Psychology Essay

60542 Words Oct 18th, 2014 243 Pages
O LIVRO DA DOR E DO AMOR

Transmissão da Psicanálise diretor: Marco Antonio Coutinho Jorge

J.-D. Nasio

O LIVRO DA DOR E DO AMOR
Tradução: LUCY MAGALHÃES

Título original: Le livre de la douleur et de l’amour Tradução autorizada da primeira edição francesa publicada em 1996 por Éditions Payot & Rivages, de Paris, França, na coleção Désir/Payot dirigida por J.-D. Nasio Copyright © 1996, J.-D. Nasio Copyright da edição em língua portuguesa © 1997: Jorge Zahar Editor Ltda. rua México 31 sobreloja 20031-144 Rio de Janeiro, RJ tel.: (21) 2108-0808 / fax: (21) 2108-0800 editora@zahar.com.br www.zahar.com.br Todos os direitos reservados. A reprodução não-autorizada desta publicação, no todo ou em parte, constitui violação de
…show more content…
* Perder o ser que amamos. * O amado cujo luto devo realizar é aquele que me satisfaz parcialmente, torna tolerável minha insatisfação e recentra meu desejo. * A presença em fantasia do amado no meu inconsciente. * A pessoa do amado. * A presença real do amado no meu inconsciente. * A presença simbólica do amado no meu inconsciente. * A presença imaginária do amado no meu inconsciente. * A Dor do enlouquecimento pulsional. * Resumo das causas da Dor psíquica.

Clémence1 tinha trinta e oito anos. Sofria de esterilidade e lutava para tornar-se mãe. Estava em análise comigo há três anos. Ainda me lembro muito bem do dia em que, informando-me de que enfim estava grávida, exclamou: “ Conseguimos!” Senti então que eu compartilhava a felicidade de um grupo de pessoas próximas que, com Clémence, se mobilizara para conseguir essa gravidez. Pensei no seu marido, tão presente, e no seu ginecologista, um excelente especialista em esterilidade. Durante os meses seguintes, as sessões foram essencialmente dedicadas a viver e a dizer esse período intenso em que uma mulher descobre que vai ser mãe. Chegou a hora do parto e Clémence deu à luz uma criança maravilhosa. Naquele dia, ela telefonou, radiante, para me participar o nascimento de um menino chamado Laurent. Também fiquei feliz e cumprimentei-a calorosamente. Três dias depois, tive a surpresa de receber um segundo telefonema completamente diferente. Com voz surda e abafada, quase

Related Documents