoria Geral, de Keynes, os salários reais têm comportamento anti-cíclico.
v
Avalie as proposições que se seguem, relativas ao comportamento da oferta agregada:

Segundo os novos clássicos, a elasticidade da oferta aumentará se os produtores, interpretarem como um aumento do preço relativo de seus produtos o que é de fato um aumento geral de preços.
v
Avalie as proposições que se seguem, relativas ao comportamento da oferta agregada:

Segundo a abordagem de Friedman, curva de Phillips passa a explicar a aceleração da taxa de inflação (e não simplesmente a taxa de inflação).
v
Avalie as proposições que se seguem, relativas ao comportamento da oferta agregada:

Quanto mais horizontal for a curva de Phillips, menor será o sacrifício decorrente do processo de estabilização.
f
Avalie as proposições que se seguem, relativas ao comportamento da oferta agregada:

Conforme os novos keynesianos, quanto mais freqüentes forem os reajustes de preços e salários diante de choques de demanda, mais vertical será a curva de Phillips.
v
Avalie as proposições que se seguem, relativas ao comportamento da oferta agregada:

Quando os preços esperados forem idênticos aos preços realizados, a curva de oferta será horizontal.
f
O governo só obtém receitas de senhoriagem na presença da inflação.
f
Quanto mais elástica for a demanda real de moeda à taxa de inflação, tanto maior será a senhoriagem máxima que o governo poderá obter.
f
Expectativas racionais implicam que os preços aumentem antes do aumento da oferta de moeda quando este aumento for antecipado.
v
Para os novos clássicos, a ocorrência de uma contração da oferta de moeda é condição necessária à ocorrência de deflação.
f
Quando a economia passa de um patamar de alta inflação para um patamar de baixa inflação, mantendo o produto constante, a oferta real de moeda aumenta.
v
Avalie as proposições abaixo sobre criação de base monetária, meios de pagamento e taxa de juros:

Empréstimos do Banco Central aos bancos comerciais determinam aumento de igual montante nos meios de pagamento.
f
Avalie as proposições abaixo sobre criação de base monetária, meios de pagamento e taxa de juros:
O Banco Central cria moeda quando, tomando empréstimos externos, aumenta as suas reservas internacionais.
f
Avalie as proposições abaixo sobre criação de base monetária, meios de pagamento e taxa de juros:

m situação de perfeita mobilidade de capitais e regime de câmbio fixo, será o nulo o efeito líquido sobre a base monetária de uma compra de títulos domésticos no mercado aberto pelo Banco Central.
v
Avalie as proposições abaixo sobre criação de base monetária, meios de pagamento e taxa de juros:

Quanto maior for o coeficiente de reservas dos bancos comerciais e menor for a preferência do público por papel moeda (proporção da moeda em poder do público em relação aos meios de pagamento), maior será o multiplicador da base monetária.
f
Avalie as proposições abaixo sobre criação de base monetária, meios de pagamento e taxa de juros:

Pela equação de Fisher, a taxa de juros real é determinada pela inflação esperada.
f
Avalie as afirmações abaixo, relativas ao modelo clássico (também chamado neoclássico) e ao modelo IS-LM:

Havendo flexibilidade de preços e salários, o modelo clássico do mercado de trabalho implica pleno-emprego, excluindo portanto a possibilidade de desemprego friccional.
f
Avalie as afirmações abaixo, relativas ao modelo clássico (também chamado neoclássico) e ao modelo IS-LM:

No modelo clássico, o conhecimento da função de produção e da oferta de moeda é condição suficiente para a determinação do produto de pleno-emprego.
f
Avalie as afirmações abaixo, relativas ao modelo clássico (também chamado neoclássico) e ao modelo IS-LM:

Um deslocamento para a direita da função poupança (no plano S, i), no modelo clássico, provoca uma redução dos juros. O mesmo ocorrerá no modelo IS-LM, em resposta a um deslocamento para a esquerda da função poupança (no plano Y, S), desde que a LM seja positivamente inclinada.
v
Avalie as afirmações abaixo, relativas ao modelo clássico (também chamado neoclássico) e ao modelo IS-LM:

Uma curva LM vertical implica que a política fiscal é ineficiente e, portanto, que a curva de oferta agregada é igualmente vertical.
f
Avalie as afirmações abaixo, relativas ao modelo clássico (também chamado neoclássico) e ao modelo IS-LM:

Quanto mais inclinada for a curva de oferta agregada (i.e., mais vertical e mais próxima da chamada curva de oferta agregada “clássica”), maior será a eficiência da política monetária.
f
Tendo em conta o modelo de crescimento de Solow, avalie as proposições:

Na ausência de progresso técnico, quando a produtividade marginal do capital for igual à soma da taxa de crescimento da população e da taxa de depreciação, o consumo per capita será máximo.
v
Tendo em conta o modelo de crescimento de Solow, avalie as proposições:

A taxa de crescimento do produto em equilíbrio estacionário será igual à taxa de crescimento do progresso técnico menos a taxa de crescimento da população.
f
Tendo em conta o modelo de crescimento de Solow, avalie as proposições:

Economias com maior propensão a poupar terão, ceteris paribus, uma taxa de crescimento de equilíbrio mais elevada do que economias com propensão a poupar menor.
f
Tendo em conta o modelo de crescimento de Solow, avalie as proposições:

As economias que apresentam renda per capita mais elevada são as aquelas que têm maior taxa de poupança, ceteris paribus.
v
Tendo em conta o modelo de crescimento de Solow, avalie as proposições:

As economias cuja renda mais cresce são aquelas que apresentam um maior crescimento populacional, ceteris paribus.
v
Avalie as proposições abaixo, relativas à equivalência ricardiana:

Admitindo-se a equivalência ricardiana, a retração de consumo proveniente do financiamento dos gastos mediante impostos pode ser evitada se o financiamento se der por meio do lançamento de títulos públicos.
f
Avalie as proposições abaixo, relativas à equivalência ricardiana:

Admitindo-se a equivalência ricardiana, uma queda antecipada nos gastos futuros do governo não afeta o consumo corrente.
f
Avalie as proposições abaixo, relativas à equivalência ricardiana:

O consumo depende da riqueza logo, segundo a equivalência ricardiana, quanto mais títulos do governo estiverem nas mãos das pessoas, maior deverá ser o consumo.
f
Avalie as proposições abaixo, relativas à equivalência ricardiana:

Uma maneira de testar a equivalência ricardiana é verificar se o consumo das pessoas depende da renda disponível ou da renda permanente.
v
Avalie as proposições abaixo, relativas à equivalência ricardiana:

A hipótese de que os consumidores são indiferentes ao bem-estar das gerações futuras enfraquece a teoria da equivalência ricardiana.
v
Renda disponível é aquela que sobra para a pessoa depois de descontados os impostos diretos e a poupança.
f
Em uma economia fechada, o Produto Interno Bruto coincide com o Produto Nacional Bruto.
v
Por deflator do PNB entende-se a razão entre o PNB e o PIB.
f
Quando os investimentos superam a poupança privada, as exportações líquidas do país são negativas.
f
O consumo, o PIB e a riqueza pessoal são variáveis de fluxo.
f
No modelo IS-LM para economia fechada, com LM positivamente inclinada, quanto maior for a alíquota do imposto sobre a renda, maior será a queda da taxa de juros decorrente de um dado aumento na oferta de moeda.
v
A relação entre uma variação no gasto governamental e a correspondente variação na renda de equilíbrio – o multiplicador fiscal – independe dos parâmetros que determinam a inclinação da curva de oferta agregada.
f
Em uma economia fechada em que a função LM seja positivamente inclinada, quanto maior for a elasticidade do investimento à taxa de juros, maior será o efeito de uma variação de preços sobre a demanda agregada.
v
Se ocorre uma redução dos juros domésticos, uma apreciação esperada da taxa de câmbio, ceteris paribus, contribui para manter a condição de paridade não coberta de juros.
v
A curva J mostra como transcorre, ao longo do tempo, o efeito de uma política fiscal expansionista sobre a balança comercial.
f
Considere o modelo Mundell-Fleming e responda se afirmações abaixo são falsas ou verdadeiras:

Em uma economia grande, com taxa de câmbio flexível, uma política fiscal expansionista eleva a taxa de juros e, portanto, reduz o investimento privado.
v
Considere o modelo Mundell-Fleming e responda se afirmações abaixo são falsas ou verdadeiras:

Em um país pequeno, com taxa de câmbio fixa e perfeita mobilidade de capitais, uma política monetária contracionista provoca uma redução no estoque de moeda estrangeira em poder do Banco Central.
f
Considere o modelo Mundell-Fleming e responda se afirmações abaixo são falsas ou verdadeiras:

Em um regime de câmbio fixo, a política monetária será tanto mais eficaz no curto prazo quanto menor for a mobilidade do capital.
v
Considere o modelo Mundell-Fleming e responda se afirmações abaixo são falsas ou verdadeiras:

A perfeita mobilidade do capital implica igualdade entre as taxas de juros dos ativos nacionais e estrangeiros, independentemente de fatores relacionados à tributação dos ativos
f
Considere o modelo Mundell-Fleming e responda se afirmações abaixo são falsas ou verdadeiras:

O multiplicador de gastos governamentais, em uma economia com taxa de câmbio fixa, será tanto maior quanto maior for a mobilidade do capital.
v
Indique se as proposições, relativas às teorias do consumo e do investimento, são falsas ou verdadeiras:

Segundo a teoria Keynesiana, variações na taxa de juros alteram a propensão marginal a consumir, mas não o nível de consumo agregado.
f
Indique se as proposições, relativas às teorias do consumo e do investimento, são falsas ou verdadeiras:

Restrição orçamentária intertemporal da família significa que, em qualquer período, a família não pode consumir mais do que sua renda disponível corrente.
f
Indique se as proposições, relativas às teorias do consumo e do investimento, são falsas ou verdadeiras:

Segundo a hipótese da Renda Permanente, um aumento do imposto de renda, percebido como temporário, produzirá efeito desprezível sobre as decisões de poupar dos consumidores.
f
Indique se as proposições, relativas às teorias do consumo e do investimento, são falsas ou verdadeiras:

Segundo a teoria do Ciclo de Vida, uma política que transfira renda de consumidores de meia-idade para consumidores mais velhos aumentaria a poupança agregada.
f
Indique se as proposições, relativas às teorias do consumo e do investimento, são falsas ou verdadeiras:

Ceteris paribus, uma queda na cotação das ações cotadas na Bolsa de Valores reduziria o chamado “q” de Tobin.
v
As proposições abaixo versam sobre finanças públicas. Indique se são verdadeiras ou falsas:

De acordo com a equivalência ricardiana, o governo deveria financiar seus gastos por meio da emissão de dívida pública, pois desta forma não provocará uma redução do consumo privado.
f
As proposições abaixo versam sobre finanças públicas. Indique se são verdadeiras ou falsas:

Suponha um aumento de gasto governamental. Segundo a equivalência ricardiana, a elevação dos juros que decorre do financiamento via emissão de títulos públicos é a razão pela qual o impacto sobre o consumo será idêntico ao que se verificaria no caso do financiamento via aumento de impostos.
f
As proposições abaixo versam sobre finanças públicas. Indique se são verdadeiras ou falsas:

Em um país com inflação nula, para estabilizar a relação entre dívida pública e PIB, é necessário que o governo obtenha superávit primário equivalente à taxa nominal de juros.
f
As proposições abaixo versam sobre finanças públicas. Indique se são verdadeiras ou falsas:

O déficit primário do governo não considera os gastos e os ganhos advindos de operações financeiras.
v
As proposições abaixo versam sobre finanças públicas. Indique se são verdadeiras ou falsas:

O déficit governamental corrente é uma variável anti-cíclica, pois correlaciona-se negativamente com o nível de atividade.
v
Indique se as proposições abaixo, relativas ao tema dos meios de pagamento, são verdadeiras ou falsas:

Definem-se meios de pagamento (M1) como a soma do papel moeda em poder do público com as reservas bancárias.
f
Indique se as proposições abaixo, relativas ao tema dos meios de pagamento, são verdadeiras ou falsas:

Em uma economia em que as reservas bancárias atingem 100% dos depósitos a vista o multiplicador monetário é igual a 0.
f
Indique se as proposições abaixo, relativas ao tema dos meios de pagamento, são verdadeiras ou falsas:

Sendo meios de pagamento definidos como M1, um aumento na relação moeda em poder do público/depósito à vista reduz o multiplicador monetário.
v
Indique se as proposições abaixo, relativas ao tema dos meios de pagamento, são verdadeiras ou falsas:

e a razão reservas/depósitos à vista é de 25% e a razão moeda em poder do público/depósitos à vista é de 50%, o multiplicador monetário é 2.
v
Indique se as proposições abaixo, relativas ao tema dos meios de pagamento, são verdadeiras ou falsas:

O fato de o sistema bancário ser por natureza ilíquido é empregado como argumento em favor da existência de um emprestador em última instância.
v
Quando um banco compra à vista um imóvel pertencente a uma empresa não financeira, ocorre destruição de meios de pagamentos.
f
Quando um banco comercial adquire títulos da dívida pública diretamente de outro banco comercial não ocorre variação no estoque de meios de pagamento.
v
Quando um indivíduo transfere recursos da conta corrente para a caderneta de poupança, há destruição de meios de pagamento.
v
A realização de operações de mercado aberto, em que o Banco Central vende títulos governamentais, provoca um aumento da demanda por moeda.
f
Déficits orçamentários do Tesouro financiados por meio de empréstimos junto ao Banco Central aumentam a base monetária.
v
Sobre o mercado de trabalho e a Curva de Phillips, pode-se afirmar que:

O aumento da taxa de rotatividade no emprego tende a elevar a taxa natural de desemprego.
v
Sobre o mercado de trabalho e a Curva de Phillips, pode-se afirmar que:

A adoção de políticas de seguro-desemprego tende a reduzir a taxa natural de desemprego.
f
Sobre o mercado de trabalho e a Curva de Phillips, pode-se afirmar que:

A formulação da curva de Phillips que incorpora as expectativas em relação à inflação é incompatível com a ocorrência de períodos de estagflação.
f
Sobre o mercado de trabalho e a Curva de Phillips, pode-se afirmar que:

A existência de uma taxa natural de desemprego implica que a curva de Phillips de longo prazo é horizontal.
f
Sobre o mercado de trabalho e a Curva de Phillips, pode-se afirmar que:

Como a hipótese de expectativas racionais não implica previsão perfeita, ela é compatível com a ocorrência de desvios da taxa de desemprego em relação a seu valor natural.
v
Indique se as afirmações abaixo, relativas às teorias dos ciclos reais e novo-Keynesianas, são falsas ou verdadeiras:

Uma das características da teoria dos ciclos reais é a rigidez de preços.
f
Indique se as afirmações abaixo, relativas às teorias dos ciclos reais e novo-Keynesianas, são falsas ou verdadeiras:

De acordo com a teoria dos ciclos reais, a oferta de trabalho varia diretamente com a taxa de juros.
v
Indique se as afirmações abaixo, relativas às teorias dos ciclos reais e novo-Keynesianas, são falsas ou verdadeiras:

Segundo a teoria dos ciclos reais, a deterioração da tecnologia disponível é uma das explicações para a ocorrência de períodos de queda no emprego agregado.
v
Indique se as afirmações abaixo, relativas às teorias dos ciclos reais e novo-Keynesianas, são falsas ou verdadeiras:

Nos modelos novos-Keynesianos, a moeda é neutra e endogenamente determinada.
f
Indique se as afirmações abaixo, relativas às teorias dos ciclos reais e novo-Keynesianas, são falsas ou verdadeiras:

Para os novos-Keynesianos, uma falha de coordenação pode suscitar rigidez de preços e salários, da qual decorreriam situações de desemprego.
v
Indique se as proposições abaixo, relativas ao modelo de Solow, são verdadeiras ou falsas:

No estado estacionário com crescimento da população, o estoque de capital da economia cresce ao longo do tempo.
v
Indique se as proposições abaixo, relativas ao modelo de Solow, são verdadeiras ou falsas:

Na ausência de progresso tecnológico, o conceito de equilíbrio estacionário refere-se às condições requeridas para manter inalterado o estoque de capital per capita da economia.
v
Indique se as proposições abaixo, relativas ao modelo de Solow, são verdadeiras ou falsas:

Na ausência de progresso tecnológico, uma redução da taxa de crescimento populacional aumenta a taxa de crescimento do produto per capita correspondente ao estado estacionário.
f
Indique se as proposições abaixo, relativas ao modelo de Solow, são verdadeiras ou falsas:

Uma redução da taxa de poupança conduz a economia a um estado estacionário em que o produto per capita é menor.
v
Indique se as proposições abaixo, relativas ao modelo de Solow, são verdadeiras ou falsas:

No estado estacionário com progresso tecnológico, o produto per capita cresce à taxa (g + n), em que g é a taxa de progresso tecnológico e n a taxa de crescimento da população.
f
Em uma economia que se encontra em um ponto acima do estado estacionário, o investimento supera a depreciação do capital.
f
Se o capital atinge o nível definido pela regra de ouro, o consumo per capita no estado estacionário é máximo.
v
Considere dois países para os quais os parâmetros definem um mesmo estado estacionário. Segundo o modelo de Solow, o país mais pobre tenderá a crescer mais rapidamente do que o mais rico.
v
Os modelos de crescimento endógeno introduzem explicitamente o papel das inovações tecnológicas no processo de acumulação de capital para explicar o crescimento econômico sustentado.
v
Nos modelos de crescimento endógeno, a ocorrência de progresso técnico é condição indispensável à obtenção de crescimento sustentado.
f
Considere uma economia descrita pelas seguintes equações:
C = 15 + 0,8Yd;
G = 20;
I = 7 – 20i + 0,2Y;
T = 0,25Y,
sendo C o consumo agregado, Y a renda, Yd a renda disponível, I o investimento privado, i a taxa de juros, T a arrecadação e G os gastos do governo. Supondo que a taxa de juros seja de 10% (i = 0,1), determine o valor da poupança privada.
15
Considere o seguinte modelo IS-LM:

C = 3 + 0,9 Y
G = 10
Ms = 6
I = 2 – 0,5 i
L = 0,24Y – 0,8 i

Determine o valor da renda de equilíbrio.
75
Suponha que, estando a economia no equilíbrio obtido na questão 13, ocorra um aumento autônomo de 5 no investimento, ao mesmo tempo em que o governo passe a fazer transferências no valor de 3 e que uma mudança da política monetária torne a oferta de moeda infinitamente elástica. Mantendo inalterados os demais parâmetros do modelo, calcule a variação da renda de equilíbrio.
77
A curva de Phillips da economia é πt - πt-1 = 0,15 – 2,5πt. Em t-1,a taxa de desemprego iguala a taxa natural e a inflação é nula. No início do período t, o governo baixa a taxa de desemprego para 5% (πt = 0,05) e a mantém neste patamar daí em diante. Determine a taxa de inflação em t +1. (Escreva a resposta em percentual, isto é, multiplique o resultado por 100.)
5
A partir dos seguintes dados (expressos em unidades monetárias):
Consumo privado = 200
Investimento privado = 50
Gastos (consumo e investimento) do Governo = 25
Receitas do Governo = 10
Exportações de bens e serviços não-fatores = 20
Importações de bens e serviços não-fatores = 18
Renda líquida enviada ao exterior = 5
Saldo da balança de serviços = -8
Transferências unilaterais (ao exterior) = 0
Saldo do balanço de pagamentos = 4
Indique se as afirmações são falsas ou verdadeiras:

O PIB é igual a 267.
f
A partir dos seguintes dados (expressos em unidades monetárias):
Consumo privado = 200
Investimento privado = 50
Gastos (consumo e investimento) do Governo = 25
Receitas do Governo = 10
Exportações de bens e serviços não-fatores = 20
Importações de bens e serviços não-fatores = 18
Renda líquida enviada ao exterior = 5
Saldo da balança de serviços = -8
Transferências unilaterais (ao exterior) = 0
Saldo do balanço de pagamentos = 4
Indique se as afirmações são falsas ou verdadeiras:

O PIB é maior que o PNB.
v
A partir dos seguintes dados (expressos em unidades monetárias):
Consumo privado = 200
Investimento privado = 50
Gastos (consumo e investimento) do Governo = 25
Receitas do Governo = 10
Exportações de bens e serviços não-fatores = 20
Importações de bens e serviços não-fatores = 18
Renda líquida enviada ao exterior = 5
Saldo da balança de serviços = -8
Transferências unilaterais (ao exterior) = 0
Saldo do balanço de pagamentos = 4
Indique se as afirmações são falsas ou verdadeiras:

A variação de reservas cambiais é igual a –1.
f
A partir dos seguintes dados (expressos em unidades monetárias):
Consumo privado = 200
Investimento privado = 50
Gastos (consumo e investimento) do Governo = 25
Receitas do Governo = 10
Exportações de bens e serviços não-fatores = 20
Importações de bens e serviços não-fatores = 18
Renda líquida enviada ao exterior = 5
Saldo da balança de serviços = -8
Transferências unilaterais (ao exterior) = 0
Saldo do balanço de pagamentos = 4
Indique se as afirmações são falsas ou verdadeiras:

O saldo da balança de capitais é igual a 15.
f
A partir dos seguintes dados (expressos em unidades monetárias):
Consumo privado = 200
Investimento privado = 50
Gastos (consumo e investimento) do Governo = 25
Receitas do Governo = 10
Exportações de bens e serviços não-fatores = 20
Importações de bens e serviços não-fatores = 18
Renda líquida enviada ao exterior = 5
Saldo da balança de serviços = -8
Transferências unilaterais (ao exterior) = 0
Saldo do balanço de pagamentos = 4
Indique se as afirmações são falsas ou verdadeiras:

O déficit primário do governo é igual a 15.
v
Com base no modelo Mundell-Fleming, indique se as afirmações são falsas ou verdadeiras:

Com perfeita mobilidade de capitais e câmbio fixo, uma política de mercado aberto contracionista deixará inalterada a base monetária, mas elevará o montante de reservas no ativo do Banco Central.
v
Com base no modelo Mundell-Fleming, indique se as afirmações são falsas ou verdadeiras:

Sob a hipótese de um regime de câmbio fixo, uma expansão fiscal não resulta em efeitos reais devido à acomodação monetária requerida para manter o câmbio fixo.
f
Com base no modelo Mundell-Fleming, indique se as afirmações são falsas ou verdadeiras:

Sob a hipótese de um regime de câmbio flexível, uma contração monetária é mais eficiente, em termos de seus efeitos reais, do que uma contração fiscal.
v
Com base no modelo Mundell-Fleming, indique se as afirmações são falsas ou verdadeiras:

Sob a hipótese de um regime de câmbio flexível, perfeito movimento de capitais e expectativas estáticas sobre a taxa de câmbio nominal, esta será determinada pela oferta e demanda de moeda estrangeira.
v
Com base no modelo Mundell-Fleming, indique se as afirmações são falsas ou verdadeiras:

Se a taxa nominal de câmbio – e – mede a quantidade de reais por dólar, a curva IS é negativamente inclinada no plano (Y, e).
f
Quanto ao dilema de política econômica expresso pela curva de Philips, indique se as afirmações são falsas ou verdadeiras:

O custo da redução do desemprego, medido em aumento de taxa de inflação, será tanto maior quanto maior for a capacidade ociosa da economia.
f
Quanto ao dilema de política econômica expresso pela curva de Philips, indique se as afirmações são falsas ou verdadeiras:

Uma curva de Phillips negativamente inclinada significa que, por exemplo, uma redução da tributação expande a demanda agregada, reduz o desemprego, mas eleva a taxa de inflação.
v
Quanto ao dilema de política econômica expresso pela curva de Philips, indique se as afirmações são falsas ou verdadeiras:

Segundo Friedman, curva de Phillips de longo prazo é uma reta vertical.
v
Quanto ao dilema de política econômica expresso pela curva de Philips, indique se as afirmações são falsas ou verdadeiras:

A redução da inflação esperada não tem impacto algum sobre a relação de curto prazo entre inflação e desemprego.
f
Quanto ao dilema de política econômica expresso pela curva de Philips, indique se as afirmações são falsas ou verdadeiras:

A curva de Phillips indica que a opção de inflação baixa é preferível à de inflação alta devido à hipótese de neutralidade da moeda no curto prazo.
f
Sobre a comparação entre a teoria monetária Keynesiana e a teoria quantitativa da moeda, indique se as afirmações são falsas ou verdadeiras:

Para Keynes, a um determinado nível de taxa de juros suficientemente baixo, a procura especulativa de moeda torna-se infinitamente elástica.
v
Sobre a comparação entre a teoria monetária Keynesiana e a teoria quantitativa da moeda, indique se as afirmações são falsas ou verdadeiras:

Para Keynes, a demanda de moeda por motivo precaução justifica-se pela expectativa de obtenção de lucros decorrentes da variação dos preços dos títulos.
f
Sobre a comparação entre a teoria monetária Keynesiana e a teoria quantitativa da moeda, indique se as afirmações são falsas ou verdadeiras:

Dentro da tradição Keynesiana, a demanda de moeda para transações será tanto maior quanto menor for o número de retiradas de contas remuneradas por unidade de tempo.
v
Sobre a comparação entre a teoria monetária Keynesiana e a teoria quantitativa da moeda, indique se as afirmações são falsas ou verdadeiras:

O motivo transação não está presente na abordagem neoclássica da demanda de moeda.
f
Sobre a comparação entre a teoria monetária Keynesiana e a teoria quantitativa da moeda, indique se as afirmações são falsas ou verdadeiras:

A reconstrução da teoria quantitativa da moeda proposta por Friedman demonstra que a política monetária não produz efeitos reais.
f
Sobre a criação de meios de pagamento e o multiplicador da base monetária, indique se as afirmações são falsas ou verdadeiras:

Uma expansão monetária pode ser causada pelo aumento da proporção dos meios de pagamento sob a forma de depósitos à vista nos bancos comerciais.
v
Sobre a criação de meios de pagamento e o multiplicador da base monetária, indique se as afirmações são falsas ou verdadeiras:

Toda variação na quantidade de meios de pagamento tem como contrapartida uma variação igual e em sentido inverso do passivo não-monetário do setor bancário.
f
Sobre a criação de meios de pagamento e o multiplicador da base monetária, indique se as afirmações são falsas ou verdadeiras:

O aumento dos meios de pagamento pode ser causado pela expansão de operações de redesconto.
v
Sobre a criação de meios de pagamento e o multiplicador da base monetária, indique se as afirmações são falsas ou verdadeiras:

O multiplicador será tanto maior quanto menor for o encaixe compulsório sobre depósitos à vista dos bancos comerciais.
v
Sobre a criação de meios de pagamento e o multiplicador da base monetária, indique se as afirmações são falsas ou verdadeiras:

O multiplicador será tanto maior quanto maior for a velocidade de circulação da moeda.
f
A partir do esquema IS-LM, indique se as afirmações são falsas ou verdadeiras:

Seja o ponto (Y1, i1), à direita das funções IS e LM. A hipótese de ajuste automático do mercado de ativos implica que, caso a economia se encontre neste ponto, ocorrerá aumento imediato da taxa de juros.
v
A partir do esquema IS-LM, indique se as afirmações são falsas ou verdadeiras:

Um aumento do gasto governamental não altera a renda de equilíbrio se a função LM é vertical pela razão de que, nesse caso, a economia já estaria operando em pleno-emprego.
f
A partir do esquema IS-LM, indique se as afirmações são falsas ou verdadeiras:

Um aumento na alíquota do imposto sobre a renda tem o efeito de aumentar o impacto da política monetária sobre a renda.
f
A partir do esquema IS-LM, indique se as afirmações são falsas ou verdadeiras:

O efeito crowding-out do investimento será menor na hipótese de uma variação autônoma do consumo do que no caso de uma idêntica variação no gasto governamental.
f
A partir do esquema IS-LM, indique se as afirmações são falsas ou verdadeiras:

Uma diminuição na incerteza em relação à data e ao volume dos desembolsos futuros determina um deslocamento para a direita da curva LM.
v
Assinale se as proposições abaixo são falsas ou verdadeiras:

Se a função consumo é do tipo C = C(Y) (logo, não há efeito-Pigou) e a função LM é horizontal, a queda de preços não altera o nível de renda, pois a função demanda agregada é vertical.
v
Assinale se as proposições abaixo são falsas ou verdadeiras:

Expectativas de aumento de preços afetarão favoravelmente as decisões de investimento, ainda que a economia opere na armadilha da liquidez.
v
Assinale se as proposições abaixo são falsas ou verdadeiras:

Se a propensão dos devedores a gastar a partir de variações da riqueza real é maior do que a dos credores, a deflação terá, ceteris paribus, efeito depressivo sobre a demanda agregada.
v
Assinale se as proposições abaixo são falsas ou verdadeiras:

Se a curva de oferta agregada é positivamente inclinada, o efeito sobre a renda de um aumento do gasto governamental equivale àquele previsto pelo multiplicador fiscal.
f
Assinale se as proposições abaixo são falsas ou verdadeiras:

Seja uma economia com firmas competitivas e função de produção em que o trabalho é o único fator, Y = F (L), sendo F’ > 0 e F’’ < 0. Supondo salário nominal W constante, a função de oferta agregada será positivamente inclinada.
v
Sobre política monetária, indique se as afirmações são falsas ou verdadeiras:

Uma política monetária expansionista não tem efeito real algum se a demanda de moeda é perfeitamente juros-elástica.
v
Sobre política monetária, indique se as afirmações são falsas ou verdadeiras:

Uma desvantagem de “regras”, em relação à “discrição”, é a impossibilidade de implementar uma política ativa por meio de “regras”.
f
Sobre política monetária, indique se as afirmações são falsas ou verdadeiras:

Uma política monetária expansionista pode ter efeitos reais de curto prazo como conseqüência da assimetria de informações entre empresas e governo.
v
Sobre política monetária, indique se as afirmações são falsas ou verdadeiras:

A inconsistência dinâmica de uma política monetária discricionária decorre da incapacidade de o governo gerar surpresa inflacionária e aumentar o produto de curto prazo.
f
Sobre política monetária, indique se as afirmações são falsas ou verdadeiras:

A crítica de Lucas ressalta a importância de modelos econométricos para se avaliar os efeitos da política monetária.
f
Sobre as demandas de consumo e de investimento, indique se as afirmações são falsas ou verdadeiras:

Segundo o modelo do ciclo de vida, pode-se prever que a elevação da participação dos idosos na população levará a uma redução da taxa de poupança.
v
Sobre as demandas de consumo e de investimento, indique se as afirmações são falsas ou verdadeiras:

Segundo a hipótese da renda permanente, aumentos na renda permanente geram idênticos aumentos no consumo.
f
Sobre as demandas de consumo e de investimento, indique se as afirmações são falsas ou verdadeiras:

A abordagem Barro-Ricardo argumenta que uma redução de impostos no presente, financiada por emissão de títulos, não aumenta o consumo presente, mas sim o consumo futuro quando o governo resgatar os títulos e efetuar o pagamento dos juros.
f
Sobre as demandas de consumo e de investimento, indique se as afirmações são falsas ou verdadeiras:

A importância do investimento deriva do fato de ser ele o componente de mais elevada participação no PIB.
f
Sobre as demandas de consumo e de investimento, indique se as afirmações são falsas ou verdadeiras:

Se a taxa de juros é de 10% a.a., valerá a pena realizar um investimento de $100, do qual se esperam retornos líquidos de $ 44 ao final do primeiro ano e $ 60,5 ao final do segundo.
f
Supondo um modelo Keynesiano simples, com preços dados e economia fechada, indique se as proposições abaixo são falsas ou verdadeiras:

Se a função que determina as transferências governamentais passa de T = TA para T = TA – tY, em que TA > 0 e 0 < t < 1, o efeito sobre a renda de variações autônomas do investimento será intensificado.
f
Supondo um modelo Keynesiano simples, com preços dados e economia fechada, indique se as proposições abaixo são falsas ou verdadeiras:

O paradoxo da poupança implica que um aumento autônomo do consumo gera um aumento equivalente na poupança agregada.
f
Supondo um modelo Keynesiano simples, com preços dados e economia fechada, indique se as proposições abaixo são falsas ou verdadeiras:

Com uma função consumo do tipo C = CA + cY, em que 0 < c < 1, a propensão média a consumir é decrescente em Y.
v
Supondo um modelo Keynesiano simples, com preços dados e economia fechada, indique se as proposições abaixo são falsas ou verdadeiras:

A substituição de uma função investimento do tipo I = IA por outra do tipo I = IA – bi + dY, em que i é a taxa de juros e 0 < d < 1, implica um aumento do multiplicador.
v
Supondo um modelo Keynesiano simples, com preços dados e economia fechada, indique se as proposições abaixo são falsas ou verdadeiras:

O aumento da renda agregada decorrente de uma redução autônoma de $ 10 nos impostos será igual àquele que decorrer de um aumento autônomo de $ 10 no investimento.
f
Indique se as proposições abaixo, todas relacionadas ao modelo de crescimento de Solow, são falsas ou verdadeiras:

No modelo com retornos constantes de escala, a produtividade marginal do capital é constante.
f
Indique se as proposições abaixo, todas relacionadas ao modelo de crescimento de Solow, são falsas ou verdadeiras:

No estado estacionário de uma economia com crescimento da população, o consumo equivale ao produto menos a depreciação do capital.
f
Indique se as proposições abaixo, todas relacionadas ao modelo de crescimento de Solow, são falsas ou verdadeiras:

Um aumento na taxa de poupança aumenta permanentemente a taxa de crescimento do produto per capita.
f
Indique se as proposições abaixo, todas relacionadas ao modelo de crescimento de Solow, são falsas ou verdadeiras:

Uma queda na taxa de crescimento populacional está associada a um aumento da renda per capita e a uma queda na taxa de crescimento do produto.
v
Indique se as proposições abaixo, todas relacionadas ao modelo de crescimento de Solow, são falsas ou verdadeiras:

Se a economia opera com capital superior àquele previsto pela regra de ouro, uma queda na taxa de poupança determinará níveis de consumo superiores ao original, tanto no curto quanto no longo prazo.
v
Sobre a controvérsia entre Novos Keynesianos e Novos Clássicos, indique se as afirmações são falsas ou verdadeiras:

Um dos objetivos da abordagem dos Novos Keynesianos foi fornecer fundamentos microeconômicos à análise Keynesiana tradicional.
v
Sobre a controvérsia entre Novos Keynesianos e Novos Clássicos, indique se as afirmações são falsas ou verdadeiras:

A hipótese dos custos de menu argumenta que firmas atuando em competição monopolista aumentam seus preços mesmo quando as variações nos custos de menu são pequenas.
f
Sobre a controvérsia entre Novos Keynesianos e Novos Clássicos, indique se as afirmações são falsas ou verdadeiras:

Para os Novos Clássicos, as mudanças na oferta de moeda afetam o produto no curto prazo apenas se os preços e salários são rígidos.
f
Sobre a controvérsia entre Novos Keynesianos e Novos Clássicos, indique se as afirmações são falsas ou verdadeiras:

Para os Novos Clássicos, as flutuações da atividade econômica são causadas por choques reais que atingem a economia como um todo.
v
Sobre a controvérsia entre Novos Keynesianos e Novos Clássicos, indique se as afirmações são falsas ou verdadeiras:

A hipótese das expectativas racionais tem sido incorporada aos modelos dos Novos Keynesianos.
v
Sejam:
IS: Y = 2,5[A – 20i]
LM: Y = 450 + 30i
I = 300 – 20i

em que Y é a renda, A é o gasto autônomo, i é a taxa nominal de juros e I é o investimento privado. A partir de um gasto autônomo inicial de 500, calcule de quanto será o aumento ou redução do investimento privado que decorrerá de um aumento do gasto autônomo igual a 64. (Transcreva para a Folha de Respostas apenas o número absoluto).
40
Em uma economia, para um dado ano, obtêm-se os seguintes resultados (em % do Produto Nacional Bruto – PNB):
Investimento público: 5%
Investimento privado: 14%
Déficit operacional do setor público: 0%
Déficit real do balanço de pagamentos em transações correntes: 0%
Imposto inflacionário: 3%

Calcule, em % do PNB, a poupança real do setor privado.
11
Indique se as afirmativas são verdadeiras ou falsas. No âmbito de um modelo keynesiano simples (preços dados, governo financiado por imposto sobre a renda, economia fechada):

Uma variação autônoma do consumo gera, ceteris paribus, impacto sobre a renda inferior àquele decorrente de uma variação de mesmo montante no investimento.
f
Indique se as afirmativas são verdadeiras ou falsas. No âmbito de um modelo keynesiano simples (preços dados, governo financiado por imposto sobre a renda, economia fechada):

Uma queda no investimento privado leva, ceteris paribus, a um aumento no déficit orçamentário.
v
Indique se as afirmativas são verdadeiras ou falsas. No âmbito de um modelo keynesiano simples (preços dados, governo financiado por imposto sobre a renda, economia fechada):

Um aumento do investimento determina idêntico aumento da poupança privada, mesmo que ocorra simultaneamente uma redução do gasto governamental.
f
Indique se as afirmativas são verdadeiras ou falsas. No âmbito de um modelo keynesiano simples (preços dados, governo financiado por imposto sobre a renda, economia fechada):

O multiplicador de gastos será menor em uma economia aberta do que em uma economia fechada, independentemente de a economia apresentar superávit ou déficit comercial.
v
C = 5 + 0,5 Yd
T = 0,2Y
TR = 2
G = 10
I = 10 - 4i
X = 6
M = 0,2Y
L = 0,2Y - 0,5i
D = 5

C - consumo;
Yd – renda disponível;
Y – renda;
T - impostos;
TR - transferências governamentais, isentas de impostos;
G - gasto governamental;
I - investimento;
i - taxa de juros (em porcentagem);
X - exportações;
M - importações;
L - demanda de moeda;
D - oferta real de moeda

Calcule a renda de equilíbrio
30
C = 5 + 0,5 Yd
T = 0,2Y
TR = 2
G = 10
I = 10 - 4i
X = 6
M = 0,2Y
L = 0,2Y - 0,5i
D = 5

C - consumo;
Yd – renda disponível;
Y – renda;
T - impostos;
TR - transferências governamentais, isentas de impostos;
G - gasto governamental;
I - investimento;
i - taxa de juros (em porcentagem);
X - exportações;
M - importações;
L - demanda de moeda;
D - oferta real de moeda

Calcule a variação na renda de equilíbrio na hipótese de que a parcela autônoma do investimento aumente para 18 e a política monetária mantenha a taxa de juros constante.
10
Indique se as afirmativas são verdadeiras ou falsas. No âmbito de um modelo IS-LM, com preços dados e economia fechada:

Quanto menor for a elasticidade juros da demanda agregada, maior será o multiplicador monetário.
f
Indique se as afirmativas são verdadeiras ou falsas. No âmbito de um modelo IS-LM, com preços dados e economia fechada:

Quanto maior for a alíquota do imposto sobre a renda, maior será o impacto de uma variação do gasto governamental sobre a renda de equilíbrio.
f
Indique se as afirmativas são verdadeiras ou falsas. No âmbito de um modelo IS-LM, com preços dados e economia fechada:

Num ponto situado à direita da curva IS, ocorre investimento involuntário positivo em estoques.
v
Indique se as afirmativas são verdadeiras ou falsas. No âmbito de um modelo IS-LM, com preços dados e economia fechada:

Se a oferta de moeda tornar-se uma função positiva da taxa de juros, o multiplicador fiscal terá valor superior ao original.
v
Indique se as afirmativas abaixo  todas relacionadas à execução de política econômica  são verdadeiras ou falsas:

De acordo com “a crítica de Lucas”, a falha dos métodos tradicionais de avaliação de política em considerar os efeitos da própria política sobre o comportamento dos agentes econômicos leva a previsões incorretas dos efeitos da política.
v
Indique se as afirmativas abaixo  todas relacionadas à execução de política econômica  são verdadeiras ou falsas:

Segundo Friedman, devido à defasagens em seus efeitos, políticas monetárias ativas podem criar flutuações e desestabilizar a economia.
v
Indique se as afirmativas abaixo  todas relacionadas à execução de política econômica  são verdadeiras ou falsas:

)O problema de “inconsistência dinâmica” na condução da política monetária pode ser agravado caso o Banco Central se torne independente.
f
Indique se as afirmativas abaixo  todas relacionadas à execução de política econômica  são verdadeiras ou falsas:

O seguro-desemprego é um exemplo de “estabilizador automático”.
v
Dado um modelo de Solow com as seguintes especificações:
y = k1/2 s = 0,2  = 0,05 n = 0
em que y corresponde à produção per capita, k ao capital per capita, s é a taxa de poupança,  é a taxa de depreciação e n é a taxa de crescimento populacional, pergunta-se: qual será o nível de produção per capita no estado estacionário?
4
ão conhecidos:
D = 0,6 (depósitos a vista nos bancos comerciais como proporção dos meios de pagamento) e
R = 0,4 (encaixe total dos bancos comerciais como proporção dos depósitos à vista nos bancos comerciais).
Supondo que haja um aumento de 10,24 na base monetária (delta_B = 10,24), pergunta-se: de quanto aumentarão os meios de pagamento?
16
Segundo a “equivalência Ricardiana”, uma redução de impostos não exerce impacto algum sobre as decisões de consumir, caso os planos de gastos governamentais permaneçam inalterados.
v
A “equivalência Ricardiana” não se aplica se houver restrições ao crédito para as famílias.
v
Segundo a hipótese da renda permanente, a propensão média a consumir aumenta durante períodos de recessão.
v
Segundo a hipótese do ciclo de vida, a propensão média a consumir diminui durante períodos de recessão.
f
Dada a taxa de juros nominal, um aumento da inflação esperada gera um aumento de investimentos.
v
Com racionamento de crédito, o investimento pode ser menor do que aquele que os empresários desejariam realizar à taxa de juros corrente.
v
Um aumento do volume de recursos aplicado na Bolsa de Valores implica aumento equivalente no investimento agregado.
f
Quando há um aumento na taxa de juros, dá-se uma queda na cotação das ações, independentemente das expectativas a respeito da rentabilidade futura das empresas cotadas.
f
ndique se as afirmativas  todas relacionadas com o crescimento de longo prazo  são falsas ou verdadeiras:

(0)De acordo com o modelo de Solow uma maior taxa de crescimento populacional está relacionada a uma maior renda per capita.
f
ndique se as afirmativas  todas relacionadas com o crescimento de longo prazo  são falsas ou verdadeiras:

(0)Devido à diferença dos estoques de capital físico per capita, um trabalhador médio em um país industrializado é mais produtivo que um trabalhador médio em um país em desenvolvimento.
v
ndique se as afirmativas  todas relacionadas com o crescimento de longo prazo  são falsas ou verdadeiras:

(0)Devido à presença de externalidades, o acúmulo de capital humano têm efeitos ambígüos sobre o crescimento.
f
ndique se as afirmativas  todas relacionadas com o crescimento de longo prazo  são falsas ou verdadeiras:

(0)Reduções prolongadas de PIB per capita, como as que ocorreram no Congo (Zaire) e Venezuela nas últimas décadas, corroboram a hipótese de convergência.
f
(0)Mudanças nas preferências dos consumidores, ensejadas por um período prolongado de sobrevalorização cambial, podem exigir uma desvalorização de maior magnitude do que a requerida para o restabelecimento do equilíbrio no balanço de transações correntes.
v
(0)Com salários nominais rígidos, câmbio nominal fixo e perfeita mobilidade do capital, uma política fiscal expansionista não afetará a renda nacional.
f
(0)Com salários nominais rígidos, câmbio nominal flexível e perfeita mobilidade do capital, o ajustamento progressivo dos preços anulará, no longo prazo, o efeito da política monetária sobre a renda real.
v
De acordo com os novos Keynesianos, a não neutralidade da moeda é uma conseqüência da rigidez dos salários reais.
f
(1)A rigidez nominal e a interdependência dos preços individuais em modelos com reajustes sobrepostos (staggering) fazem com que mudanças na quantidade de moeda tenham efeitos reais duradouros.
v
(1)De acordo com os novos Keynesianos, pequenos custos de menu podem acarretar grandes custos para a sociedade devido à externalidade da demanda agregada.
v
(1)A hipótese de expectativas racionais é o principal motivo de disputa entre os novos Keynesianos e os novos clássicos
f
Indique se as afirmativas são falsas ou verdadeiras. Segundo a abordagem dos Ciclos Reais de Negócios:

Os ciclos econômicos resultam de mudanças monetárias.
f
Indique se as afirmativas são falsas ou verdadeiras. Segundo a abordagem dos Ciclos Reais de Negócios:

(1)Durante as recessões, os trabalhadores optam por trabalhar menos e ter mais lazer.
v
Indique se as afirmativas são falsas ou verdadeiras. Segundo a abordagem dos Ciclos Reais de Negócios:

(1)Uma recessão pode ser explicada por um choque de produtividade negativo.
v
Indique se as afirmativas são falsas ou verdadeiras. Segundo a abordagem dos Ciclos Reais de Negócios:

(1)Um aumento dos gastos do governo leva a um aumento do nível de emprego.
v
O fato de o Brasil ser devedor líquido contribui para que o produto interno bruto do país seja maior que o produto nacional bruto.
v
Ao contrário dos fluxos de investimentos diretos, os fluxos de capitais de curto prazo são contabilizados como “transações correntes” no Balanço de Pagamentos.
f
(2)O aumento de importações, fretes e seguros provoca, ceteris paribus, aumento da renda líquida enviada ao exterior.
f
Os juros sobre a dívida pública, por não serem contrapartida da prestação de serviços, não são contabilizados como parte da renda pessoal disponível.
f
Considere as seguintes operações:
(a)o Banco Central compra ouro no mercado interno;
(b)ingressam no país equipamentos estrangeiros, sob forma de investimentos diretos sem cobertura cambial;
(c)o país recebe donativos sob forma de mercadorias;
(d)o país recebe empréstimo de regularização em moeda do FMI.

Indique se as afirmativas são falsas ou verdadeiras:

(0)A transação (a) não é contabilizada no balanço de pagamentos.
f
Considere as seguintes operações:
(a)o Banco Central compra ouro no mercado interno;
(b)ingressam no país equipamentos estrangeiros, sob forma de investimentos diretos sem cobertura cambial;
(c)o país recebe donativos sob forma de mercadorias;
(d)o país recebe empréstimo de regularização em moeda do FMI.

Indique se as afirmativas são falsas ou verdadeiras:

(0)A transação (b) deve ser contabilizada com sinal negativo na conta “importações” e com sinal positivo na conta “investimentos diretos”.
v
Considere as seguintes operações:
(a)o Banco Central compra ouro no mercado interno;
(b)ingressam no país equipamentos estrangeiros, sob forma de investimentos diretos sem cobertura cambial;
(c)o país recebe donativos sob forma de mercadorias;
(d)o país recebe empréstimo de regularização em moeda do FMI.

Indique se as afirmativas são falsas ou verdadeiras:

(0)A transação (c) não causa alterações no saldo em conta corrente.
v
Considere as seguintes operações:
(a)o Banco Central compra ouro no mercado interno;
(b)ingressam no país equipamentos estrangeiros, sob forma de investimentos diretos sem cobertura cambial;
(c)o país recebe donativos sob forma de mercadorias;
(d)o país recebe empréstimo de regularização em moeda do FMI.

Indique se as afirmativas são falsas ou verdadeiras:

(0)A transação (d) é contabilizada com sinal positivo na conta “investimentos” e com sinal negativo na conta “haveres no exterior”.
f
Assinale se as afirmativas abaixo são falsas ou verdadeiras.

Robinson Crusoe planta coqueiros e pesca. No ano passado ele colheu 1000 cocos e pescou 500 peixes. Para ele um peixe vale dois cocos. Robinson deu para Sexta-feira 200 cocos em troca da ajuda na colheita e 100 peixes para que ele colhesse minhocas que seriam usadas de isca na pescaria. Robinson estocou 100 dos seus cocos na sua cabana para consumo futuro. Ele também usou 100 peixes como fertilizantes para os seus coqueiros, o que é necessário fazer para que os coqueiros produzam bem. Sexta-feira consumiu todos os seus cocos e peixes.

A)O PIB desta economia em termos de peixe é 1000.
e
Assinale se as afirmativas abaixo são falsas ou verdadeiras.

Robinson Crusoe planta coqueiros e pesca. No ano passado ele colheu 1000 cocos e pescou 500 peixes. Para ele um peixe vale dois cocos. Robinson deu para Sexta-feira 200 cocos em troca da ajuda na colheita e 100 peixes para que ele colhesse minhocas que seriam usadas de isca na pescaria. Robinson estocou 100 dos seus cocos na sua cabana para consumo futuro. Ele também usou 100 peixes como fertilizantes para os seus coqueiros, o que é necessário fazer para que os coqueiros produzam bem. Sexta-feira consumiu todos os seus cocos e peixes.

A)A renda de Robinson em termos de peixe é 700.
c
Assinale se as afirmativas abaixo são falsas ou verdadeiras.

Robinson Crusoe planta coqueiros e pesca. No ano passado ele colheu 1000 cocos e pescou 500 peixes. Para ele um peixe vale dois cocos. Robinson deu para Sexta-feira 200 cocos em troca da ajuda na colheita e 100 peixes para que ele colhesse minhocas que seriam usadas de isca na pescaria. Robinson estocou 100 dos seus cocos na sua cabana para consumo futuro. Ele também usou 100 peixes como fertilizantes para os seus coqueiros, o que é necessário fazer para que os coqueiros produzam bem. Sexta-feira consumiu todos os seus cocos e peixes.

A)Num sistema contábil ideal, o investimento da economia em termos de peixe é 50.
c
Assinale se as afirmativas abaixo são falsas ou verdadeiras.

Robinson Crusoe planta coqueiros e pesca. No ano passado ele colheu 1000 cocos e pescou 500 peixes. Para ele um peixe vale dois cocos. Robinson deu para Sexta-feira 200 cocos em troca da ajuda na colheita e 100 peixes para que ele colhesse minhocas que seriam usadas de isca na pescaria. Robinson estocou 100 dos seus cocos na sua cabana para consumo futuro. Ele também usou 100 peixes como fertilizantes para os seus coqueiros, o que é necessário fazer para que os coqueiros produzam bem. Sexta-feira consumiu todos os seus cocos e peixes.

A)O consumo de Sexta-Feira em termos de peixe é 200.
c
A)O valor real do PIB no ano corrente é R$200000,00.
B)A taxa de crescimento real do PIB entre o ano base e o ano corrente foi de 218% (até precisão na unidade).
C)A taxa de crescimento do deflator implícito do PIB entre o ano base e o ano corrente foi de 8.9%(até precisão na unidade).
D)A inflação medida por um índice de pesos fixos que toma a produção do ano base como referência foi superior à inflação medida pelo deflator implícito do PIB.
ecee
Assinale se as afirmativas abaixo sobre o modelo keynesiano simples são falsas ou verdadeiras:


A)Se o governo aumentar os seus gastos e simultaneamente fizer uma redução das transferências na mesma magnitude, o nível de produto não se altera.
e
Assinale se as afirmativas abaixo sobre o modelo keynesiano simples são falsas ou verdadeiras:


A)Uma redução dos gastos do governo causa um aumento no superávit do balanço comercial e uma redução na poupança privada.
c
Assinale se as afirmativas abaixo sobre o modelo keynesiano simples são falsas ou verdadeiras:


A)Numa economia fechada e sem governo, uma redução da propensão a consumir aumenta a poupança.
e
Assinale se as afirmativas abaixo sobre o modelo keynesiano simples são falsas ou verdadeiras:


A)Se a propensão marginal a consumir for 0,8, a alíquota marginal de impostos 0,2 e a propensão marginal a importar 0,14, o multiplicador dos gastos autônomos será 2.
c
Assinale se as afirmativas abaixo sobre o modelo IS-LM são falsas ou verdadeiras:

A)Quanto mais sensível for a demanda agregada à taxa de juros, maior o efeito da política monetária sobre o produto.
c
Assinale se as afirmativas abaixo sobre o modelo IS-LM são falsas ou verdadeiras:

A)Quanto mais sensível for a demanda de moeda à taxa de juros, maior o efeito da política monetária sobre o produto.
e
Assinale se as afirmativas abaixo sobre o modelo IS-LM são falsas ou verdadeiras:

A)Quanto mais sensível for a demanda agregada à taxa de juros, maior o efeito da política fiscal sobre o produto.
e
Assinale se as afirmativas abaixo sobre o modelo IS-LM são falsas ou verdadeiras:

A)Quanto mais sensível for a demanda de moeda à taxa de juros, maior o efeito da política fiscal sobre o produto.
c
A)Segundo a concepção ricardiana da dívida pública, uma redução nos impostos não altera o consumo, mesmo que o governo reduza seus gastos, sinalizando que assim não irá aumentar os impostos no futuro.
e
A)Segundo a concepção ricardiana da dívida pública, uma redução nos impostos no presente financiado com dívida pública e sem que haja uma alteração no padrão de gastos do governo deixa o consumo inalterado.
c
A)A existência de herança invalida a concepção ricardiana da dívida pública.
e
A)Imperfeições no mercado de crédito invalidam a concepção ricardiana da dívida pública.
c
A)Uma política fiscal expansionista financiada à base de emissão de títulos públicos deve levar a uma melhora da conta externa de capital.
c
A)A entrada de investimentos externos no país é um dos fatores de expansão da base monetária.
c
A)No caso de uma pequena economia aberta, a política fiscal não exerce impacto sobre a renda quando as taxas de cambio são fixas.
e
A)No caso de uma pequena economia aberta, a política monetária não exerce impacto sobre a renda quando as taxas de cambio são fixas.
c
A)Aumento na oferta monetária produz baixa na taxa de juros se for acompanhado por aumento na preferência pela liquidez.
e
A)O financiamento do déficit público por meio da emissão de títulos do Tesouro adquiridos pelo Banco Central, que os retém em carteira, constitui fator de expansão da base.
c
A)O temor quanto à solvência do sistema bancário pode induzir a substituição de depósitos à vista por papel moeda o que levaria a um aumento da taxa de juros.
c
A)O temor quanto à solvência do sistema bancário pode induzir a um aumento das reservas voluntárias dos bancos comerciais junto ao Banco Central o que levaria a um aumento da taxa de juros.
c
Assinale se as afirmativas sobre o modelo IS-LM com preços flexíveis são falsas ou verdadeiras:

A)Um aumento temporário dos gastos do governo aumenta o nível de preços e a taxa de juros sem alterar o nível de produto
c
Assinale se as afirmativas sobre o modelo IS-LM com preços flexíveis são falsas ou verdadeiras:

A)Um aumento na oferta de moeda reduz a taxa de juros e aumenta o nível de produto.
e
Assinale se as afirmativas sobre o modelo IS-LM com preços flexíveis são falsas ou verdadeiras:

A)Um aumento da oferta de trabalho reduz o nível de preços sem alterar o nível de produto.
e
Suponha um consumidor racional. Assinale se as afirmativas abaixo são falsas ou verdadeiras:


A)Considerando a restrição orçamentaria intertemporal de uma família em um modelo de dois períodos, uma elevação na taxa de juros reduz o consumo em ambos os períodos.
e
Suponha um consumidor racional. Assinale se as afirmativas abaixo são falsas ou verdadeiras:


A)Considerando a restrição orçamentaria intertemporal de uma família em um modelo de dois períodos, uma elevação nas taxas de juros não exerce efeito sobre a restrição orçamentária das famílias e, conseqüentemente, não tem efeitos sobre o consumo em nenhum período.
e
Suponha um consumidor racional. Assinale se as afirmativas abaixo são falsas ou verdadeiras:

A)A impossibilidade de se obter empréstimos não altera a escolha ótima do consumidor já que esta depende apenas das preferências intertemporais e da taxa de juros.
e
Suponha um consumidor racional. Assinale se as afirmativas abaixo são falsas ou verdadeiras:

A)Se o consumidor recebe uma herança, mas que estará indisponível por dez anos, sua poupança hoje deve cair.
c
Suponha um consumidor racional. Assinale se as afirmativas abaixo são falsas ou verdadeiras:

A)Após uma consulta com seu médico, o consumidor recebe boas notícias sobre a sua saúde e tem sua expectativa de vida aumentada. Mesmo assim ele mantém seu plano de se aposentar aos 65 anos de idade. Ele deve aumentar o seu consumo presente.
e
A)Um aumento do nível de produto acima do nível de equilíbrio com preços flexíveis numa economia com competição monopolística pode aumentar o bem estar social.
c
A)Os Novos Keynesianos explicam a não-neutralidade da moeda por meio do modelo de salário eficiência para o mercado de trabalho.
e
A)O modelo de salário eficiência compatibiliza a racionalidade dos agentes com a existência de equilíbrio com desemprego involuntário.
c
A)Uma curva de Phillips aceleracionista com expectativas adaptativas implica na existência de um trade off permanente entre inflação e produto.
e
A)No modelo original da curva de Phillips o trade off entre inflação e desemprego é permanente.
c
A)Segundo a curva de oferta de Lucas, quanto maior for a variância na política monetária mais vertical será a curva de Phillips.
c
A)A hipótese de expectativas racionais consegue explicar a neutralidade da moeda mesmo na presença de contratos salariais justapostos.
e
A)A existência de contratos salariais justapostos consegue explicar tanto a ocorrência de inércia inflacionária como a não neutralidade da política monetária.
c
Quanto maior for a inflação menos elástica deve ser a curva de Phillips de curto prazo.
c
Com relação à curva de demanda agregada do modelo IS/LM em economia fechada assinale se as afirmativas abaixo são falsas ou verdadeiras:

A)Uma menor sensibilidade do investimento em relação à taxa de juros torna o produto mais sensível à alterações no nível geral de preços.
e
Com relação à curva de demanda agregada do modelo IS/LM em economia fechada assinale se as afirmativas abaixo são falsas ou verdadeiras:

A)Um aumento da elasticidade juros da demanda por moeda torna o produto menos sensível à alterações no nível geral de preços.
c
Com relação à curva de demanda agregada do modelo IS/LM em economia fechada assinale se as afirmativas abaixo são falsas ou verdadeiras:

A)Se incorporamos uma relação negativa entre consumo e taxa de juros no modelo IS/LM tradicional, a curva de demanda agregada apresentará maior sensibilidade do produto à alterações no nível geral de preços.
c
Com relação à curva de demanda agregada do modelo IS/LM em economia fechada assinale se as afirmativas abaixo são falsas ou verdadeiras:

A)Uma elasticidade infinita da demanda por moeda em relação a taxa de juros torna a curva de demanda agregada vertical mesmo se incorporamos a existência de uma relação negativa entre consumo e taxa de juros no modelo IS/LM
c
Considere o diagrama taxa de juros contra renda do modelo IS/LM. Seja A um ponto sobre a IS, B um ponto abaixo da IS ao longo de uma vertical que passa por A e, seja C um ponto sobre a IS ao longo de uma horizontal que passa por B. Assinale se as afirmativas abaixo são falsas ou verdadeiras:


A)Em B há excesso de oferta por bens.
e
Considere o diagrama taxa de juros contra renda do modelo IS/LM. Seja A um ponto sobre a IS, B um ponto abaixo da IS ao longo de uma vertical que passa por A e, seja C um ponto sobre a IS ao longo de uma horizontal que passa por B. Assinale se as afirmativas abaixo são falsas ou verdadeiras:

A)Em B o excesso de demanda mede-se pela distância AB.
e
Considere o diagrama taxa de juros contra renda do modelo IS/LM. Seja A um ponto sobre a IS, B um ponto abaixo da IS ao longo de uma vertical que passa por A e, seja C um ponto sobre a IS ao longo de uma horizontal que passa por B. Assinale se as afirmativas abaixo são falsas ou verdadeiras:


A)O excesso de oferta é maior do que AB.
e
A partir de uma situação de equilíbrio no modelo IS/LM as Autoridades Monetárias elevam a base monetária. Suponha que o ajustamento no mercado de bens seja lento e, que o Banco Central a cada instante compre toda a oferta excedente de títulos. Assinale se as afirmativas abaixo são falsas ou verdadeiras:

A)O ajustamento dinâmico ocorre ao longo da LM.
e
A partir de uma situação de equilíbrio no modelo IS/LM as Autoridades Monetárias elevam a base monetária. Suponha que o ajustamento no mercado de bens seja lento e, que o Banco Central a cada instante compre toda a oferta excedente de títulos. Assinale se as afirmativas abaixo são falsas ou verdadeiras:

A)Não faz sentido esta dinâmica, pois a identidade de Walras exige equilíbrio nos mercados.
e
A partir de uma situação de equilíbrio no modelo IS/LM as Autoridades Monetárias elevam a base monetária. Suponha que o ajustamento no mercado de bens seja lento e, que o Banco Central a cada instante compre toda a oferta excedente de títulos. Assinale se as afirmativas abaixo são falsas ou verdadeiras:

A)O ajustamento ocorre em uma região abaixo da IS e acima da LM.
c
A partir de uma situação de equilíbrio no modelo IS/LM as Autoridades Monetárias elevam a base monetária. Suponha que o ajustamento no mercado de bens seja lento e, que o Banco Central a cada instante compre toda a oferta excedente de títulos. Assinale se as afirmativas abaixo são falsas ou verdadeiras:

A)Se o Banco Central não equilibrar o mercado de títulos o ajustamento pode ocorrer ao longo da LM.
c
A)No modelo de crescimento de Solow uma elevação da propensão marginal a poupar eleva a taxa de crescimento.
e
A)Se o estoque de capital for menor do que o dado pela regra de ouro, uma elevação da propensão marginal a poupar e/ou uma redução da taxa de crescimento elevam o consumo de longo prazo.
c
A)A partir de uma situação estática de equilíbrio de longo prazo, um progresso técnico poupador de capital eleva o produto marginal do capital.
e
A)No equilíbrio de longo prazo no modelo de Solow com progresso técnico exógeno, uma elevação da taxa de crescimento da população eleva a taxa de crescimento do produto agregado.
c
Classifique as seguintes afirmações, sobre o modelo keynesiano simples, como Verdadeiras ou Falsas:


O valor multiplicador de orçamento equilibrado de uma redução dos gastos públicos acompanhado de uma redução de impostos diretos é unitário
v
Classifique as seguintes afirmações, sobre o modelo keynesiano simples, como Verdadeiras ou Falsas:


O valor multiplicador de orçamento equilibrado de uma redução de transferências do setor público acompanhado de uma redução de impostos diretos é nulo.
v
Classifique as seguintes afirmações, sobre o modelo keynesiano simples, como Verdadeiras ou Falsas:


A existência de uma correlação positiva entre a arrecadação dos impostos e o nível de atividade exacerba as flutuações econômicas.
f
Classifique as seguintes afirmações, sobre o modelo keynesiano simples, como Verdadeiras ou Falsas:

Numa economia aberta, o multiplicador do componente autônomo do investimento é maior do que numa economia fechada que tenha a mesma propensão marginal a consumir e a mesma alíquota de impostos.
f
Classifique as seguintes afirmações, sobre o modelo IS-LM, como Verdadeiras ou Falsas:

Quanto menor for a elasticidade-juros da demanda por moeda maior é o efeito sobre o nível de produto de uma dada expansão monetária.
v
Classifique as seguintes afirmações, sobre o modelo IS-LM, como Verdadeiras ou Falsas:

Quanto menor for a elasticidade-juros da demanda por moeda maior é o efeito sobre o nível de produto de uma dada expansão do déficit público.
f
Classifique as seguintes afirmações, sobre o modelo IS-LM, como Verdadeiras ou Falsas:

A magnitude do efeito “crowding-out” de um aumento dos gastos públicos sobre o nível de investimento privado independe da propensão marginal a consumir da renda disponível.
f
Classifique as seguintes afirmações, sobre o modelo IS-LM, como Verdadeiras ou Falsas:

Numa economia com três ativos financeiros - moeda, títulos públicos e títulos privados - a condição de equilíbrio no mercado monetário é suficiente para garantir o equilíbrio nos outros dois mercados de ativos financeiros.
f
C = 2500+0,8Y
I = 1500-200i
Ld = 0,1Y-50i
G = 1200
T = 0,25Y
M/P = 800

onde C é o consumo agregado, Yd a renda disponível, I o investimento privado, i a taxa de juros em %, Ld é a demanda real por moeda, Y é o nível de renda da economia, T a arrecadação do governo e M/P a oferta real de moeda.

Calcule a taxa de juros de equilíbrio em % da economia.
05
C = 2500+0,8Y
I = 1500-200i
Ld = 0,1Y-50i
G = 1200
T = 0,25Y
M/P = 800

onde C é o consumo agregado, Yd a renda disponível, I o investimento privado, i a taxa de juros em %, Ld é a demanda real por moeda, Y é o nível de renda da economia, T a arrecadação do governo e M/P a oferta real de moeda.

Calcule o valor do multiplicador da política monetária da economia, ou seja, o efeito do aumento de uma unidade de moeda real sobre o produto.
05
Classifique as seguintes afirmações, sobre a curva de demanda agregada derivada do modelo IS-LM, como Verdadeiras ou Falsas:

Aumentos no nível geral de preços e reduções na oferta nominal de moeda produzem efeitos idênticos sobre a curva de demanda agregada.
f
Classifique as seguintes afirmações, sobre a curva de demanda agregada derivada do modelo IS-LM, como Verdadeiras ou Falsas:

A inelasticidade do investimento em relação à taxa de juros leva a uma curva de demanda agregada inelástica, independentemente da especificação da função demanda por moeda.
v
Classifique as seguintes afirmações, sobre a curva de demanda agregada derivada do modelo IS-LM, como Verdadeiras ou Falsas:

A teoria quantitativa da moeda gera uma curva de demanda agregada vertical, produzindo como principal resultado a estabilidade do produto ao nível de pleno emprego.
f
Classifique as seguintes afirmações, sobre a curva de demanda agregada derivada do modelo IS-LM, como Verdadeiras ou Falsas:

A introdução de uma relação negativa entre a arrecadação real de impostos e o nível geral de preços no modelo IS-LM tradicional tende a tornar a curva de demanda agregada mais inclinada.
v
Classifique as seguintes afirmações, sobre a curva de Phillips, como Verdadeiras ou Falsas:

A incorporação de um termo de expectativas inflacionárias positivas na curva de Phillips aumenta o custo de desemprego requerido para produzir uma taxa de inflação nula.
v
Classifique as seguintes afirmações, sobre a curva de Phillips, como Verdadeiras ou Falsas:

Sob expectativas adaptativas, aumentos sucessivos da taxa de inflação estão em geral associados a um nível de desemprego menor que a taxa natural.
v
Classifique as seguintes afirmações, sobre a curva de Phillips, como Verdadeiras ou Falsas:

Sob expectativas racionais, podemos dizer que uma inflação mais alta está sempre relacionada a um menor nível de desemprego.
f
Classifique as seguintes afirmações, sobre a curva de Phillips, como Verdadeiras ou Falsas:

Com expectativas racionais, surpresas no nível de inflação não estão relacionadas a variações no nível de atividade econômica.
f
A seguir listamos alguns fatos que influenciam a demanda de moeda. Classifique-o como Verdadeiro, caso o fato possa ter contribuído para a redução de demanda real por moeda durante o período de aceleração inflacionária no Brasil. Caso contrário, classifique-o como Falso:

Aumento da taxa de juros nominal.
v
A seguir listamos alguns fatos que influenciam a demanda de moeda. Classifique-o como Verdadeiro, caso o fato possa ter contribuído para a redução de demanda real por moeda durante o período de aceleração inflacionária no Brasil. Caso contrário, classifique-o como Falso:

Aumento do nível de renda da economia.
f
A seguir listamos alguns fatos que influenciam a demanda de moeda. Classifique-o como Verdadeiro, caso o fato possa ter contribuído para a redução de demanda real por moeda durante o período de aceleração inflacionária no Brasil. Caso contrário, classifique-o como Falso:

Redução no custo de transação entre moeda e outras aplicações remuneradas.
v
A seguir listamos alguns fatos que influenciam a demanda de moeda. Classifique-o como Verdadeiro, caso o fato possa ter contribuído para a redução de demanda real por moeda durante o período de aceleração inflacionária no Brasil. Caso contrário, classifique-o como Falso:

Uma redução da incerteza
f
Classifique cada evento abaixo como Verdadeiro, caso tenda a aumentar o multiplicador monetário, e como Falso, em caso contrário:

Aumento da taxa de redesconto do Banco Central
f
Classifique cada evento abaixo como Verdadeiro, caso tenda a aumentar o multiplicador monetário, e como Falso, em caso contrário:

Aumento do percentual de reservas obrigatórias sobre depósitos a vista a ser recolhido pelo Banco Central
f
Classifique cada evento abaixo como Verdadeiro, caso tenda a aumentar o multiplicador monetário, e como Falso, em caso contrário:

Redução do percentual de papel moeda sobre depósitos a vista.
v
Classifique cada evento abaixo como Verdadeiro, caso tenda a aumentar o multiplicador monetário, e como Falso, em caso contrário:

Aumento da incerteza percebida pelos bancos quanto ao fluxo de depósitos a vista.
f
Classifique as seguintes afirmações, sobre investimento, como Verdadeiras ou Falsas:

O investimento é positivamente relacionado à taxa de juros.
f
Classifique as seguintes afirmações, sobre investimento, como Verdadeiras ou Falsas:

O investimento tende a ser positivamente relacionado ao crescimento do produto.
v
Classifique as seguintes afirmações, sobre investimento, como Verdadeiras ou Falsas:

O investimento planejado em estoque tende a ser pró-cíclico.
v
Classifique as seguintes afirmações, sobre investimento, como Verdadeiras ou Falsas:

A razão estoques/vendas tende a aumentar no início de uma recessão.
v
Classifique as seguintes afirmações, sobre consumo, como Verdadeiras ou Falsas:

Segundo o modelo intertemporal de escolha de consumo, o sinal impacto de um aumento da taxa de juros real sobre o nível do consumo presente é teoricamente ambíguo.
v
Classifique as seguintes afirmações, sobre consumo, como Verdadeiras ou Falsas:

A teoria do Ciclo da Vida de Modigliani permite racionalizar a evidência empírica de que a propensão média a consumir é inversamente relacionada ao nível de renda no curto prazo, mas é constante no longo prazo.
v
Classifique as seguintes afirmações, sobre consumo, como Verdadeiras ou Falsas:

Segundo a teoria da Renda Permanente de Friedman quanto a maior a proporção da renda permanente em relação a renda total, menor a propensão a consumir da renda corrente.
f
Classifique as seguintes afirmações, sobre consumo, como Verdadeiras ou Falsas:

Se os agentes têm expectativas racionais e agem de acordo com a hipótese da renda permanente, uma redução permanente de impostos, que já havia sido anunciada um ano antes, não deve produzir impacto significativo sobre o nível de consumo no momento em que for efetuada.
v
Classifique as seguintes afirmações, sobre macroeconomia aberta, como Verdadeiras ou Falsas:

(0) Numa pequena economia aberta com livre mobilidade de capitais e taxa de câmbio flutuante, uma redução dos gastos do governo deve provocar uma depreciação cambial.
v
Classifique as seguintes afirmações, sobre macroeconomia aberta, como Verdadeiras ou Falsas:

(1) Numa pequena economia aberta com livre mobilidade de capitais e taxa de câmbio flutuante, uma redução dos gastos do governo deve provocar uma redução do produto.
f
Classifique as seguintes afirmações, sobre macroeconomia aberta, como Verdadeiras ou Falsas:

Numa pequena economia aberta com livre mobilidade de capitais e taxa de câmbio fixa, uma redução dos gastos do governo deve provocar uma redução do produto.
v
Classifique as seguintes afirmações, sobre macroeconomia aberta, como Verdadeiras ou Falsas:

Numa pequena economia aberta com livre mobilidade de capitais e taxa de câmbio fixa, um aumento da oferta monetária não deve ter qualquer efeito sobre o produto.
v
Classifique as seguintes afirmações, sobre ciclos econômicos, como Verdadeiras ou Falsas:

Segundo a teoria dos ciclos reais de negócios o menor nível de emprego durante as recessões resulta da decisão dos trabalhadores de trabalharem menos quando a sua produtividade marginal é mais baixa.
v
Classifique as seguintes afirmações, sobre ciclos econômicos, como Verdadeiras ou Falsas:

O grande problema empírico da teoria dos ciclos reais de negócios é a sua incompatibilidade com o comportamento pró-cíclico dos salários reais.
f
Classifique as seguintes afirmações, sobre ciclos econômicos, como Verdadeiras ou Falsas:

Os modelos novo-keynesianos utilizam-se da hipótese de concorrência perfeita no mercado de produto.
f
Classifique as seguintes afirmações, sobre ciclos econômicos, como Verdadeiras ou Falsas:

Os modelos novo-keynesianos procuram fundamentar a rigidez nominal dos preços.
v
Classifique as seguintes afirmações, sobre o modelo de crescimento de Solow, como Verdadeiras ou Falsas:

a taxa de poupança é exógena.
v
Classifique as seguintes afirmações, sobre o modelo de crescimento de Solow, como Verdadeiras ou Falsas:

a taxa de lucro (de juros) é exógena.
f
Classifique as seguintes afirmações, sobre o modelo de crescimento de Solow, como Verdadeiras ou Falsas:

um aumento da taxa líquida de poupança causa um aumento permanente na taxa de crescimento do produto.
f
Classifique as seguintes afirmações, sobre o modelo de crescimento de Solow, como Verdadeiras ou Falsas:

um aumento da taxa líquida de poupança sempre reduz o consumo por unidade de trabalho efetivo no equilíbrio.
f
Considere as seguintes operações:
(A) Uma empresa do setor têxtil liquida um empréstimo junto ao BNDES.
(B) Uma empresa desconta uma duplicata em um banco comercial, recebendo a inscrição de um depósito à vista.
(C) Um banco comercial adquire um imóvel junto a uma construtora, pagando à vista.
(D) A União faz uma remessa emergencial de recursos ao estado de Alagoas, sacando sobre seus depósitos no Banco Central.

Classifique as seguintes afirmações, sobre meios de pagamento, como Verdadeiras ou Falsas:


Em (A) há destruição de meios de pagamento.
f
Considere as seguintes operações:
(A) Uma empresa do setor têxtil liquida um empréstimo junto ao BNDES.
(B) Uma empresa desconta uma duplicata em um banco comercial, recebendo a inscrição de um depósito à vista.
(C) Um banco comercial adquire um imóvel junto a uma construtora, pagando à vista.
(D) A União faz uma remessa emergencial de recursos ao estado de Alagoas, sacando sobre seus depósitos no Banco Central.

Classifique as seguintes afirmações, sobre meios de pagamento, como Verdadeiras ou Falsas:


Em (B) há expansão nos meios de pagamento.
v
Considere as seguintes operações:
(A) Uma empresa do setor têxtil liquida um empréstimo junto ao BNDES.
(B) Uma empresa desconta uma duplicata em um banco comercial, recebendo a inscrição de um depósito à vista.
(C) Um banco comercial adquire um imóvel junto a uma construtora, pagando à vista.
(D) A União faz uma remessa emergencial de recursos ao estado de Alagoas, sacando sobre seus depósitos no Banco Central.

Classifique as seguintes afirmações, sobre meios de pagamento, como Verdadeiras ou Falsas:


O estoque de meios de pagamento fica inalterado em (C) .
f
Considere as seguintes operações:
(A) Uma empresa do setor têxtil liquida um empréstimo junto ao BNDES.
(B) Uma empresa desconta uma duplicata em um banco comercial, recebendo a inscrição de um depósito à vista.
(C) Um banco comercial adquire um imóvel junto a uma construtora, pagando à vista.
(D) A União faz uma remessa emergencial de recursos ao estado de Alagoas, sacando sobre seus depósitos no Banco Central.

Classifique as seguintes afirmações, sobre meios de pagamento, como Verdadeiras ou Falsas:


O estoque de meios de pagamento fica inalterado em (D).
f
Admita que as seguintes operações foram realizadas entre o Brasil e o exterior num dado período:
Um grupo japonês realiza investimento de 500 milhões de dólares na privatização da Vale do Rio Doce.
Companhias estrangeiras instaladas no Brasil remetem lucros de 50 milhões de dólares ao exterior.
Uma agência de turismo brasileira efetua pagamentos a uma cadeia de hotéis norte-americana no valor de 20 milhões de dólares, referentes a serviços de hospedagem a turistas brasileiros.
Uma montadora francesa de automóveis investe 100 milhões de dólares na construção de uma fábrica no Paraná.
O Brasil importa, pagando à vista, 180 milhões de dólares em automóveis coreanos.
O Brasil paga ao exterior 50 milhões de dólares em fretes.
O Banco Central do Brasil refinancia, junto a um credor norte-americano, o pagamento de juros vincendos no valor de 80 milhões de dólares.
Uma companhia aérea americana realiza uma compra à vista de aviões brasileiros no valor de 150 milhões de dólares.
Uma indústria brasileira de autopeças importa maquinário da Alemanha no valor de 60 milhões de dólares, financiados a longo prazo por um banco alemão.

Classifique as seguintes afirmações, sobre balanço de pagamentos, como Verdadeiras ou Falsas:

O déficit no balanço comercial é de 30 milhões.
f
Admita que as seguintes operações foram realizadas entre o Brasil e o exterior num dado período:
Um grupo japonês realiza investimento de 500 milhões de dólares na privatização da Vale do Rio Doce.
Companhias estrangeiras instaladas no Brasil remetem lucros de 50 milhões de dólares ao exterior.
Uma agência de turismo brasileira efetua pagamentos a uma cadeia de hotéis norte-americana no valor de 20 milhões de dólares, referentes a serviços de hospedagem a turistas brasileiros.
Uma montadora francesa de automóveis investe 100 milhões de dólares na construção de uma fábrica no Paraná.
O Brasil importa, pagando à vista, 180 milhões de dólares em automóveis coreanos.
O Brasil paga ao exterior 50 milhões de dólares em fretes.
O Banco Central do Brasil refinancia, junto a um credor norte-americano, o pagamento de juros vincendos no valor de 80 milhões de dólares.
Uma companhia aérea americana realiza uma compra à vista de aviões brasileiros no valor de 150 milhões de dólares.
Uma indústria brasileira de autopeças importa maquinário da Alemanha no valor de 60 milhões de dólares, financiados a longo prazo por um banco alemão.

Classifique as seguintes afirmações, sobre balanço de pagamentos, como Verdadeiras ou Falsas:

O movimento autônomo de capitais é de 660 milhões.
f
Admita que as seguintes operações foram realizadas entre o Brasil e o exterior num dado período:
Um grupo japonês realiza investimento de 500 milhões de dólares na privatização da Vale do Rio Doce.
Companhias estrangeiras instaladas no Brasil remetem lucros de 50 milhões de dólares ao exterior.
Uma agência de turismo brasileira efetua pagamentos a uma cadeia de hotéis norte-americana no valor de 20 milhões de dólares, referentes a serviços de hospedagem a turistas brasileiros.
Uma montadora francesa de automóveis investe 100 milhões de dólares na construção de uma fábrica no Paraná.
O Brasil importa, pagando à vista, 180 milhões de dólares em automóveis coreanos.
O Brasil paga ao exterior 50 milhões de dólares em fretes.
O Banco Central do Brasil refinancia, junto a um credor norte-americano, o pagamento de juros vincendos no valor de 80 milhões de dólares.
Uma companhia aérea americana realiza uma compra à vista de aviões brasileiros no valor de 150 milhões de dólares.
Uma indústria brasileira de autopeças importa maquinário da Alemanha no valor de 60 milhões de dólares, financiados a longo prazo por um banco alemão.

Classifique as seguintes afirmações, sobre balanço de pagamentos, como Verdadeiras ou Falsas:

O déficit em transações correntes é de 290 milhões.
v
Admita que as seguintes operações foram realizadas entre o Brasil e o exterior num dado período:
Um grupo japonês realiza investimento de 500 milhões de dólares na privatização da Vale do Rio Doce.
Companhias estrangeiras instaladas no Brasil remetem lucros de 50 milhões de dólares ao exterior.
Uma agência de turismo brasileira efetua pagamentos a uma cadeia de hotéis norte-americana no valor de 20 milhões de dólares, referentes a serviços de hospedagem a turistas brasileiros.
Uma montadora francesa de automóveis investe 100 milhões de dólares na construção de uma fábrica no Paraná.
O Brasil importa, pagando à vista, 180 milhões de dólares em automóveis coreanos.
O Brasil paga ao exterior 50 milhões de dólares em fretes.
O Banco Central do Brasil refinancia, junto a um credor norte-americano, o pagamento de juros vincendos no valor de 80 milhões de dólares.
Uma companhia aérea americana realiza uma compra à vista de aviões brasileiros no valor de 150 milhões de dólares.
Uma indústria brasileira de autopeças importa maquinário da Alemanha no valor de 60 milhões de dólares, financiados a longo prazo por um banco alemão.

Classifique as seguintes afirmações, sobre balanço de pagamentos, como Verdadeiras ou Falsas:

O superávit total do balanço de pagamentos é de 450 milhões.
v
A manutenção de um diferencial entre taxas de juros interna e externa muito superior à expectativa de desvalorização cambial tende a provocar uma fuga de capitais ou desvalorização imediata do câmbio.
e
Para que a paridade de poder de compra se mantenha, a taxa de desvalorização da taxa de câmbio do país deve ser igual a (1+p)/(1+p* )-1, onde p é a inflação doméstica e p* é a inflação externa
c
Num regime de taxa de câmbio flexível, a taxa da câmbio se ajusta de forma a equilibrar o balanço de pagamentos.
c
Num regime de taxa de câmbio fixa, as expectativas dos agentes econômicos sobre a manutenção da taxa de câmbio no patamar anunciado pelo governo independe da quantidade de reservas internacionais possuídas pelo Banco Central.
e
O efeito imediato de uma desvalorização cambial sobre a balança comercial pode ser negativo, tendendo a melhorar com o passar do tempo.
c
Numa economia com livre mobilidade de capitais, a política monetária é mais eficaz num regime de taxa de câmbio fixa do que num regime de taxa de câmbio flutuante.
e
De acordo com o modelo IS-LM adaptado à economia aberta, a política fiscal é mais eficaz num regime de livre mobilidade de capital com taxa de câmbio fixa do que numa economia fechada.
c
De acordo com o modelo IS-LM adaptado à economia aberta, num regime de taxa de câmbio flexível e livre mobilidade de capital, uma expansão monetária deve ocasionar, no curto prazo, um aumento das exportações.
c
Nos termos do modelo IS-LM, suponha que a demanda por moeda responda positivamente a elevações da riqueza. Levando em consideração a restrição orçamentária do setor público, indique se as proposições abaixo são falsas ou verdadeiras:

Uma elevação dos gastos públicos financiada por títulos públicos desloca a IS para a direita e a LM para a esquerda se não for válida a equivalência Ricardo-Barro.
v
Nos termos do modelo IS-LM, suponha que a demanda por moeda responda positivamente a elevações da riqueza. Levando em consideração a restrição orçamentária do setor público, indique se as proposições abaixo são falsas ou verdadeiras:

Uma elevação dos gastos públicos financiada por títulos públicos desloca a IS para a direita e a LM fica parada se for válida a equivalência Ricardo-Barro.
v
Nos termos do modelo IS-LM, suponha que a demanda por moeda responda positivamente a elevações da riqueza. Levando em consideração a restrição orçamentária do setor público, indique se as proposições abaixo são falsas ou verdadeiras:

Se for válida a equivalência Ricardo-Barro o multiplicador dos gastos públicos é igual ao multiplicador do orçamento equilibrado.
v
Nos termos do modelo IS-LM, suponha que a demanda por moeda responda positivamente a elevações da riqueza. Levando em consideração a restrição orçamentária do setor público, indique se as proposições abaixo são falsas ou verdadeiras:

Uma operação de mercado aberto produz o mesmo movimento da LM que haveria caso a demanda por moeda não respondesse a variações da riqueza.
v
Considerando as várias teorias explicativas dos ciclos econômicos, indique se as proposições abaixo são falsas ou verdadeiras:

Problemas expectacionais determinam os ciclos para monetaristas e novos clássicos.
c
Considerando as várias teorias explicativas dos ciclos econômicos, indique se as proposições abaixo são falsas ou verdadeiras:

Choques de produtividade explicam os ciclos para os adeptos da teoria dos ciclos reais.
c
Considerando as várias teorias explicativas dos ciclos econômicos, indique se as proposições abaixo são falsas ou verdadeiras:

Rigidez nominal de preços e imperfeições informacionais provocam os ciclos para os novos keynesianos.
c
Considerando as várias teorias explicativas dos ciclos econômicos, indique se as proposições abaixo são falsas ou verdadeiras:

Movimentos nos PNB potencial não causam ciclos para a teoria dos ciclos reais.
e
Um país realiza em determinado ano as seguintes transações com o exterior:
(a) Pagamento de seguros: 10 unidades monetárias.
(b) Investimento direto de não-residentes: 20 unidades monetárias.
(c) Exportações de bens: 400 unidades monetárias.
(d) Importações de bens: 300 unidades monetárias
(e) Lucros reinvestidos: 20 unidades monetárias.
(f) Pagamento de fretes: 50 unidades monetárias.
(g) Amortização de dívida externa: 10 unidades monetárias.
(h) Entrada de capital de curto prazo: 50 unidades monetárias.
(i) Remessa de lucros: 100 unidades monetárias.
(j) Pagamento de juros da dívida externa: 50 unidades monetárias.
Com base nas informações acima, indique se as proposições abaixo são falsas ou verdadeiras:

A transferência líquida de recursos ao exterior é igual a 50 unidades monetárias.
e
Um país realiza em determinado ano as seguintes transações com o exterior:
(a) Pagamento de seguros: 10 unidades monetárias.
(b) Investimento direto de não-residentes: 20 unidades monetárias.
(c) Exportações de bens: 400 unidades monetárias.
(d) Importações de bens: 300 unidades monetárias
(e) Lucros reinvestidos: 20 unidades monetárias.
(f) Pagamento de fretes: 50 unidades monetárias.
(g) Amortização de dívida externa: 10 unidades monetárias.
(h) Entrada de capital de curto prazo: 50 unidades monetárias.
(i) Remessa de lucros: 100 unidades monetárias.
(j) Pagamento de juros da dívida externa: 50 unidades monetárias.
Com base nas informações acima, indique se as proposições abaixo são falsas ou verdadeiras:

O balanço de pagamento em conta corrente apresenta um déficit de 120 unidades monetárias.
e
Um país realiza em determinado ano as seguintes transações com o exterior:
(a) Pagamento de seguros: 10 unidades monetárias.
(b) Investimento direto de não-residentes: 20 unidades monetárias.
(c) Exportações de bens: 400 unidades monetárias.
(d) Importações de bens: 300 unidades monetárias
(e) Lucros reinvestidos: 20 unidades monetárias.
(f) Pagamento de fretes: 50 unidades monetárias.
(g) Amortização de dívida externa: 10 unidades monetárias.
(h) Entrada de capital de curto prazo: 50 unidades monetárias.
(i) Remessa de lucros: 100 unidades monetárias.
(j) Pagamento de juros da dívida externa: 50 unidades monetárias.
Com base nas informações acima, indique se as proposições abaixo são falsas ou verdadeiras:

A renda líquida enviada ao exterior é de 170 unidades monetárias.
c
Um país realiza em determinado ano as seguintes transações com o exterior:
(a) Pagamento de seguros: 10 unidades monetárias.
(b) Investimento direto de não-residentes: 20 unidades monetárias.
(c) Exportações de bens: 400 unidades monetárias.
(d) Importações de bens: 300 unidades monetárias
(e) Lucros reinvestidos: 20 unidades monetárias.
(f) Pagamento de fretes: 50 unidades monetárias.
(g) Amortização de dívida externa: 10 unidades monetárias.
(h) Entrada de capital de curto prazo: 50 unidades monetárias.
(i) Remessa de lucros: 100 unidades monetárias.
(j) Pagamento de juros da dívida externa: 50 unidades monetárias.
Com base nas informações acima, indique se as proposições abaixo são falsas ou verdadeiras:

A conta de capital apresenta um superávit de 80 unidades monetárias.
c
Com relação à demanda por moeda, indique se as proposições abaixo são falsas ou verdadeiras:

A redução da inflação, tudo o mais constante, eleva a demanda por moeda.
c
Com relação à demanda por moeda, indique se as proposições abaixo são falsas ou verdadeiras:

A redução da inflação associada à elevação dos juros nominais eleva a demanda de moeda.
e
Com relação à demanda por moeda, indique se as proposições abaixo são falsas ou verdadeiras:

A redução no custo de transação entre moeda e outras aplicações remuneradas aumenta a demanda por moeda.
e
Com relação à demanda por moeda, indique se as proposições abaixo são falsas ou verdadeiras:

A elevação da renda reduz a demanda por moeda.
e
Uma desvalorização da moeda, elevando o valor em moeda local das reservas internacionais, expande a base monetária.
e
Uma elevação das reservas compulsórias, supondo que as reservas voluntárias são elevadas, reduz o multiplicador bancário.
e
Uma elevação das reservas voluntárias e dos encaixes dos bancos comerciais, tudo o mais constante, reduz o multiplicador bancário.
c
Um pagamento do Tesouro Nacional a um banco comercial, feito com depósitos do Tesouro nas Autoridades Monetárias, expande a base monetária.
c
Na curva de Phillips expandida pelas expectativas poderá haver inflação positiva mesmo quando o produto corrente for menor que o produto potencial.
c
Nos termos do modelo IS-LM, os preços se ajustam para manter a igualdade entre a oferta e demanda por moeda.
e
Em uma economia aberta, nos termos do modelo IS-LM, um aumento nos gastos do governo causará um aumento mais que proporcional no PNB.
e
Os gastos de consumo tendem a flutuar mais do que o produto.
e
A renda disponível tende a flutuar menos que o produto
c
A propensão marginal a consumir de curto prazo é menor do que a propensão marginal a consumir de longo prazo
c
O efeito imediato de um aumento de imposto de renda sobre o consumo independe deste ser temporário ou permanente, pois tudo o que importa é o efeito sobre a renda disponível corrente.
e
O investimento é positivamente relacionado à taxa de juros
e
O investimento tende a ser positivamente relacionado ao crescimento do produto
c
O investimento planejado em estoque tende a ser pró-cíclico.
c
A razão estoques/vendas tende a aumentar no início de uma recessão.
c
Uma das implicações do modelo de crescimento de Solow é que a trajetória de crescimento equilibrado é estável e a taxa de crescimento do produto não depende da taxa de poupança.
c
No modelo de crescimento de Solow com progresso técnico, para manter constante a razão capital-produto ao longo da trajetória de crescimento equilibrado será necessário manter uma taxa de poupança menor do que na ausência de progresso técnico.
e
A taxa de lucro (de juros) é exógena.
e
Um aumento da taxa líquida de poupança sempre reduz o consumo por unidade de trabalho efetivo no equilíbrio.
e
De acordo com a hipótese das expectativas racionais de Lucas e Sargent uma expansão monetária tem um efeito temporário sobre a renda, mesmo se antecipada pelos agentes econômicos.
e
Suponha que existam contratos justapostos de trabalho durante os quais os salários estão fixos. Se a determinação de cada salário leva em conta os salários relativos, e se as expectativas são racionais, o efeito de um choque de moeda sobre o produto pode perdurar por um período superior à duração dos contratos.
c
Se as expectativas forem adaptativas, o modelo aceleracionista da curva de Phillips prevê um tradeoff apenas instantâneo entre inflação e desemprego.
e
A hipótese das expectativas racionais prevê que não haja qualquer tradeoff entre inflação e desemprego.
e
Suponha que uma economia absorva recursos externos de não-residentes e, para que não haja pressão sobre os meios de pagamento o Banco Central (BACEN) esterilize o excesso de moeda, emitindo dívida pública. Devido a políticas de ajustamento de curto prazo os juros domésticos estão muito mais elevados do que os internacionais. Após alguns meses os recursos são enviados para fora do país. Para que o câmbio não se desvalorize o BACEN toma recursos emprestado elevando a dívida externa. Com base neste cenário, indique se as proposições abaixo são falsas ou verdadeiras:

A economia absorveu recursos reais.
e
Suponha que uma economia absorva recursos externos de não-residentes e, para que não haja pressão sobre os meios de pagamento o Banco Central (BACEN) esterilize o excesso de moeda, emitindo dívida pública. Devido a políticas de ajustamento de curto prazo os juros domésticos estão muito mais elevados do que os internacionais. Após alguns meses os recursos são enviados para fora do país. Para que o câmbio não se desvalorize o BACEN toma recursos emprestado elevando a dívida externa. Com base neste cenário, indique se as proposições abaixo são falsas ou verdadeiras:

O PNB reduziu-se.
c
Suponha que uma economia absorva recursos externos de não-residentes e, para que não haja pressão sobre os meios de pagamento o Banco Central (BACEN) esterilize o excesso de moeda, emitindo dívida pública. Devido a políticas de ajustamento de curto prazo os juros domésticos estão muito mais elevados do que os internacionais. Após alguns meses os recursos são enviados para fora do país. Para que o câmbio não se desvalorize o BACEN toma recursos emprestado elevando a dívida externa. Com base neste cenário, indique se as proposições abaixo são falsas ou verdadeiras:

Houve um ganho de capital por parte dos ofertantes de divisas.
c
Suponha que uma economia absorva recursos externos de não-residentes e, para que não haja pressão sobre os meios de pagamento o Banco Central (BACEN) esterilize o excesso de moeda, emitindo dívida pública. Devido a políticas de ajustamento de curto prazo os juros domésticos estão muito mais elevados do que os internacionais. Após alguns meses os recursos são enviados para fora do país. Para que o câmbio não se desvalorize o BACEN toma recursos emprestado elevando a dívida externa. Com base neste cenário, indique se as proposições abaixo são falsas ou verdadeiras:

O saldo do balanço de pagamento em transações correntes ficou inalterado.
e
O efeito imediato de um choque positivo de preços não acomodado por políticas fiscais e/ou monetárias é uma redução do produto e um aumento da taxa de juros.
c
Quando a demanda por moeda for inelástica em relação à taxa de juros, a política fiscal será relativamente eficaz.
e
Em uma economia caracterizada pela curva de oferta de Lucas, uma redução na demanda agregada provocará uma pequena variação no produto e nos preços.
e
No modelo clássico, com preços e salários flexíveis, o produto real será sempre igual ao produto potencial.
c
No regime de taxa de câmbio flexível, o Banco Central pode estabilizar a taxa de câmbio e permitir que a taxa de juros varie, permitindo que a economia atinja seu nível de pleno emprego.
e
Na teoria de Kalecki, o princípio do risco crescente diz respeito às limitações impostas pelo tamanho do mercado à expansão da firma.
e
O índice geométrico supõe que a elasticidade renda da demanda e a elasticidade preço da demanda para todos os bens são unitárias.
c
Choques de preços, na ausência de políticas de estabilização, não afetam o nível de preços de longo prazo.
c
Numa economia aberta registraram-se os seguintes valores de contas nacionais:

formação bruta de capital 173
consumo das famílias 343
impostos diretos e outras receitas correntes do governo 100
impostos indiretos 100
gastos correntes do governo 200
transferências do governo ao setor privado 50
subsídios 50
depreciação 50
déficit público 50
saldo do balanço de pagamentos -1
saldo do movimento autônomo de capitais 20
saldo da transferência líquida de recursos ao exterior -16

Tendo em conta esses valores e supondo não existirem “erros e omissões”, classifique como Verdadeira ou Falsa cada uma das seguintes afirmativas:

O saldo do balanço de transações correntes é superavitário.
f
Numa economia aberta registraram-se os seguintes valores de contas nacionais:

formação bruta de capital 173
consumo das famílias 343
impostos diretos e outras receitas correntes do governo 100
impostos indiretos 100
gastos correntes do governo 200
transferências do governo ao setor privado 50
subsídios 50
depreciação 50
déficit público 50
saldo do balanço de pagamentos -1
saldo do movimento autônomo de capitais 20
saldo da transferência líquida de recursos ao exterior -16

Tendo em conta esses valores e supondo não existirem “erros e omissões”, classifique como Verdadeira ou Falsa cada uma das seguintes afirmativas:

O PNB é maior do que o PIB.
f
Numa economia aberta registraram-se os seguintes valores de contas nacionais:

formação bruta de capital 173
consumo das famílias 343
impostos diretos e outras receitas correntes do governo 100
impostos indiretos 100
gastos correntes do governo 200
transferências do governo ao setor privado 50
subsídios 50
depreciação 50
déficit público 50
saldo do balanço de pagamentos -1
saldo do movimento autônomo de capitais 20
saldo da transferência líquida de recursos ao exterior -16

Tendo em conta esses valores e supondo não existirem “erros e omissões”, classifique como Verdadeira ou Falsa cada uma das seguintes afirmativas:

O dispêndio interno bruto do setor privado é 466.
v
Numa economia aberta registraram-se os seguintes valores de contas nacionais:

formação bruta de capital 173
consumo das famílias 343
impostos diretos e outras receitas correntes do governo 100
impostos indiretos 100
gastos correntes do governo 200
transferências do governo ao setor privado 50
subsídios 50
depreciação 50
déficit público 50
saldo do balanço de pagamentos -1
saldo do movimento autônomo de capitais 20
saldo da transferência líquida de recursos ao exterior -16

Tendo em conta esses valores e supondo não existirem “erros e omissões”, classifique como Verdadeira ou Falsa cada uma das seguintes afirmativas:

A poupança do setor privado é superior à poupança do governo.
f
Numa economia aberta registraram-se os seguintes valores de contas nacionais:

formação bruta de capital 173
consumo das famílias 343
impostos diretos e outras receitas correntes do governo 100
impostos indiretos 100
gastos correntes do governo 200
transferências do governo ao setor privado 50
subsídios 50
depreciação 50
déficit público 50
saldo do balanço de pagamentos -1
saldo do movimento autônomo de capitais 20
saldo da transferência líquida de recursos ao exterior -16

Tendo em conta esses valores e supondo não existirem “erros e omissões”, classifique como Verdadeira ou Falsa cada uma das seguintes afirmativas:

O dispêndio interno bruto é 716.
f
Numa economia aberta registraram-se os seguintes valores de contas nacionais:

formação bruta de capital 173
consumo das famílias 343
impostos diretos e outras receitas correntes do governo 100
impostos indiretos 100
gastos correntes do governo 200
transferências do governo ao setor privado 50
subsídios 50
depreciação 50
déficit público 50
saldo do balanço de pagamentos -1
saldo do movimento autônomo de capitais 20
saldo da transferência líquida de recursos ao exterior -16

Tendo em conta esses valores e supondo não existirem “erros e omissões”, classifique como Verdadeira ou Falsa cada uma das seguintes afirmativas:

O total de pagamentos a fatores é 495.
f
O déficit primário corresponde à diferença entre a receita do Governo em termos nominais e todos os gastos do Governo, incluindo juros e amortização das dívidas públicas internas e externas.
f
A chamada senhoriagem corresponde ao aumento real da base monetária, enquanto o imposto inflacionário se refere à desvalorização da quantidade de moeda em poder do público.
v
Ceteris paribus, um aumento dos juros pagos pelos títulos do governo aumentam o déficit nominal, mas não o déficit primário.
v
Um déficit do Governo sempre gera um aumento da base monetária, na medida em que o Banco Central é o banco do governo e tem como uma de suas atribuições financiar o Tesouro.
f
A existência de poupança externa corresponde a um excesso de dispêndio interno bruto sobre o produto bruto pertencente a residentes do país.
v
Numa economia aberta, se o total da arrecadação tributária for igual ao consumo do governo, então a poupança do setor privado será igual à formação bruta de capital somente quando o saldo do total do movimento de capital for zero (e supondo inexistirem “erros e omissões”).
v
Suponha que o produto interno bruto seja igual ao produto nacional bruto e que o saldo do movimento compensatório de capital seja zero. Então, se a transferência líquida de recursos ao exterior é positiva, o dispêndio interno bruto é maior do que o produto nacional bruto.
f
Suponha saldo zero no movimento autônomo e compensatório de capitais, saldo zero na renda líquida enviada ao exterior e que inexistam “erros e omissões”. Portanto, para essa economia, a poupança interna será necessariamente menor do que a formação bruta de capital.