Study your flashcards anywhere!

Download the official Cram app for free >

  • Shuffle
    Toggle On
    Toggle Off
  • Alphabetize
    Toggle On
    Toggle Off
  • Front First
    Toggle On
    Toggle Off
  • Both Sides
    Toggle On
    Toggle Off
  • Read
    Toggle On
    Toggle Off
Reading...
Front

How to study your flashcards.

Right/Left arrow keys: Navigate between flashcards.right arrow keyleft arrow key

Up/Down arrow keys: Flip the card between the front and back.down keyup key

H key: Show hint (3rd side).h key

A key: Read text to speech.a key

image

Play button

image

Play button

image

Progress

1/18

Click to flip

18 Cards in this Set

  • Front
  • Back
Modalidades da estrutura da função de suprimentos nas organizações e suas vantagens e desvantagens
Centralizada. Adequada à rede eficiente
Descentralizada
Híbrida
Etapas nos processos de suprimento dentro da cadeia
-Percepção da necessidade
-Identificação do tipo de relacionamento
-Seleção e desenvolvimento do fornecedor
-Gestão da compra
-Avaliação dos fornecedores
Processo de seleção e desenvolvimento dos fornecedores
Mercado puro - Lista-se cada um dos fornecedores e escolhe-se o de menor custo de propriedade
Contratos de médio prazo - Históricos de desempenho da empresa
Contrato de longo prazo - Congruência entre os projetos de expansão do fornecedor e da empresa
Joint-venture
-Mesma posição em relação à entrega e nível de serviço?
Processo de gestão da compra
Negociação para definição de preço
Preparação do pedido de compra
SLA's service level agreements
Avaliação dos fornecedores
-Contínua
-Antecipar tendências e problemas
-Manter a base de dados da empresa atualizada
-Fornecedores de itens com importância estratégica diferente devem ser tratados diferentemente
Shared services
 Uma estrutura administrativa comum para produzir e entregar serviços de apoio comuns à várias divisões dentro de um grupo empresarial, buscando economias de escala e benefícios de especialização
 Vários fatores tem influenciado a decisão de empresas de terceirzaram processos de apoio para outros países
• Tecnologia
• Custo
• Língua
• Diferenças de fuso-horário
• Disponibilidade de mão-de-obra qualificada
Conformidade e universalidade
 Conformidade :a empresa exige que os fornecedores conformem-se às regras e legislação locais onde se encontrem
 Universalidade : a empresa exige define padrões universais a serem seguidos
Por que a sustentabilidade?
 É cada vez maior a pressão dos consumidores por uma ética sustentável
 Há, também, uma implicação econômica : se os recursos se esgotarem, a sobrevivência da empresa estará em jogo
Redes de suprimento de ciclo fechado (closed loop)
Materiais voltam para os fornecedores para serem reutilizados
Tipo de ciclo fechado
 Fase de produção
• Materiais produtivos obsoletos e consumíveis
• Refugo de produção
• Produtos defeituosos
 Fase de distribuição
• Devoluções e retornos comerciais
• Entregas erradas
• Recalls
• Containers de distribuição (garrafas, cartuchos, etc)
• Produtos em final de leasing
 Fase de uso
• Recall
• Garantia
 Fase final da vida econômica
• Produtos
• Embalagens
Aspectos gerenciais de ciclos fechados
 Motivação empresarial
• Lucro
• Motivação quanto a pessoas (ganho de força dos mercados consumidores)
• Motivação ecológica
 Aspectos técnicos
• Como definir sem uso ?
• Como reciclar ?
 Aspectos operacionais
• Decentralização : ciclos de resposta rápida
• Centralização : ciclos eficientes
• Perda e recuperação de valor
Classificações para projetos de rede
o Papel das localizações
 Escopo
o Localização das instalações
 Especificade dos ativos
o Alocação da capacidade
 Flexibilidade
o Alocação de mercado e suprimentos
 Custos envolvidos
• Fatores que influenciam decisões do projeto
o Estratégia
 Competitividade
o Tecnologia
o Macroeconomia
 Tarifas, impostos, taxas de câmbio
o Política
 Estabilidade
Problemas gerados pelo risco
o Impacto no valor ao acionista
o Impacto no lucro operacional
Três tipos de risco
o Aleatórios
o Intencionais
o Acidentais
Seis passos para a gestão de risco em redes de suprimento
o Identificação de processos e recursos sujeitos a risco
o Identificação dos principais riscos
o Avaliação da probabilidade da ocorrência associada aos principais riscos
 Aleatórios
• Estudar o histórico
 Acidentais
• Prevenção
• Índices de acidentes
 Intecionais
• Vão ocorrer nos pontos mais frágeis da operação
• Informações estatísticas
o Identificação das consequencias da ocorrência associada aos riscocs
 Experiência
o Vulnerabilidade
 Impactox probabilidade
 Prob alta/baixa ; impacto alto/baixo geram quatro quadrantes
o Ações priorizadas para a redução de riscos
 Naturais
• Evitar, uma vez que a natureza não pode ser controlada
 Acidentais
• Seleção do staff
o Competente
• Imprudência
o Cultura
• Poka-yoke
 Intencionais
• Aumentar a segurança
o Métodos com camadas
o Identificar atividades ameaçadoras
o Trabalhar colaborativamente
o Treino /teste
 Redução das consequencias dos riscos
Fatores do modelo de Roth para mitigação do risco em alimentos
Traçabilidade
Transparência
Tempo
Confiança
Testabilidade
Treinamento
4 tipos de CLSC
Interno
Pós-negócio
Pós-consumidor
Pós-sociedade